Flagrante

Internautas divulgaram nas redes sociais nesta quinta-feira (14) flagrante de combustão no lixão de Bezerros. O fato tende a se repetir com mais frequência por conta verão.

Share

Licitação prevê contratar empresa para cuidar do lixo em Bezerros

Um edital foi lançado pela prefeitura de Bezerros objetivando contratar empresa para cuidar da destinação correta do lixo produzido no município. O munícipio vive o dilema em desativar definitivamente o lixão. A reciclagem do lixo e a destinação correta de resíduos orgânicos é o caminho para resolver o grave problema. A redação encaminhou a prefeitura um pedido de mais esclarecimentos sobre a matéria.

Share

Bezerros promove audiência pública sobre animais

Representantes de ONGs de Bezerros e Caruaru, defensores dos animais, participaram de uma audiência pública em Bezerros. O evento aconteceu em plena tarde de domingo na Câmara Municipal e procurou debater políticas públicas para os animais. Além do presidente da Câmara de Vereadores, vereador Gabeira, se fizeram presentes o advogado, jornalista e criador do GAEDA – Grupo de Apoio Especial e Defesa animal de Caruaru, Anderson Correia, Dr William Pessoa membro do GAEDA, Ricardo Torres da Amparo Animal de Bezerros, Dalvanise da Aparbe, o veterinário Ítalo Kokai e sociedade civil. A ocasião foi importante para se debater idéias que vão ajudar com auxílio jurídico em resolver dificuldade encontradas pelo protetores .

Share

JOÃO ALBERTO DESTACA JARDIM BOTÂNICO DO REI DAVID

O colunista João Alberto ( Diário de Pernambuco) destacou o empreendimento em Bezerros.

Mario Gil Rodrigues

Pernambuco vai ganhar seu segundo jardim botânico, por iniciativa do advogado Mário Gil Rodrigues. Ficará na Fazenda Rei David, em Bezerros, numa área de 60mil metros quadrados, que terá Centro Cultural, Unidade de Conservação da Catinga, jardins temáticos e pista de cooper arborizada. A instalação da fundação que vai gerir o espaço e será presidida pelo desembargador Adalberto de Oliveira Melo, acontece sábado, com a participação do prefeito Breno Borba. Evento terá a participação da Orquestra Criança Cidadã e do grupo folclórico Papanguarte e terminará com a abertura da trilha ecológica. Todo o espaço será inaugurado no primeiro trimestre do próximo ano.

Share

Procurador-geral de Justiça avisa que vai denunciar criminalmente prefeitos que mantêm lixão em Pernambuco

“Lixões são coisa de terceiro mundo. Ferem frontalmente o meio ambiente e a dignidade da pessoa humana, uma vez que cidadãos passam a conviver em estado de miséria medieval. Não podemos admitir que em um Estado com 184 municípios, tenhamos 99 lixões. Vamos abrir procedimentos investigativos criminais contra todos os prefeitos em que seus municípios ainda detêm lixões em busca de que seus gestores tomem a mesma iniciativa que o de Floresta, de vir ao MPPE, através do nosso Centro de Apoio Operacional às Promotorias do Meio Ambiente (Caop Meio Ambiente), propor medidas para que seja possível o cumprimento do que diz a política nacional de resíduos sólidos. Elaboramos um projeto ‘Pernambuco verde: lixão zero’ em conjunto com o TCE e a Procuradoria do Tribunal de Contas. Vamos tentar acabar com os lixões usando o Acordo de Não Persecução penal, mas se algum prefeito desejar manter ‘lixão’ será denunciado criminalmente. Estamos elaborando um cronograma para zerar os lixões até dezembro de 2020. Já recebemos do TCE todos os laudos constatando as irregularidades e as cidades que insistem em ter ‘lixões’. Quero destacar a atitude do prefeito de Floresta que já se antecipou e procurou o Ministério Público para resolver em uma solução efetiva e consensual. Mas aviso: ainda esse mês, abriremos um PIC (Processos de Investigação Criminal) contra todos prefeitos que mantêm lixões em suas cidades. Teremos duas soluções: ou o lixão será encerrado ou o prefeito será denunciado criminalmente”, destacou o procurador-geral.

