A CARA DO MATUTO

Estivemos  a convite na noite da última terça-feira (21/05), na Escola Municipal Claudenize Lopes, no bairro Nossa Senhora Aparecida, para acompanhar uma das apresentações do Projeto “A Cara do Matuto”, do poeta, repentista e escritor Biu Lourenço, numa turma do EJA – Educação de Jovens e Adultos, sob a responsabilidade pela professora Joelma Santos. O respectivo projeto em execução tem incentivo da Lei Paulo Gustavo, e consiste na doação de alguns exemplares do livro de sua autoria “Acara do Matuto” em escolas públicas, além de promover um momento de interação e descontração aos estudantes, com apresentações de repentes, declamações de poesias, e algumas falas sobre a importância da leitura e da literatura  popular. Também como convidados e participando das apresentações estiveram presentes o poeta e escritor, Severino Pedro, o escritor e produtor cultural, Lunas Costa, e a professora e incentivadora da cultura literária, Cícera Santos. É importante destacar que o poeta Biu Lourenço, tem um trabalho cultural muito produtivo, e em seus 74 anos de vida, mais de 50 anos foram dedicados à literatura, onde escreveu inúmeros cordéis que narram suas histórias matutas cheias de sabedoria e irreverência.

DE VOLTA AO PASSADO

A convite, estivemos também na noite de ontem (22/05), no Flor da Serra – Bistrô e Lounge, na Serra Negra, para prestigiarmos a apresentação do Cantor Zé Henrique da Banda Yahoo, promovido pela MPlay Brasil, que trouxe um show intimista com a proposta de relembrar músicas que marcaram uma geração e que foram sucessos dos anos 80 e 90. O evento reuniu um público seleto e adepto da proposta “Recordando os anos 80”, que cantaram as músicas acompanhando o cantor, em um momento descontraído e saudosista.

MNJ,.

O Cantor Bezerrense Lucas MM também se apresentou com maestria no Flor da Serra, abrindo a noite do evento, e juntamente com a cantora Patrícia Vasconcelos ainda deram uma “palinha” de suas vozes no show de Zé Henrique, que se mostrou impressionado com o talento dos cantores bezerrenses.

NO RITMO DA VAQUEJADA

Começou hoje (23/05), e vai até domingo (26/05), A Vaquejada do Parque Canaã (Bezerros), sediando a 4ª Etapa do Circuito 2024 da ACQM – PE (Associação dos Criadores De Quarto De Milha Em Pernambuco). A Temporada 2024 ACQM – PE estará recebendo equipes de vários estados do Brasil neste período em Bezerros. O evento esportivo acontece no Parque Canaã, de propriedade de Neto de Valmir, localizado a cerca de 7km de Bezerros. O acesso ao local se dá à direta da rodovia estadual PE 97 (entrada após o Bar de Zé Nunes).

ALEGREI-ME!

Acontece nesse próximo final de semana, 25 e 26 de maio, às 19h, o “Culto de Celebração” da Igreja Congregacional de Bezerros, pelos 77 anos de sua existência na cidade de Bezerros. E embora seu templo só tenha sido construído no ano de 1954, a congregação iniciou suas atividades aqui no município no ano de 1947, e só então em 1986, após decisão entre os membros locais e a Igreja a qual estava sob a responsabilidade – IEC de Caruaru – passou de Congregação para Igreja, sob a liderança do então Pr. Euclides Alves de Souza, que permaneceu até meados de 2011. Atualmente, a Igreja está sob o pastorado do Pr. Moizés Gomes da Silva, e do Pb. José Gomes, que têm trabalhado arduamente para levar a Palavra de Deus através da evangelização. O Culto de Celebração contará com a presença da Mis. Minervina Melo, ministrando a palavra, e da cantora Tatyana Pereira, cantando os louvores. O convite está aberto a toda população que tiver interesse de participar desse momento de gratidão e adoração.

A Igreja Congregacional de Bezerros está situada na Rua Imperador Dom Pedro II, 134 – Centro – Bezerros/PE.

VOCN

OSDXSXCN SCCMDCD CDFRRODA DE CAPOEIRA ANGOLA

Neste domingo (26/05), às 15h, haverá roda de capoeira na Praça São Sebastião, promovida pelo Centro de Prática e Pesquisa N’Golo Capoeira Angola. De acordo com informações na página do CCPB – Centro Cultural Popular de Bezerros, sobre a importância dessa disseminação cultural, é o “intuito de salvaguardar e difundir a Capoeira Angola”. O convite está aberto a toda comunidade da Capoeira.

GTNJ JHUYOFLMVNGTKG,D MVIYU MCEIJIF CIEIFN.

OS FASCÍNIOS DO ANTIGO EGITO

Continua em exposição no Museu Alex Brito, à mostra “Egito em Bezerros – Papiros, Deuses, Faraós e Rainhas”. O acervo que reúne preciosos artefatos da antiguidade egípcia, explorando também a história do período faraônico no antigo Egito, expõe peças belíssimas e intrigantes que contribuem diretamente para a preservação da história e propagação dela mediante a geração atual. Ressalto novamente aqui  que “para os amantes do Egito antigo a experiência através dessa exposição poderá promover uma viagem imersiva por meio da história, dos segredos e fascínios da grande civilização que prosperou às margens do Rio Nilo”. Vale muito a pena conferir!

O Museu Alex Brito funciona na Rua da Matriz, 126, (em frente a Praça da Matriz), e a exposição estará aberta para visitação até 02/06, funcionado em horário comercial, das 08h às 12h, e das 14 às 18h.

Share

Joseilton da Cohab prestigiou evento de veículos antigos e rebaixados

O evento realizado no último domingo (19) no largo do mercado farinha, centro comercial de Bezerros, reuniu 166 veículos antigos e rebaixados. “Pela primeira vez o encontro aconteceu dentro do calendário festivo da emancipação política do município reunindo muitos admiradores”, destacou Joseilton da Cohab, um dos incentivadores e apoiador do encontro. O evento teve a organização de José Wagner e também contou com o apoio da Prefeitura de Bezerros.

Share

BEZERROS SEDIA 4ª ETAPA ACQM DE VAQUEJADA

De quinta-feira feira (23) a domingo (26), Bezerros sedia a 4ª etapa de vaquejada da ASSOCIAÇÃO DOS CRIADORES DE QUARTO DE MILHA EM PERNAMBUCO – ACQM 2024.

SERVIÇO: O evento esportivo acontecerá no Parque Canaã de propriedade de Neto de Valmir, localizado a cerca de 7km de Bezerros.

O acesso ao local se dá à direta da rodovia estadual PE 97 (entrada após Zé Nunes do Bar).

