Amantes da Viola de luto com a partida de Valdir Teles

A Viola e o Repente deu uma silenciada na tarde deste domingo (22), um dos seus maiores expoentes, o repentista Valdir Teles, faleceu. Poeta de versos rápidos, Valdir era um dos mais aclamados e reconhecidos do nordeste.

Uma grande perda para os amantes da cantoria, Teles tinha 64 anos, morava em Tuparetama-PE, e a causa da morte foi um infarto. Valdir Teles se apresentaria em Bezerros no dia 02 de Agosto no clube BNB sob a coordenação do produtor Zé Carlos.

Share

Restaurante prepara tarde em comemoração a Data Magna de Pernambuco

Hoje tem homenagem a data Magna em Bezerros, vai ser o “Dia de Pernambuco”, no Restaurante Erivaldo da Carne de Sol, que fica na Via local da cidade. A partir das 13h, com muita música de Alceu, Chico Science, Geraldo Azevedo, Luiz Gonzaga, Petrucio Amorim e muitos outros artistas pernambucanos. Aninha Max é quem vai rolar o som. O restaurante de Erivaldo da Carne de Sol está localizado no posto Liu Pneus, na BR 232.

Share

Bloco da Educação desfilou no carnaval de Bezerros

Da Assessoria de imprensa

O Bloco Educarnaval, composto por professores, alunos e funcionários da educação, fez nesta quarta feira, dia 19, um bonito desfile pelo corredor da Folia dos Papangus, até o Palco Cultural Gilmar Silvestre, onde a festa continuou com D’ Breck, para um público que lotou as arquibancadas. O desfile do Educarnaval, Ano XXVII contou ainda com grandes atrações culturais, começando com o Boi Maracatu de Arcorverde, e os grupos de danças  Papanguarte, Folc Popular e Gravatart; orquestras de frevo, carros de som a animada galera do programa Vida Ativa foram outras atrações que levaram milhares de foliões as ruas da terra dos papangus. 

Share

Centro Nacional de Folclore apresenta arte secular pernambucana

DISTRITO FEDERAL, Brasília – O Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, (CNFCP-Iphan) inaugura na Sala do Artista Popular (SAP), no dia 13 de fevereiro, a exposição ‘Terra do Papangu: máscaras de carnaval de Bezerros (PE)’, expressão típica da festa popular nessa cidade do agreste pernambucano.


Foto: Franscisco Moreira da Costa

Os foliões que visitarem a mostra poderão aproveitar para incrementar a fantasia de carnaval, já que as peças também estarão à venda, nos mais variados estilos: desde os tons mais sóbrios, com menos variação de cores, até as mais coloridas, com contornos dourados e inspiração veneziana.

As máscaras são feitas de papel maché ou de papel colé (papietagem), que é colocado sobre um molde de gesso e em seguida retirado e pintado de branco, para então o artesão colorir com tinta, imprimindo seu estilo. Além de fazer a diversão no carnaval de Bezerros, elas se tornaram objeto decorativo: são produzidas em tamanhos maiores, para enfeitar paredes, ou em menores, para servir como ímã de geladeira, chaveiro, souvenir ou quadros pequenos.

O papangu
Principal personagem do carnaval em Bezerros, o papangu passou por diversas transformações ao longo de sua história já secular. Tendo várias versões para a origem, o que sempre o caracterizou foi o fato de que a fantasia cobria a pessoa por inteiro, escondendo todas as partes do corpo com o objetivo de que não fosse identificada. Garantindo assim o anonimato, o folião saía pelas ruas da cidade no carnaval, sozinho ou em grupo, assustando e brincando com outros passantes. “A gente diz que papangu não tem sexo. É feito os anjos. Você não sabe se é homem ou se é mulher. Ele vai disfarçar a voz, o andar, tudo o mais, você nunca sabe quem está por trás daquela máscara”, conta a artista Maria Josileide dos Santos.

Além disso, os papangus entravam nas casas para brincar e comer. A principal iguaria da culinária local era o angu. Diz-se que daí vem o nome do personagem: papa angu. Atualmente há também o Concurso do Papangu, que impulsiona o aparecimento de fantasias mais elaboradas e estilizadas.

Sala do Artista Popular (SAP)
A SAP foi criada em 1983, com o intuito de ser um espaço de exposições de curta duração, voltado para difundir e comercializar as obras de artistas e comunidades artesanais. O catálogo de cada exposição é desenvolvido a partir de pesquisa etnográfica e documentação fotográfica realizada pela equipe do CNFCP.

A partir da divulgação e do contato direto com o público, abrem-se oportunidades de expansão de mercado e da produção para esses artistas e comunidades. Desde sua criação já foram realizadas 200 exposições na SAP, sendo
Terra do papangu: máscaras do carnaval em Bezerros (PE) a 202ª.