Share

MP determina que homem acabe com “pocilga” criada em área urbana de Bezerros

O 2º Promotor de Justiça da cidade de Bezerros, agreste pernambucano, esteve reunido nesta última quarta-feira (4) com o comerciante Luciano Justino dos Santos, após o Ministério Público tomar conhecimento da existência de um curral de porcos no Loteamento Bela Vista.

O MP já vinha investigando a criação de animais tipicamente rurais em área urbana da cidade. O ministério público constatou a existência de 36 porcos no criatório irregular.

Luciano dos Santos se comprometeu em até 60 dias (dois meses) desativar definitivamente o local, não mais criando qualquer tipo de animal rural (boi, ovelha, cabra, cavalo e porco), em área urbana. O denunciado, também ficará responsável pela limpeza no local.

Caso Luciano descumpra a determinação do MP pagará multa de R$ 50 reais por cada animal criado no local, além de responder criminalmente por desobediência do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

Fonte: Pernambuco Notícias

Share

Câmara de Vereadores e Compesa debatem o PSA IPOJUCA

Nesta quarta-feira, 28.08.2019, foi realizada uma audiência pública com a COMPESA, companhia pernambucana de saneamento, objetivando dar esclarecimentos sobre o Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do rio Ipojuca (PSA Ipojuca) que visa realizar obras de implantação de sistemas de esgotamento sanitário em cidades inseridas na bacia do Rio Ipojuca.

Estiveram presentes, o gerente regional da COMPESA, Ricardo Malta; ítalo Kokai, veterinário; João Paulo Alencastro, coordenador de serviços; o engenheiro civil Igor Ferreira, um dos responsáveis pela coordenação do projeto, o qual realizou a explanação sobre o mesmo. Sinalizando o principal objetivo do programa, a despoluição do rio Ipojuca, Igor Ferreira pontuou sobre ações ambientais e educativas executadas e em execução.

Foram discutidos na pauta a urgência do bairro São Rafael entre outras áreas que não possuem saneamento, em argumento sobre as localidades priorizadas. Explicitando este fato, Igor Ferreira afirmou que as premissas de escolhas estão pautadas em questões técnicas, fundamentalmente na carga de contribuição negativa destas localidades, ademais, informou que a região dos Bezerros não se enquadra como região saneada, apresentando uma defasagem nesse sentido. Foram informadas outras regiões alcançadas e a importância da obra adutora de Serro Azul, sinalando o benefício que esta trará para a cidade de Bezerros. Quanto ao aporte financeiro, foi mencionada que parte dos recursos foram financiados junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), constituindo 200 milhões de dólares, cerca de 61%, aportando a COMPESA com 130 milhões. Quanto ao nível de obra o intuito é alcançar 35% da área urbana constituindo um gasto de 38 milhões de reais, afirma o engenheiro.

Da Assessoria da Câmara de Vereadores

Share

Governador assina ordem de Serviço do Parque Ambiental “JANELAS PARA O RIO” para Caruaru

Em Bezerros, o projeto foi suspenso por conta do lixão. Com o impasse, o governo priorizou a cidade de Gravatá.

O deputado e ex-prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), há muito não tem mais a caneta na mão, mas postou no seu Instagram que assinou com o governador Paulo Câmara, que não se bica com a prefeita Raquel Lyra, um novo projeto para a cidade. O que dirá a tucana Raquel? Confira abaixo a publicação do pedetista.

“Atendi o convite do governador Paulo Câmara, fui ao seu Gabinete para assinatura da Ordem de Serviço do Parque Ambiental “JANELAS PARA O RIO”. Tudo começou quando eu era prefeito. Fica por trás da Escola de Tempo Integral que construímos no Bairro do Cedro onde eu nasci.

É mais um lindo Parque às margens do Rio Ipojuca, que Caruaru ganhará, somando-se aos 5 belos Parques que construímos na cidade. Um dia feliz. Obrigado governador”.

Do Blog do Magno

Share

Prefeitos começam a ser multados por conta dos lixões

Lixão de Bezerros: município vem “empurrado” o problema há decadas

Em sessão realizada na última terça-feira (20), a Primeira Câmara do TCE julgou quatro auditorias especiais que tiveram como objetivo apurar a situação do lixo nos municípios de Aliança, São Joaquim do Monte, Tracunhaém e Vertentes, referente ao ano de 2018, com base nos dados obtidos por meio do diagnóstico anual de resíduos sólidos feito pelo Tribunal de Contas.