Share

COMEMORAÇÕES DOS 154 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DE BEZERROS CONFIRMAM SUCESSO DO EVENTO

Arrastando uma multidão para os shows, a festividade de comemoração de 154 anos de Emancipação Política de Bezerros foi sucesso. Milhares de pessoas estiveram presentes na Rua da Matriz, no Centro da cidade, durante os três dias de festa. Na sexta (17), véspera do aniversário do município, Mano Walter, Higor Henrique e João Lucas e Pedrinho cantaram os principais sucessos da atualidade, fazendo a multidão cantar e dançar bastante.No sábado (18), dia da comemoração cívica, Priscila Senna, Lady Falcão e Michel Diniz não fizeram diferente e garantiram que todos cantassem em uma só voz. No domingo (19), último dia de eventos, Thiago Brado e Émerson Cavalcante cantaram os maiores louvores, confirmando o sucesso e a tranquilidade nos três dias de festa.A festividade de comemoração de 154 anos de Emancipação Política de Bezerros foi além dos três dias de shows musicais. Isso porque a Prefeitura de Bezerros promoveu atividades de valorização a Bezerros e a cultura. Ao todo, foram quatro dias de ações alusivas à comemoração.O hasteamento das bandeiras juntamente com o corte do bolo simbólico foram o ponto chave das comemorações, que contaram com a presença das autoridades municipais, estaduais, federais e dos munícipes. Bezerrenses aproveitaram ainda o momento oportuno para homenagear sua cidade natal das mais diversas formas. Contando com Exposição Cultura Na Escola e Parque de Diversões gratuito, o cronograma de atividades também contou com o Encontro de Bacamarteiros, Encontro de Carros Rebaixados e Antigos, Corrida da Emancipação e a Missa de Ação de Graças pelos 154 anos de Bezerros.

Com informações do Departamento de Comunicação da Prefeitura de Bezerros

Share

UM MAR CULTURAL BANHOU BEZERROS

E logo ao despertar do sol, embora o céu estivesse nublado anunciando que o dia seria agraciado pela presença divina da chuva, uma movimentação diferente tomou conta de alguns trechos e ruas da cidade.  Então, começaram a surgir eles e elas, e até crianças também, vindo de várias partes, e aos poucos tomando conta do espaço ao redor da Igreja São Sebastião e do Colégio Municipal Felismino Guedes. Com seus trajes típicos amarronzados ou azuis de zuarte em sua maioria, com seus lenços vermelhos no pescoço, alpargatas, o tradicional chapéu de couro ou de palha, as cartucheiras de flandre, e o fiel companheiro, protagonista de uma grande manifestação cultural, responsável por um dos mais originais espetáculos folclóricos do Nordeste: O Bacamarte nas mãos do Bacamarteiro. De repente um “mar azul” tomou conta de alguns espaços de Bezerros na manhã do último domingo (19/05), mas não foi um mar com cheiro de maresia, e sim com o cheiro da pólvora seca permeando a atmosfera alegre de um grande e importante encontro de batalhões, com seus integrantes e comandantes da cultura popular nordestina, condutores dos costumes de uma arte que sobrevive passando de geração para geração, e que existe desde os fins do século 18.

O II ENCONTRO DE BACAMARTEIROS DE BEZERROS

O mar azul e cultural que banhou Bezerros neste domingo (19/05) foi composto por 22 grupos de bacamarteiros, totalizando 450 componentes, que vieram de várias cidades do agreste, da mata norte, do sertão, e do Estado de Sergipe. O “II Encontro de Bacamarteiros de Bezerros” foi promovido pelo Batalhão 44, aqui do nosso município, que recebeu incentivo do poder executivo municipal para a realização do evento. A programação do festejo iniciou-se com a acolhida dos grupos no Colégio Municipal Felismino Guedes para um café da manhã e posteriormente uma apresentação cultural do Balé Popular Papanguarte, na Praça São Sebastião.

Em seguida, as tropas desceram em um cortejo para homenagem em frente à prefeitura, onde houve a homenagem ao bacamarteiro, Zé Teixeira (77 anos), da cidade de Gravatá, um dos chefes mais antigos dos grupos de bacamarteiros ativos. Na sequência houve a benção aos bacamarteiros numa missa na Igreja Matriz de São José, e de lá seguiram em veículos para a salva de tiros na área em frente a ETE – Escola Técnica, no bairro Santo Amaro II, onde foram recepcionados com muita música, e por fim, em meio ao clima de muita interação e contentamento  houve o almoço de confraternização para todos os membros. Um evento com sucesso já consagrado, um encontro que sem dúvida, vai ficar na memoria daqueles que fazem parte das tropas militantes da tradição popular, como os tradicionais bacamarteiros.

ABBEPE E O BATALHÃO 44 – BEZERROS / PERNAMBUCO

O II Encontro de Bacamarteiros de Bezerros citado anteriormente, foi promovido pela ABBEPE e o Batalhão 44. Mas o que seria essa ABBEPE e esse Batalhão ou esse grupo? Quem toma conta ou coordena? Quantas pessoas fazem parte dele? Calma aí, vamos contar um pouco da história dessa tropa!  O Batalhão 44, ou melhor, o Grupo Folclórico de Bacamarteiros Batalhão 44, como o próprio nome diz, é um grupo de bacamarteiros aqui do município de Bezerros, que atualmente é presidido pelo popular Valmir de Souza Abade. O Batalhão 44 foi fundado em 1940, por três irmãos, sendo eles: Martins Abade (pai de Valmir Abade) e seus dois tios Gercino Abade e Braz Abade (os três fundadores são falecidos), mas permanece no grupo ainda em atividade o quarto irmão dessa linhagem, José Abade. o batalhão tem mais de 80 anos de existência e atuação contínua na “Família Abade”, que vem preservando a cultura do bacamarte e apresentando essa tradição por integrantes também da 3ª idade.

O grupo de bacamarteiros Batalhão 44 possui hoje 40 membros no total, estando ativos uma média de 25 a 30 membros. De acordo com o chefe do Batalhão 44, Valmir Abade, ele faz parte da 3ª geração do grupo, e atualmente já existe a 4ª geração também atuando, e já está na expectativa da 5ª geração. Décadas depois da fundação do batalhão, percebeu-se a necessidade de criar uma associação que pudesse dar também um suporte melhor ao grupo, por meio de algumas ações voltadas a disseminação da cultura e tradição dos bacamarteiros. E foi com esse objetivo que no ano 2000 foi criada a ABBAPE – Associação de Bacamarteiros Bezerros Pernambuco, que permanece ativa até os dias atuais, conduzindo as diretrizes de atuação do Batalhão 44, esse grupo de bacamarteiros que representa nosso município em tantos lugares, e que os cidadãos bezerrenses precisavam conhecer mais da sua história.

A SAGA DOS BACAMARTEIROS: UMA HISTÓRIA QUE PRECISA SER CONTADA E VALORIZADA

Ao contrário do que muita gente pensa, de que a figura do bacamarteiro e o seu surgimento estão associados unicamente a vivência dos bandos de cangaceiros nordestinos, remonta à outra linhagem a explicação para a existência desses espetaculosos atiradores, que com suas espingardas artesanais lançam encorpadas golfadas de fumaça após tinir a terra com o estrondo de seus tiros.

Dentro do universo das manifestações culturais, os grupos de bacamarteiros são considerados como importantes Folguedos da cultura popular pernambucana, pela mistura característica das encenações teatrais mesclada com música, dança e evolução de movimentos, imitando as tropas dos soldados paraguaios erguendo suas armas em ato de empoderamento do grupo com seus armamentos. O inicio dessa tradição é divergente entre a ótica de vários historiadores, porém o que mais se constatou de fato, através de pesquisas, relatos e imagens (fotografias), é que a cultura do bacamarte nasceu após a Guerra do Paraguai.