Exposição: ‘Terra do papangu: máscaras do carnaval em Bezerros (PE)’
Inauguração: 13 de fevereiro, às 17h
Período:13 de fevereiro a 15 de março de 2020
Dias e horários:
Terça-feira a sexta-feira, das 11h às 18h
Sábados, domingos e feriados, das 15 às 18h
Local: Sala do Artista Popular / CNFCP / Iphan
Endereço: R. do Catete, 179 – Glória, Rio de Janeiro (RJ)

IFHAN

Share

Banda Cônego Alexandre concorrerá ao título de patrimônio vivo do estado

Nos dias 1 e 2 de fevereiro a Sociedade Banda Musical Cônego Alexandre Cavalcanti estará recebendo a projetista Elaine Una do Quilombo Cultural Casa Coletivo de Olinda. Elaine será responsável pela elaboração do projeto que busca o reconhecimento da Banda Cônego Alexandre Cavalcanti como Patrimônio Vivo do estado de Pernambuco. Criada em 1918, a Banda Cônego Alexandre Cavalcanti possui a mais antiga escola de música em funcionamento no município, além disso sua orquestra de frevo é reverenciada como a mais importante do carnaval do papangu. Segundo a diretoria, o período carnavalesco é propício para dar início a uma campanha de mobilização popular chamada EU SOU DA BANDA CÔNEGO, já que todo bezerrense costuma dizer “eu sou” admirador da Banda Cônego Alexandre Cavalcanti e, verá muitas vezes a banda nas ruas. Nesse ano de 2020 a banda tem conseguido uma maior evidência, devido a Secretaria de Turismo e Cultura ter convidado a banda Cônego Alexandre Cavalcanti pra tocar no palco do baile municipal de Bezerros, pela primeira vez em 18 anos de baile municipal e também pela alegria de termos como homenageado do Baile Municipal o trompetista e maestro Toinho que, foi regente da banda Cônego Alexandre por mais de uma década. Elaine Una iniciará o processo de coleta de provas que a banda merece receber o título e, organizará as equipes de trabalho que estarão empenhadas em diversas funções tipo: colher assinatura para o abaixo assinado, levantamento histórico-fotográfico da banda, coleta de depoimentos de personalidades e autoridades, e muitas outras ações. Participe conosco, use nosso tema na sua foto do facebook, assine nosso abaixo assinado, vista a camiseta da banda, convide alguém pra ser sócio vamos mostrar ao estado de Pernambuco o valor que a banda tem.

Por Lunas Costa

Share

Confira a participação de Matheus Aboiador no show de Mano Walter em Camocim

O bezerrense Mateus Aboiador fez uma bela apresentação ao lado do cantor Mano Walter durante a festa de São Félix na cidade de Camocim. O final de semana de festa na cidade vizinha atraiu milhares de bezerrenses. Veja vídeo clicando na imagem.

“Graças à Deus, mais um sonho realizado, cantei com meu ídolo Mano Walter, tenho orgulho em ser fã desse cara, um artista ímpar, muito humilde, talentoso e carismático, merecedor de todo sucesso que está conquistando, que Deus o abençoe sempre. Nunca desista, à sua hora vai chegar, tudo no tempo de Deus”.

Share

23 ANOS COM O PRAZER DE DANÇAR A CULTURA PERNAMBUCANA

Há vinte anos uma semente cultural, que viraria a árvore frondosa, foi plantada pelas mãos do eterno e ex-prefeito Lucas Cardoso. Através de uma oficina de danças, direcionada para os professores da rede municipal, chegava o mestre, coreógrafo e professor @carlospapanguarte1 e daí começava a mudança da cultura de Bezerros. Hoje o @papanguarte está de Parabéns, mas quem ganha o presente é Bezerros, na verdade é Pernambuco e o Brasil por ter essa referência em cultura viva.
Parabéns Mestre CARLOS MARQUES…
Obrigado PAPANGUARTE!
Viva a Cultura!

Equipe Papanguarte

Share

XVIII BAILE MUNICIPAL: INGRESSOS INDIVIDUAIS SERÃO VENDIDOS POR 30 REAIS

A prefeitura de Bezerros já divulgou as atrações do Baile Municipal. A prévia teve a sua primeira edição em 2002, no governo Samuel Domingos. Na época, o lucro da festa era convertido para instituições do município.
As vendas do primeiro lote começam na segunda (13) e seguem até o dia 21 de janeiro. Serão comercializados ingressos individuais, camarotes e mesas internas e externas. Vão se apresentar no Baile Municipal André Rio, Maestro Spok, Marrom Brasileiro, Bateria Cabulosa e Orquestra Cônego Alexandre Cavalcanti.