SITUAÇÃO ATUAL – De acordo com levantamento feito pelo TCE, Pernambuco dispõe atualmente de apenas 17 aterros sanitários licenciados (cinco privados e 12 públicos),  quando o necessário para atender toda a demanda da população.seriam 54, segundo indicação do Plano Estadual de Resíduos Sólidos, realizado em 2012 pelo Governo do Estado. Em 2018, foram instaurados 112 processos de Auditoria Especial para apurar o descumprimento pelos municípios da Lei de Resíduos Sólidos.

Continue lendo aqui

Share

Brejão atinge 100% de sua capacidade

Localizado em Sairé, o manancial do Brejão (com a capacidade para comportar 1.625.000 m³ de água) está com 100% de sua capacidade de armazenamento. A Compesa informou que o sistema Sirinhaém foi suspenso enquanto o Brejão estiver vertendo. O abastecimento de Bezerros e Insurreição, distrito de Sairé, passa a ser exclusivo do manancial. As imagens foram divulgadas pelo Coordenador Regional da Compesa de Bezerros, João Paulo Alencastro.

Share

BID E PREFEITURA DISCUTIRAM SOLUÇÃO PARA O LIXÃO ANTES DO ‘JANELAS PARA O RIO’

Ainda dá o que falar o fato do Banco Internacional do Desenvolvimento (BID) suspender a construção do Parque Janelas para o rio em Bezerros. A reportagem apurou que o banco sabia da situação do lixão de Bezerros e que soluções foram acordadas justamente com a prefeitura, que deveria licitar a construção de um galpão e doar a prensa para reciclagem do lixo. Ainda segundo apuramos o material orgânico seria levado para um aterro sanitário de Caruaru. “Teve até visita técnica no local para escolher o lugar para construção do galpão e o equipamentos para os catadores”, revela a fonte consultada. Uma imagem registra uma reunião em Recife com o ex-prefeito Branquinho e representantes do banco onde se discutiu sobre a solução para o lixão de Bezerros. O governo Breno lançou nos enviou nota onde “esclarece que o município cumpriu todas as exigências prévias do programa, porém somente agora o Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID fez a exigência da desativação do lixão em caráter de urgência”. Pedimos posteriormente a assessoria de imprensa informações sobre andamento dos pontos acertados.

O diretor da ASPLAMA em audiência pública na Câmara Municipal dava como certa o início da construção do Parque em pouco meses. Ver matéria aqui

Reunião com o BID foi realizada para discutir justamente o lixão de Bezerros
Share

LIXÃO É FECHADO EM TAQUARITINGA DO NORTE; O QUE ESTAMOS ESPERANDO?

O Bezerros Hoje traz matéria do blog do Magno sobre um tema sensível ao município de Bezerros.

Início de construção de Parque Ambiental suspenso por conta do lixão de Bezerros.

A Prefeitura de Taquaritinga do Norte encerrou, ontem, de forma oficial, as atividades do lixão localizado no município. Os transtornos causados pelo lixão, além da degradação ambiental, causavam problemas de saúde para a população da Zona Rural. A área onde funcionava o lixão possui mais de 20 hectares de terra e será recuperada de forma gradativa.

O prefeito do município de Toritama, Edilson Tavares, esteve presente ao evento e elogiou a atitude do prefeito de Taquaritinga do Norte. “A maior obra de nossa gestão foi o fechamento do lixão, que nos envergonhava todo dia. De certo, prefeito Lero, essa é a maior obra de seu Governo”, disse Edilson.

Em sua fala, o prefeito de Taquaritinga do Norte agradeceu a todos que ajudaram em mais essa conquista. “Quero agradecer a nossa diretora de Meio Ambiente, Aline, e a todos os que aqui estão presenciando esse momento histórico. Agradeço também a participação do Ministério Público que também nos mostrou o caminho”, disse Lero.

O lixo produzido em Taquaritinga do Norte será destinado a um aterro sanitário localizado na Zona Rural de Caruaru, licenciado pelos órgãos ambientais.