De acordo com alguns pesquisadores, a origem dos bacamarteiros, possivelmente, estaria atrelada a invasão dos holandeses em Pernambuco, e que durante essa fase, uma quantidade de bacamartes de metal, propriamente de ferro, (como foi descrito no inventário das armas deixadas pelos próprios holandeses), teriam caído em poder dos senhores de engenhos e dos agricultores, passando também pelas mãos dos jagunços e dos cangaceiros, até que se tornaram as inseparáveis e essenciais companheiras do homem sertanejo. Todavia, conforme pesquisas de outros historiadores, e de elucidações mais atualizadas, parte do fato de que a explicação mais plausível, levando em consideração as características das vestimentas e dos movimentos que os bacamarteiros exibem em suas apresentações, a origem desses grupos realmente teria sido inspirada em meio ao período da Guerra do Paraguai, em 1865. Época essa, em que também os homens sertanejos eram recrutados, através de sorteios, para compor os chamados “quadros dos voluntários da pátria”, ou seja, uma espécie de companhia de reforço das tropas brasileiras na fronteira. Supõe-se, considerando esses fatos históricos, é que permeiam os primeiros movimentos dos bacamarteiros nesse período em que serviram aos voluntários da pátria, quando soldados brasileiros, agricultores sertanejos e senhores de terras, se apossaram de algumas armas (bacamartes), e essas armas se espalharam pelo interior nordestino. Historicamente e popularmente, a argumentação mais apresentada sobre a origem dos bacamarteiros é que após o término da Guerra do Paraguai, os sobreviventes do combate, ao retornarem aos seus vilarejos, traziam as armas recolhidas dos inimigos, e sob posse delas, contentes e orgulhosos por estarem de volta realizavam a festa da vitória, e para comemorar eles atiravam em frente às igrejas e capelas, com suas granadeiras e reúnas ribombantes, para com o estouro da pólvora seca saudarem os santos padroeiros São João e São Pedro. Em Pernambuco os primeiros registros sobre a existência de um grupo bacamarteiro que se tem conhecimento, refere-se a região agreste, propriamente na cidade de Caruaru. Mas, a nível da região nordeste, além do nosso estado, apenas a Paraíba e Sergipe foram estados que conseguiram manter a tradição dos bacamarteiros em suas manifestações festivas, culturais e cívicas, ao longo de mais de um século e meio de existência.

Antigamente, na cultura dos bacamarteiros era comum o grupo ser chamado de troça, tropa ou batalhão, os integrantes serem chamados de soldados, e o presidente e demais posições de hierarquias, serem chamados respectivamente de chefe, mestre, comandante, sargento, tenente, capitão ou major, tendo em vista que a existência dos bacamarteiros remonta a história das tropas de soldados enviadas à guerra. E geralmente há estrelas nos chapéus e nos ombros dos fardamentos simbolizando a patente dos comandantes. De acordo com Valmir Abade, chefe do Batalhão 44, essa forma de tratamento das patentes dentro dos batalhões já foi abolida há muito tempo, e de acordo com a dinâmica de cada grupo, eles se chamam pelo nome, e seus superiores de chefe, presidente, mestre, ou ainda de comandante, quando se trata de um respeito por um chefe mais antigo.

CURIOSIDADES IMPORTANTES

O Bacamarte é o objeto de maior estimação do bacamarteiro. É uma arma de fogo de origem antiga, espécie de espingarda grosseira, de cano curto e calibre grosso, de escorva inflamada por pederneira e de carregar pela boca, que geralmente tem formato de sino, confeccionada à mão. A arma foi modificada desde tempos remotos para poder ser adaptada ao uso dos bacamarteiros em suas apresentações festivas, “sendo considerada uma arma obsoleta, que não está mais em uso, usada apenas para fazer o tiro de ilusão e alegrar quem assiste aos espetáculos e apresentações”, informou Valmir, já que antes, em sua funcionalidade inicial em utilização na guerra paraguaia, a arma era munida com chumbo.

A Munição – A fabricação da pólvora usada para munição dos bacamartes antigamente era de responsabilidade e produção realizada pelos próprios grupos. Substâncias como o enxofre e o carvão fazem parte da lista com os elementos que compõem a fórmula da pólvora caseira, e que em muitas cidades os grupos de bacamarteiros os adquirem com a ajuda de custo por meio de incentivo das prefeituras, onde cada comandante de seu respectivo batalhão, registrado legalmente no Ministério do Exército, recebe do órgão uma autorização para a compra dos produtos. “Hoje em dia, compramos a pólvora diretamente da fábrica, com autorização do Exército, assim como também, já não fabricamos nossos bacamartes, algo que há muito tempo fazíamos. Atualmente compramos os bacamartes quando necessário, pois há os ‘armeiros’ autorizados que fabricam esse tipo de instrumento, como Zé Braz (Ameixa), Lenilson e Bola, ambos de Belém de Maria”, explicou Valmir Abade.

Os Tiros – a tradição dos disparos realizados pelos bacamarteiros com seus bacamartes é parte de suas homenagens e saudações aos santos padroeiros, como São João, São Pedro, São José, entre outros, e também em uma época comemorativa como Dia de Reis, o Natal, ou uma data cívica. A pólvora é utilizada como munição para produzir mais fumaça e tiros com barulhos estridentes, aspectos característicos do bacamarte.

A Vestimenta Azul – o mais popular e tradicional vestuário dos bacamarteiros é confeccionado com um tecido de algodão na cor azul que recebe o nome de zuarte, e faz alusão à moda militar no período da Guerra do Paraguai.

Trio Pé de Serra  cada batalhão possui sua banda de forró pé de serra, com zabumba, triângulo e sanfona de oito baixos, que ao som do xaxado escoltam todos os bacamarteiros em seus festejos e apresentações, e em suas mudanças rítmicas da melodia guiam e acompanham as evoluções das respectivas apresentações, conforme a necessidade de ritmo mais lento ou acelerado para os movimentos dos bacamarteiros.

Uma Data Comemorativa – pela importância da contribuição à cultura nordestina e sobretudo, à cultura pernambucana, e pela tradição dos cortejos e salva de tiros nos festejos juninos e outros eventos culturais, no Estado de Pernambuco, a data 24 de junho foi instituída por Lei Estadual Lei nº 15.152/2013, e sancionada pelo ex-governador Eduardo Campos, passando a fazer parte do Calendário de Eventos de Pernambuco, como o “Dia Estadual do Bacamarteiro”.

PARA REFLETIR:

“A temática cangaceira e bacamarteira está intimamente ligada ao universo mítico do camponês, do pequeno comerciante ou do artista independente sertanejo, ao ponto de, no ensaio, chegarmos a identificar a prática do bacamartismo como um dos mais fortes artifícios compensatórios das frustrações do cotidiano labor do homem comum no interior nordestino.”