Os pontos de venda são Alciene dos Cartões e Secretaria de Turismo e Cultura, em Bezerros; e Banca Terceiro Mundo e Quiosque Case & Cia (Caruaru Shopping e Shopping Difusora), em Caruaru. Maiores informações podem ser adquiridas através da Secretaria de Turismo e Cultura (Seturc), localizada na Travessa XV de Novembro, centro, Bezerros, ou pelo número (81) 3728.6706.

Confira os valores (primeiro lote):

Camarotes: R$ 1.200 (10 pessoas)
Mesas internas: R$ 500 (6 pessoas)
Mesas externas: R$ 400 (4 pessoas)
Individuais: R$ 30

Share

Primeiro encontro de carros antigos e rebaixados de Bezerros


Será neste Domingo, 12 de Janeiro, a partir das 14 horas no Society Club do Gabeira o primeiro encontro de carros antigos e rebaixados de Bezerros. A #EQUIPEBR232BEZERROSPE aguarda a sua presença. Traga o seu carro antigo ou rebaixado e venha com a sua família prestigiar e apreciar essas raridades. O evento tem a organização de Val ( adesivos camisas) e o apoio do vereador Gabeira. Mais informações entrar em contato pelo número 99747459.

Share

FOLIÕES CAEM NO PASSO NA ALVORADA

O dia amanheceu ao som dos clarins pelas ruas de Bezerros. A girândola das 5h anunciava alvorada do último dia do ano. A banda musical Cônego Alexandre Cavalcanti tradicionalmente arrastou os foliões com muito frevo pelas ruas de Bezerros. Afinal, o ano termina já anunciando o carnaval que se avizinha. O vídeo abaixo foi publicado nos grupos de Whatsapp.

Share

Último final de semana do ano com muita música em Bezerros

Este final de semana passado, o último de 2019, foi marcado por muitas apresentações musicais na cidade de Bezerros, no anfiteatro da Braça da Bandeira no palco da virada, com bom público prestigiando os festejos do Natal Sagrado e da Festa da Virada. No anfiteatro aconteceu nos dois dias, apresentações de cantadores de repente e ainda a retreta natalina com a sociedade Banda Musical Cônego Alexandre Cavalcante, enquanto no palco da virada as bandas O Disco, Rodrigo Lins e os Intocáveis, Retrodac e as irmãs Lima fizeram a festa acontecer. A festa continua nesta segunda feira, dia 30 com Manassés Moura e o musical Quebra Nozes na Praça da Bandeira, onde também acontecerá o sorteio Natal da Sorte, a CDL. Já no palco da virada Luizinho Moreno e Carlinhos Bala serão as atrações da noite.

Da Assessoria de Imprensa da prefeitura

Share

Tinha que ser em ” bezerros”

Virou meme na internet está semana uma placa de trânsito sobre vagas para estacionamento de motocicletas no centro de Bezerros. Invés de 10 vagas foi grafado 10 vacas. ‘No país da piada pronta’, os internautas ‘desconsideraram’ o erro e passaram a fazer referência humorada ao nome da cidade.

Share

Natal Sagrado 2019: Projeção Mapeada promete encantar o público em Bezerros

O Natal Sagrado de Bezerros vem com tudo e traz um super espetáculo de tecnologia e fé. A Projeção Mapeada na Igreja Matriz de São José promete emocionar a multidão que vai lotar o Centro da cidade. Os artistas Henrique Barbosa, Serginho Brayner, Lady Falcão, Patrícia Vasconcelos e Nívea Norbelly vão encantar a todos com a Cantata Natalina, uma das atrações do espetáculo.
Portanto, esperamos você e sua família para juntos sentirmos essa emoção! Nos dias 24 e 25 de dezembro, às 19h e 21h, em frente à Igreja Matriz de São José em Bezerros.  

Share

Coreógrafo e fundador do Papanguarte é homenageado em Gravata


O coreógrafo e fundador do Papanguarte balé popular de Bezerros foi homenageado no último domingo, 1 de dezembro, durante o espetáculo: O que é, o que é? do Movimento de Dança Wanderson José. Carlos participou do show no quadro em homenagem a Mateus personagem interpretado por ele mesclado com as figuras das catirinas. Foi um momento mágico e encantador. No final, o professor Wanderson José agradeceu e parabenizou a participação no espetáculo e de sua importância em relação a dança popular na região. Ressaltou ainda que o que sabe sobre cultura popular foi através dos ensinamentos repassados por ele através de seus alunos do Movimento WJ no qual também fazem parte do Papanguarte.

Share