(Olímpio Bonald Neto – trecho do livro “Bacamarte, pólvora e povo”)

Por hoje é isso, contamos um pouco da História dos Bacamarteiros aqui de nossa cidade e resumimos um pouco da trajetória desses gigantes da cultura nordestina ao longo de mais de um século de existência, persistindo, atuando e preservando suas tradições para as gerações atuais e futuras. A todos os bacamarteiros nosso respeito, e nossa salva de tiros simbólicos de gratidão. Obrigada!

Mariana Helena de Jesus

Share

Convite Especial para o Espetáculo Teatral “A Geração de Dorcas”

A cidade de Bezerros-PE está prestes a vivenciar uma noite inesquecível! Convidamos todos os moradores para assistirem ao grande espetáculo teatral “A Geração de Dorcas”, que será apresentado no dia 26 de maio, às 18h30, na Igreja dos Leões.

Venha se emocionar e se inspirar com essa história envolvente. Traga sua família e amigos para compartilhar dessa experiência única. Não perca!

Data: 26 de maio
Horário: 18h30
Local: Igreja dos Leões

Esperamos por você!

Share

Serra Negra já vive o clima das festas juninas

Aconteceu ontem (18) em Serra Negra a Sanfonada na Serra, um encontro que reuniu artistas, músicos e grandes mestres da sanfona. A concentração do evento ocorreu no Polo Cultural, e logo em seguida, o público se dirigiu à “ruinha” de Serra Negra, atrás de um trio elétrico e ao som de muito forró pé de serra. Lá, a festa continuou, com algumas atrações que se apresentaram no palco ao lado da pracinha, como o cantor nacional Marcelo Jeneci.

Enviado Especial

Share

O II Encontro de Bacamarteiros de Bezerros

Aconteceu neste domingo (19), com a presença de 22 grupos de várias cidades do estado e até de fora.
A concentração aconteceu durante a manhã com um café e apresentação cultural e em seguida os batalhões desceram em cortejo até a prefeitura do município onde foram recepcionados pela prefeita e vice-prefeita, além de secretários e vereador.

Texto: Prefeitura de Bezerros

Share

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA FESTIVIDADE DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA É DIVULGADA

A Prefeitura de Bezerros divulgou a programação completa das festividades em comemoração dos 154 anos de Emancipação Política do município, comemorado no dia 18 de maio. Serão quatro dias de programação, começando nesta quinta-feira (16) e seguindo até o domingo, 19 de maio.A programação começa com “Exposição Cultura na Escola”, das 14h às 16h, na Praça da Bandeira, no Centro, e Parque de Diversões gratuito, das 14h às 17h, nas imediações da Estação da Cultura.Serão três dias de shows musicais, que vão contar com a participação de artistas municipais, regionais e nacionais. As apresentações vão começar a partir das 20h, na Rua da Matriz, no Centro da Cidade. Já na sexta-feira, 17 de maio, Mano Walter, João Lucas e Pedrinho e o bezerrense Higor Henrique, vão se apresentar e cantar os maiores sucessos atuais, não deixando ninguém parado.No dia do aniversário de Emancipação Política, 18 de maio, a programação começa cedo, com a tradicional Corrida da Emancipação, a partir das 06h30, com concentração em frente à Estação da Cultura. O hasteamento das bandeiras, como de costume, será a partir das 07h30, seguindo pelo corte do bolo simbólico, às 09h, na sede da Prefeitura. A missa de ação de graças acontece às 19h, na Igreja da Matriz de São José. Ainda no sábado, a pernambucana Priscila Senna e os bezerrenses Lady Falcão e Michel Diniz subirão ao palco para cantar e encantar o público.No domingo, dia 19, a programação vai contar com o Encontro de Bacamarteiros, a partir das 07h, com concentração na Praça São Sebastião, e Encontro de Carros Rebaixados e Antigos, às 19h. Thiago Brado e Émerson Cavalcante se apresentarão no palco principal da festa, em um momento de fé e adoração.A programação completa pode ser conferida nas redes sociais oficiais da Prefeitura de Bezerros, através do @bezerrospeoficial.

Com informações da Prefeitura de Bezerros

Share

Escuta Pública sobre a Política Nacional Aldir Blanc acontece no município de Bezerros

A Prefeitura de Bezerros, através da Secretaria de Turismo e Cultura, convida os artistas e fazedores de cultura bezerrenses para participar da Escuta Pública sobre a Política Nacional Aldir Blanc de Incentivo à Cultura. O objetivo da escuta é ouvir e identificar as necessidades e deliberar sobre a aplicação e o acompanhamento dos recursos para a classe artística do município. Em caso de dúvidas, entre em contato com: cultura.secturbezerros@gmail.com

Share

CHÁ FREUDIANO

No último sábado, 11/05, aconteceu no Centro de Artesanato de Pernambuco, unidade de Bezerros, o “1° Chá Freudiano” que contou com a presença de Psicanalistas de várias cidades de Pernambuco. O intuito do evento com essa temática foi comemorar o aniversário de Sigmund Freud e também o Dia do Psicanalista. Considerado o pai da psicanálise, Sigmund Freud, foi um médico neurologista e importante psicanalista austríaco, criador da psicanálise, tornando-se uma das personalidades mais influentes do século XX na área da psicologia. A anfitriã do evento, Drª Elizângela Silva, realizou a acolhida no hall de entrada juntamente com a direção do equipamento no município, em seguida houve um reconhecimento das observações freudianas a partir das obras de artes expostas aos convidados, e apresentação musical do cantor Lencinho Filho. “Fico extremamente agradecida a todos os presentes neste evento tão lindo, e de muita riqueza de conhecimento”, destacou Dra. Elizângela Silva.

FORRÓ NO SÍTIO: UMA FESTA ARRETADA DE BOA!

Estivemos neste sábado, 11/05, na Chácara Bela Vista, prestigiando o evento “Forró no Sítio”, que aconteceu em sua 17º edição e reuniu cerca de 600 pessoas, segundo um dos organizadores. A festa que já se tornou tradicional em Bezerros, com um público fidelizado, é realizada pelos Irmãos Renato e Rinaldo através da empresa Renato & Rinaldo Comunicação e Eventos, e possui toda uma infraestrutura que é montada todos os anos em um espaço amplo e decorado com a temática junina, regado de muita descontração e forró dos bons. As atrações musicais Capim com Mel, Assisão, Banda Rei do Cangaço, e Luizinho Morenno deram um show à parte, proporcionando ao público um verdadeiro festejo com gostinho de arraial junino que se estendeu até o dia amanhecer.

Sobre o grande sucesso do evento, que vem melhorando a cada edição, e atraindo um público cada vez maior, Renato, um dos organizadores, declarou: “estamos lisonjeados com a repercussão do evento. Dividimos todo o carinho com os patrocinadores, apoiadores e toda a equipe da produção. Tudo foi pensado nos mínimos detalhes para receber os forrozeiros da melhor maneira e o resultado é essa altíssima aprovação. A tradição foi mantida e em 2025 tem mais!”

CURSO DE TEATRO PARA PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL

Para os professores da Rede Municipal de Ensino estão abertas as inscrições para o Curso: A Pedagogia dos Jogos Teatrais, com o Ator e Professor de Teatro Francisco Gouveia. Vagas limitadas: 20 Inscrições até o dia 17/05 através do formulário: https://forms.gle/NYbTgqYHvotNLu4u5. O período do curso é de 20 a 24 de maio de 2024. Local: AFABE (Associação dos Filhos e Amigos de Bezerros). R. Vig. Manoel Clemente, 136 – Rosário, Bezerros. Horário: 14h às 18h. Informações: 81 99917-1591 (whatsapp). O objetivo do curso é formar educadores para desenvolver o ensino de teatro a partir da pedagogia dos jogos teatrais na Rede Municipal de Ensino de Bezerros, contribuindo com a formação docente e a qualificação do ensino de arte, beneficiando professores e estudantes ao vivenciar uma abordagem de ensino criativa e eficaz para aprendizagem da linguagem do teatro. O curso possui carga hora total de 20 (vinte) horas e sua culminância terá com 1 (uma) Apresentação Teatral gratuita para estudantes da Rede Municipal com o recurso de Tradução em LIBRAS, além da certificação dos participantes.

FORMAÇÃO DE ARTE

Acontece na próxima quinta-feira, 16/05, das 8h às 12h, no Centro de Artesanato de Pernambuco, unidade Bezerros, a Formação de Arte para os professores da rede estadual de ensino de Pernambuco. O encontro abordará o tema referente aos Olhares sobre Diversidade Cultural e Territórios – “Diversidade e comunidade”. A cantora, Clara Elis (Bezerros) será a voz do chamado “universo” musical dentro da Formação de Arte da rede da Secretaria de Educação e Esportes do Governo de Estado de Pernambuco.

UMA VOLTA PELA HISTÓRIA DO EGITO

No próximo sábado, 18/05, feriado da emancipação de Bezerros, o Museu Alex Brito abrirá suas portas para início da Exposição Egito em Bezerros – Papiros, Deuses, Faraós e Rainhas, que ficará à mostra de 18 de maio a 02 de junho, funcionado em horário comercial, das 08h às 12h, e das 14 às 18h. Para os amantes do Egito antigo a experiência através dessa exposição poderá promover uma viagem imersiva por meio da história, dos segredos e fascínios da grande civilização que prosperou às margens do Rio Nilo. O Museu Alex Brito funciona na Rua da Matriz, 126, centro, e o agendamento para visitação de colégios poderá ser realizado através do telefone (81) 99908-9999.

Share

NESSE FINAL DE SEMANA TEM FESTA LITERÁRIA!

De 03 a 05 de maio acontece a 3ª FLIBEZ – Festa Literária de Bezerros, com o tema Literatura de Cordel. Esse ano o evento homenageará o escritor Dr. Alex Brito e o cordelista Manoel Leite (In Memoriam). A FLIBEZ tem o objetivo de celebrar a literatura e artes afins, e para isso busca criar nos dias do evento uma atmosfera propícia a vivências artístico-culturais. O projeto é de idealização do Produtor Cultural Lunas Costa, e a  realização do evento é uma produção independente do Bistrô do Matuto Produções Multiculturais. Segundo Lunas, “além dos vários painéis com debates literários, exposição de artes, lançamentos de livros e oficinas, a feira literária contará com uma programação diversificada com shows musicais, atrações culturais e recreativas, palestras, cantoria de viola, sarau poético, cortejo de carnaval e muito mais”.

O Cortejo Carnavalesco acontecerá no sábado, 04/05, com concentração a partir das 18h. e saída programada para as 20h. Local: venda de Valmir Camilo – R. Dr. José Maria, bairro São. Pedro, e já tem presença confirmada da troça O Urso de Vocês, Orquestra de Frevo, Folcpopular, Papaguarte, Bloco Cana Caiana, Bloco Balança o Saco, Bloco Pinto da Noite Bezerros, Bloco do Guarani.

Já o lançamento e palestra do livro PAIS EM CONSTRUÇÃO, com a coautora ÉRICA CIRILO acontecerá na tenda Livros e Laços, em frente ao Colégio Municipal D. Felismino Guedes, na sexta-feira, 03/05, às 09 h. e outras atividades estarão ocorrendo também no ambiente interno da respectiva escola.

APROVEITE A TENDA LIVROS E LAÇOS!

Por que você não pode perder essa atividade? Porque este não é apenas mais um livro; é um convite à reflexão profunda sobre os pilares que sustentam nossas vidas. Cada página é uma viagem de autodescoberta, revelando como pais e mães desempenham papéis fundamentais na formação de futuras gerações emocionalmente saudáveis.

PROGRAMAÇÃO DAS PALESTRAS E PAINÉIS DE DEBATES

Serão oito painéis de debates que acontecerão no Salão Paroquial da Igreja São Sebastião entre a sexta-feira 03/05 e o sábado 04/05, com temas diversificados e pautas importantes.

PELAS LENTES DA CIDADE

Para os amantes do cinema, especialmente para os saudosistas das épocas memoráveis de Bezerros, e de todo o cenário cultural que envolveu algumas passagens e eventos de nossa cidade no passado, a 9ª EDIÇÃO CINE CLUBE CCP traz uma oportunidade imperdível. O Cine Clube nessa edição vai apresentar filmes e documentários sobre alguns contextos históricos de Bezerros, o intuito é promover também, a partir das Lentes Da Cidade, um diálogo sobre o município, e o respectivo projeto é um dos contemplados pela Lei Paulo Gustavo. De acordo com informações na própria rede social do CCP – Centro Cultural Popular de Bezerros, na ocasião do evento, será realizada uma sessão temática em comemoração aos 154 anos de emancipação política da cidade, abordando o histórico do acesso ao audiovisual em Bezerros, e assim, promover um debate enriquecedor sobre essa evolução cultural local ao longo dos anos.

Os filmes produzidos na Oficina de Iniciação em Audiovisual “Do Papel à Tela”, com Lara Bione, estão na programação de exibição a seguir:

DOCUMENTÁRIO – BEZERROS PE (1938) Restaurado por Edvaldo Mendonça e Telecinado por Marlom Meirelles.

CARNAVAL EM BEZERROS, 1980Disponibilizado pela Família Dias.

ALCO RS8 6012 LINHA CENTRO BEZERROS PE- FAZENDO O TREM DO FORRÓ Disponibilizado por André Damásio.

BEZERROS NATAL DE 1990Disponibilizado por André Damásio.

A 9ª EDIÇÃO CINE CLUBE CCP acontecerá sábado,04/05, Centro Cultural Popular de Bezerros (Rua 9 de janeiro, 168, centro), às 18h30. Vale muito a pena conferir!


DOMINGO DE MÚSICA

A agenda do CCP – Centro Cultural Popular de Bezerros está bem diversificada neste final de semana. No domingo, 05/05, das 08 às 12h, haverá uma programação cultural voltada para o público infantil, que ofertará a OFICINA: BANDA DE PÍFANO DE BEZERROS. Conforme anunciado pelo Cetro Cultural, “Você pai, mãe ou responsável, que deseja oferecer uma oportunidade para seu filho se envolver na cultura de nossa cidade, participe desta oficina”. A participação é sem custos, pois a respectiva oficina também faz parte dos projetos contemplados pela Lei Paulo Gustavo.

Local: Centro Cultural Popular de Bezerros (Rua 9 de janeiro, 168, centro),

Share

Bezerros sediará evento cultural Do Governo de Pernambuco

Festival Pernambuco Meu País acontecerá em sete cidades pernambucanas.

Artistas poderão participar do edital nacional, com inscrições abertas entre os dias 6 e 15 de maio, exclusivamente por meio do Mapa Cultural de Pernambuco, para apresentar propostas artísticas para o Festival

Estamos trabalhando muito firme para permitir que Pernambuco possa ser palco das nossas história, cultura e arte. O Governo do Estado está aberto à promoção de políticas culturais, sendo facilitador desses eventos”, destacou a governadora, durante discurso na premiação do Prêmio da Música de Pernambuco, que contou com a presença de vários artistas pernambucanos.

ABERTURA DAS INSCRIÇÕES

As inscrições, por parte de artistas representantes de todas as linguagens artísticas, deverão ser feitas entre os dias 6 e 15 de maio (até às 17h), por meio de formulário disponível exclusivamente no Mapa Cultural de PernambucoO resultado final das propostas habilitadas será divulgado no dia 5 de junho deste ano.

Em todas as cidades, serão realizados shows, espetáculos, apresentações circenses, exposições, intervenções artísticas e muitas outras atividades, de forma gratuita, para todas as idades. O Festival levará atividades que possibilitem a exploração e potencialização do mercado criativo, fortalecendo o cenário cultural, estabelecendo pontes entre artistas/espetáculos e público, e evidenciando o potencial turístico-cultural pernambucano que faz do Estado uma das maiores potências culturais do Brasil. Cada cidade receberá ações contínuas, gerando interações com artistas de diversas regiões do País.

A iniciativa também movimentará a economia do setor, com uma programação democrática que agrega todas as expressões artísticas, abrindo espaço para o que há de novo na produção cultural, mas sem deixar de lado a valorização das tradições populares.“O Festival Pernambuco Meu País se coloca como uma política pública fundamental, guiada por critérios que fortalecem e valorizam a cadeia produtiva da cultura. A curadoria terá como prioridade o protagonismo dos artistas pernambucanos, em especial da cultura popular, mas também se conectando com a produção artística nacional, e dando amplo espaço para outras linguagens artísticas como artesanato, dança, circo, teatro, cinema, música, literatura, artes visuais, patrimônio cultural, fotografia e design e moda, bem como espaços de formação de plateia, entre tantas outras abordagens”, afirmou a secretária de Cultura de Pernambuco, Cacau de Paula.

“A intenção do Governo de Pernambuco é promover um evento com o compromisso na produção do conhecimento e no papel transformador que a cultura exerce na vida das pessoas. O Festival Pernambuco Meu País será uma plataforma de construção de novos saberes e fazeres culturais, e deixará um legado importante como a formação de novos públicos nas diversas linguagens artísticas e a contribuição na formação da identidade pernambucana”, ressaltou a presidente da Fundarpe, Renata Borba.Com o formato itinerante por sete municípios pernambucanos, os recursos públicos serão destinados a alcançar, de forma inclusiva e democrática, uma vasta cadeia de artistas e profissionais da técnica e produção, conectando a classe artística nacional a um imensurável público.Serviço:Festival Pernambuco Meu PaísInscrições: de 6 a 15 de maio de 2024, exclusivamente através do Mapa Cultural de PernambucoResultado final: 5 de junho de 2024Aberto para todas as linguagens artísticas.

Do G1 PE

Share

BEZERRENSE ZITO FARIAS RECEBE TÍTULO DE “NOTÓRIO SABER EM CULTURA POPULAR” PELA UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO

Fidedigno representante da arte, cultura e música regional, o bezerrense José Farias (Zito Farias) recebeu, na última semana, o Título Notório Saber em Cultura Popular pela Universidade de Pernambuco (UPE). A honraria foi criada pela Resolução Nº 023/2019, do Conselho Universitário (Consul/UPE) e é concedida para pessoas detentoras de experiência e produção em linguagens e artes da cultura popular. A 3ª edição da entrega de títulos de Notório Saber em Cultura Popular contou com 13 homenageados, sendo 06 deles com o título de Patrimônio Vivo, concedido pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). No caso de Zito Farias, ele é um dos criadores do Hino de Bezerros, tendo participado como arranjador musical. O título foi entregue durante uma solenidade realizada no auditório da instituição, no Recife. Na ocasião, a UPE também concedeu uma menção honrosa (in memoriam) ao historiador e jornalista Leonardo Antônio Dantas da Silva, falecido em novembro de 2023. Dantas também era Patrimônio Vivo e integrou o Conselho de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco.

Share

QUINTA-FEIRA DE MÚSICA

A “Quinta Cultural” é um projeto que foi criado em 2023 através da iniciativa de Andresson Francisco, presidente da ACMB – Associação Cultural e Musical de Bezerros, desenvolvido em parceria com escritor e produtor cultural Lunas Costa, do Bistrô do Matuto, com o objetivo de realizar algum evento cultural na última quinta-feira dos meses que não possuíssem programação festiva, e assim realizar uma certa movimentação na cidade, promovendo uma opção de diversão para os adeptos da cultura popular nordestina. Em suas edições anteriores o evento reuniu vários artistas, poetas, declamadores, repentistas, tocadores de viola, músicos, entre outros. É importante ressaltar que a apresentação dos artistas é de forma voluntária, sem remuneração financeira, e o som utilizado nas apresentações pertence ao próprio Andresson Francisco, idealizador do projeto. O evento começa às 19h, na Praça da Bandeira (por trás da Igreja Matriz de São José). Prestigiar nossos artistas locais nesse evento é também uma forma de homenagear e agradecer pelos esforços e a grande iniciativa dos idealizadores e disseminadores da nossa cultura e dos nossos talentos humanos. Parabéns!

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DA QUINTA CULTURAL

A edição dessa próxima “Quinta Cultural” 25/04, que ainda não tinha ocorrido em 2024, está imperdível e pretende promover um momento muito descontraído e regado de muita música, pois contará com uma programação especial, sendo realizada com a participação dos artistas locais que tiveram seus projetos culturais contemplados pela Lei Paulo Gustavo, e se apresentarão na Praça da Bandeira conforme horário divulgado:

19h30Projeto Canto Nordestino – Mateus Aboiador / 20hProjeto Joseane Xavier Canta o Amor – Joseane Xavier / 20h 30Projeto Além do Tom – Toninho Lima / 21hProjeto Gonzagueando na Terra do Papangu – Os Kabras das Peste. Nossa redação parabeniza todos os artistas contemplados pela Lei Paulo Gustavo em Bezerros, em especial os que irão se apresentar na Quinta Cultural.

POETA BEZERRENSE SERÁ PALESTRANTE NO III ENCONTRO REGIONAL DE CORDELISTAS DA BACIA DO UNA

O popular e muito querido no meio literário, o bezerrense, poeta e escritor, Severino Pedro, será um dos palestrantes convidados para o CORDELUNA – III Encontro Regional de Cordelistas da Bacia do Una, que será realizado na próxima sexta-feira 26/04, na cidade de Palmares – PE. O Evento contará com apresentação de quatro palestrantes: o poeta Severino Pedro (Bezerros), o poeta e artesão Meca Moreno (Recife), o cordelista Dedo Leocádio (Escada), e o poeta e cordelista José Jardeano (Cupira). Dentro da programação estão previstos recital com cordelistas, entrega de menções honrosas, roda de conversa sobre as ações do MinC e da SECULT – PE, em prol do cordel, e inauguração da Biblioteca Meca Moreno. Pela manhã o evento acontecerá no Cine Teatro Apolo, e a tarde na Biblioteca Prof. Fenelon Barreto, ambos os locais no município de Palmares. Severino Pedro palestrará sobre o tema “Os desafios da propagação do Cordel em sala de aula”, temática essa muito pertinente ao trabalho que ele já vem desenvolvendo em algumas escolas de Bezerros. Ao final do evento acontecerá o lançamento da “I Antologia dos Cordelistas da Bacia do Rio Una – Edição Água Preta”, além das entregas de certificados e homenagens. Sucesso a esse bezerrense que tem se agigantado no cenário literário e levado o nome de nossa cidade para muitos outros lugares.

DOMINGO DE CANTORIA

O CCPB – Centro Cultural Popular de Bezerros estará realizando na tarde deste domingo, 28/04, a 3ª Cantoria de Viola, com início previsto a partir das 15h. O evento contará a apresentação dos Poetas Cantadores Biu Lourenço e Edson Bezerra, e tem como objetivo uma causa solidária, para arrecadar recursos financeiros em prol do Poeta Cantador Luizinho Violeiro, que infelizmente sofreu um AVC recentemente. A participação nesse evento tem uma grande relevância cultural e social, unindo os disseminadores da cultura ao propósito de ajudar um de seus admiráveis artistas Poeta Cantador, portanto, a arrecadação dos recursos poderá também ser realizada por aqueles que não se farão presentes, mas que se solidarizam com a causa.

O Centro Cultural Popular de Bezerros fica no seguinte endereço: Rua nove de janeiro, n° 168 – Centro (Próximo ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais). Para mais informações, os interessados em abraçar a causa em beneficio do Poeta Luizinho Violeiro, poderão entrar em contato com o Poeta Biu Lourenço, pelo telefone (81) 99800-8246.

Share

FLIBEZ ON-LINE

A programação virtual antecipada da 3ª FLIBEZ – Festa Literária de Bezerros contou com mais dois eventos on-line no último final de semana. No sábado 20/04 aconteceu a realização do painel sobre a “Diversidade Literária”, que recebeu como convidados o escritor, músico e maestro Hilton Souza, e a advogada Janaina Francine, tendo como mediador o escritor Pierre Pessoa, todos membros do Clube de Leitura Ronaldo Souto Maior. Já no domingo 21/04, foi a vez da FLIBEZ CAST, com apresentação de Gerson Andrade e participação de do autor João Andrade, o quadrinista Roney Padilhas, e as escritoras Natacha e Stéfani. Ambos os eventos foram transmitidos pelo canal @SOBRETUDOTV1, na plataforma do YouTube. Importante ressaltar que a FLIBEZ ON-LINE é uma iniciativa da 3ª FLIBEZ – Festa Literária de Bezerros, que tem o objetivo de democratizar através da internet o acesso dos painéis literários e palestras para todas as pessoas. A FLIBEZ é uma realização do Bistrô do Matuto Produções Multiculturais e tem o patrocínio da CORD Editora, empreendimento do cordelista Nelson Lima.

EVENTO LITERÁRIO EM CARUARU

Na noite do sábado 20/04 realizou-se na sede da ACACCIL – Academia Caruaruense de Cultura Ciências e Letras Acácio, um evento do qual participaram escritores e amantes da leitura e literatura de Caruaru, promovido pela UBE – União Brasileira de Escritores (núcleo Caruaru), cujo objetivo principal é discutir políticas culturais que atenda os interesses dos associados e defender seus interesses em todas as manifestações literárias, poesia e prosa. Na ocasião foram homenageados vários escritores, com destaque para os acadêmicos da ALAOMPE – Academia de Letras Artes e Ofícios de Pernambuco, Anchieta Antunes e Dea Coirolo que realizou a leitura do poema Caruaru, do livro de sua autoria “Mandacaru”. Ainda durante o evento, a presidenta da UBE, Rosalva Santos, fez a entrega do convite da entidade ao Vereador Bruno lambreta, Presidente da Câmara de Vereadores de Caruaru e ao Presidente da Comissão de Educação Cultura e Esportes de Caruaru, Jorge Quintino.

CLUBE DE LEITURA RONALDO SOUTO MAIOR

Nesta segunda-feira 22/04 acontece a reunião ordinária do Clube de Leitura Ronaldo Souto Maior, seguindo seu novo calendário de encontros. A pauta principal desta programação, além da apresentação de leituras realizadas pelos membros, será para receber a nova integrante convidada, a professora Simone Furetti, que passa agora a integrar o grupo de leitores assíduos que se reúnem mensalmente. Conforme a foto abaixo, atualmente o Clube de Leitura conta com os respectivos membros ativos: Mateus Aboiador, Severino Pedro, Mariana de Jesus, Diogo Pessôa, Janaina Francine, Hilton Souza (presidente), Pierre Pessôa e Cícera Santos. O clube de leitura recebeu o nome de Ronaldo Souto Maior como homenagem a esse grande historiador e escritor que tanto contribuiu com a história de nosso município. A criação do clube teve como objetivo reunir os escritores e amantes da leitura para discutir temas literários e compartilhar leituras sobre obras de suas autorias ou de outros escritores, necessidade que alguns leitores e escritores sentiam com a falta dessa interação.

Share

QUINTA-FEIRA EUCARÍSTICA

Logo mais na noite de hoje 18/04, acontecerá o show católico com o cantor Anderson Santos (da Caravana das Santas Chagas), que proporcionará um momento especial de oração, cura e louvor. O evento musical faz parte da programação da “Quinta-feira Eucarística” promovido pela Paróquia São José dos Bezerros, previsto para iniciar-se às 20h30, após a Santa Missa. Durante o dia de hoje, na respectiva igreja ficará exposta ao público a “Relíquia das Luvas de São Pio de Pietrelcina”.

TIO EM B

SARAU SOLIDÁRIO

Na noite deste sábado 20/04, às 19h30, acontecerá na sede da AFABE – Associação dos Filhos e Amigos de Bezerros, um ensejo cultural com entrada gratuita, mas que objetiva-se também ao recebimento de pix solidário (opcional) em prol do poeta bezerrense Júlio Silva (Júlio do Juá). A “Vivência Cultural” como foi denominado o evento, promete realizar um momento descontraído, harmonioso e inspirador, regado de poesias e prosas em um bate-papo interativo e divertido, apresentado pelo poeta e seus convidados. Júlio é agricultor, residente do sítio do Juá, além de cantor, compositor e cordelista, popularmente conhecido por sua militância em movimentos sociais e pelo meio ambiente.

EVENTO ON-LINE

Ainda na noite deste sábado 20/04, às 20h, em um ambiente virtual acontecerá a FLIBEZ ON-LINE, transmitida pelo canal @SOBRETUDOTV1 na plataforma do YouTube. Com a temática “A Ciência da Poesia em Sala de Aula”, o evento terá como convidada Luiza Saraiva, professora, escritora, gestora educacional e bacharelanda em Direito, e será mediado pelo escritor e produtor Cultural Lunas Costa, e pela historiadora, pedagoga e escritora Maria do Carmo Silva. O experimento faz parte da programação prévia da 3ª Festa Literária de Bezerros que será realizada de 3 a 5 de maio ainda este ano.

PALESTRA EM GRAVATÁ

Na próxima terça-feira 23/04, às 19h, acontecerá a palestra com o tema “As Várias Representações de Cristo na Arte”, proferida por Rosalie Gallo Y Sanches, Dra. em Teoria Literária pela UNESP. O evento será promovido pela ALAG – Academia de Letras e Artes de Gravatá, conta com o apoio da Secretaria Municipal de Educação de Gravatá, será aberto ao público interessado e vai ocorrer no auditório da Secretaria de Educação, situado na Av. Agamenon Magalhães, 61 – Prado. A renomada professora e escritora rio-pretense Rosalie Gallo y Sanches possui diversas produções bibliográficas, é conhecida por sua trajetória literária, pela rica contribuição à literatura, e por seu currículo acadêmico admirável, Atualmente é Membro de corpo editorial da Kapiiuara e Membro de corpo editorial da JLetras.

ANTOLOGIA VOZES DE AÇO

Recentemente foi publicado o livro “Vozes de Aço” que faz parte da XXVI Antologia Poética de Diversos Autores, com lançamento em noite de autógrafo no Rio de Janeiro. A respectiva edição foi especialmente em homenagem ao famoso escritor goiano Edir Meirelles – conhecido nacionalmente como o “Vaqueiro Poeta, lavrador de palavras”, e notável militante e ativista cultural no Brasil. Entre as obras poéticas de escritores de todo o país, selecionadas para compor a antologia, a poesia vencedora em 1º lugar intitulada “Bacantes – Homenagem a Edir Meirelles”, foi da escritora Uruguaiana Dea Coirolo, que reside na cidade de Gravatá e é acadêmica da ALAG – Academia de Letras e  Artes de Gravatá, e da ALAOMPE – Academia de Letras, Artes e Ofícios Municipais de Pernambuco, cuja sede é em nosso município. Dea Coirolo desempenha também já há alguns anos uma participação muito ativa nas atividades acadêmicas e eventos culturais realizados em Bezerros.

Share

Nena Borges Habilitada para Concorrer ao Patrimônio Vivo de Pernambuco

Nena Borges Habilitada para Concorrer ao Patrimônio Vivo de Pernambuco. A Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco – SECULT divulgou no último Sábado, dia 13, a relação de Habilitados para Concorrer ao 19°Concurso de Registro do Patrimônio Vivo de Pernambuco 2024, e Bezerros está na Lista! Indicaca pela Associação dos Filhos e Amigos de Bezerros – AFABE, a xilogravurista Nena Borges foi Habilitada, passando para a fase de análise de Mérito. A Obra de Nena Borges não retrata apenas o cotidiano do Nordeste, história do cangaço, religião, questões sociais e políticas, mas, através de uma temática variada, retrata uma mulher assumindo vários papéis e ocupando diversos espaços na gravura. A mulher na xilogravura de Nena Borges toca com violeiros, dança, reza, ama, namora, planta, brinca, atravessa as imagens lutando e opondo-se contra a invisibilidade, ela é mãe, é filha, é resistência. Até o próximo semestre saberemos se Bezerros terá uma nova Patrimônio Vivo, se juntando a Lula Vassoureiro e a J. Borges. É a AFABE trabalhando um prol da Cultura de Bezerros!

Share

UM MOMENTO ESPECIAL

O evento de lançamento do livro “Poesia – a arte que me habita”, da escritora, artesã e professora Cristina Silva, que ocorreu no último sábado 13/04 na câmara de vereadores, foi um sucesso aclamado pela classe literária local e por muitos amigos, familiares, professores, alunos e convidados de cidades circunvizinhas. O espaço ficou totalmente ocupado pelos convidados que foram recepcionados com um coquetel, e na ocasião a autora foi sabatinada, celebrando também o seu aniversário em meio a apresentações musicais, declamações de aboios e poesias, bem como como discursos de personalidades presentes e o momento de autógrafo de seu livro. E mais uma vez um evento cultural mostrou a efervescência de seus adeptos e a cultura literária bezerrense foi agraciada por uma nova obra.

 PAUTA BEZERRENSE

No sábado também foi dia de destaque cultural bezerrense na cidade de Bonito – Pe. A convite do popular radialista Walmir Lima, o poeta Severino Pedro e o escritor e produtor Cultural Lunas Costa foram convidados do Programa Debate Verdade da Rádio Verdade FM. A pauta foi sobre a III FLIBEZ que será realizada em Bezerros em seu terceiro ano de edição. A FILIBEZ – Festa Literária de Bezerros será realizada de 03 a 05 de maio deste ano, e contará com uma programação diversificada com shows musicais, atrações culturais e recreativas, palestras, lançamentos de livros, exposição comercial, entrevistas e saraus poéticos. A realização do evento é uma produção independente do Bistrô do Matuto Produções Multiculturais. Para mais  informações sobre este evento acompanhe semanalmente a nossa agenda cultural.

PRESIDÊNCIA PROVISÓRIA

Neste domingo 14/04, a Academia de Letras, Artes e Ofícios de Pernambuco – ALAOMPE, divulgou em sua reunião ordinária a desincompatibilização eleitoral dos confrades Edgar Lino Ferreira (pré-candidato a vereador/Bezerros) e Ozéias Caetano da Silva (pré-candidato a prefeito/Sairé). Respectivamente, presidente e vice-presidente da entidade acadêmica, Edgar Lino e Ozéias Caetano, afastaram-se formalmente da diretoria executiva, conforme exigências da legislação eleitoral. Com a desincompatibilização dos referidos acadêmicos, Mariana Helena de Jesus que ocupava o cargo de secretária-geral na ALAOMPE, assumiu interinamente a presidência da instituição até o dia 13 de outubro de 2024.

MUSICALIDADE CULTURAL

Também no final da tarde do último domingo, os poetas repentistas Biu Lourenço e Edson Bezerra enalteceram o Ponto de Cultura Bistrô do Matuto com uma grande e bela cantoria de viola. O Produtor Cultural Lunas Costa, responsável pela realização do evento, vem reunindo e fidelizando um grupo de amantes da cantoria através desses frequentes encontros, em um espaço alegre e descontraído que busca manter a tradição da musicalidade cultural raiz, especialmente da poesia cantada através da literatura oral e do cordel sob a forma do repente.

Share