Blog do Magno

Share

Waldemar Borges comemora parque ambiental em Gravatá

Em postagem na rede social, o deputado estadual comemora a inclusão de Gravatá no projeto Janelas para o Rio. Segundo informações que chegaram à redação, como Bezerros não atendeu as exigências do BID, o deputado articulou o projeto para Gravatá.

“Foi com alegria que recebemos a notícia, dada pelo próprio governador Paulo Câmara, que Gravatá foi incluída dentre as cidades que receberão, já neste primeiro momento, o Parque Ecológico do Projeto “Janela Para o Rio”.

Paulo nos recebeu, em seu gabinete, para a apresentação do projeto e disse que já autorizou a abertura de licitação para a realização das obras, nas quais serão investidos R$ 2,5 milhões, com execução em até oito meses. O projeto faz parte do Programa de Saneamento Ambiental da Bacia do Ipojuca, cujo investimento é do BID e do Governo do Estado, que virão se somar aos mais de R$ 30 milhões que o Governo Estadual está investindo no saneamento da cidade.

Estiveram presentes os vereadores de Gravatá, Bolo da Areia, Dode Flores, Marcelo Motos e Miaeiro de Gravatá, o ex-prefeito Ozano Brito, o ex-secretário de Finanças, Luis Jose Da Silva (Lula do Padre), e o empresário Eduardo Cavalcanti, os mesmos que foram entregar o ofício ao governador, solicitando a inclusão da cidade no projeto, no último dia 24 de julho”.

Share

“BID fez a exigência da desativação do lixão em caráter de urgência”

A prefeitura de Bezerros responde informações sobre o projeto Janelas para o Rio. Projeto foi suspenso por conta do lixão.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sobre matéria veiculada afirmando que Bezerros perdeu o Projeto Janelas para o Rio, a Prefeitura de Bezerros esclarece que o município cumpriu todas as exigências prévias do programa, porém somente agora o Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID fez a exigência da desativação do lixão em caráter de urgência. Sabemos que o lixão é um problema conhecido pela gestão e não é exclusividade de Bezerros, já que outros municípios do Estado vivem esta mesma realidade, buscando, claro, a solução definitiva para a questão. A gestão municipal inclusive sugeriu outro espaço, mas o parque deveria ter uma função social e por isso seria instalado junto a uma comunidade carente. Ressaltamos ainda que o projeto executivo está pronto, entretanto, no momento, o BID fez esta exigência e, por esse motivo, está suspenso temporariamente o início da construção do parque. Vale salientar que o município continua buscando garantir o início das obras e que não faltará esforço por parte desta gestão para que a suspensão possa ser revertida.

Share

Bezerros teria perdido para Gravatá o “Janelas para o Rio”

Bezerros teria perdido para Gravatá o projeto Janelas para o Rio, informou uma fonte. O projeto consiste na construção de um parque ambiental às margens do rio Ipojuca, logo após a ponte do Santo Antônio, com a previsão de início neste segundo semestre. A fonte informou que o problema do município é o lixão, localizado na mesma região. O prefeitura não teria dado sinal de que iria inutilizá-lo em curto prazo de tempo, uma exigência do projeto Janelas para o Rio. Ainda segundo a fonte, Gravatá receberá o projeto graças a força política do deputado Waldemar Borges (PSB), que tem forte atuação política naquele município. Gravatá, aliás, já observa o avanço do PSA Ipojuca ( projeto de saneamento básico que trata os esgotos da cidade antes de ser jogado no rio Ipojuca) enquanto que em Bezerros o projeto ainda não saiu do papel.

Share

Manuíno começa a acumular água

Construída há quase 30 anos, a barragem de Manuíno com capacidade de acumulação de dois milhões de metros cúbicos (m3) foi utilizada pela Compesa para abastecimento de uma população de 2.000 habitantes, da zona rural de Bezerros, além de ser utilizada também para a irrigação. Sua capacidade de armazenamento aumentou bastante pelas retiradas diárias de várias carradas de barro e piçarro durante esse período de estiagem. O manacial, que estava em colapso já alguns anos, começa a represar uma pequena quantidade d’água. Curiosamente já começa a plantação ao redor da barragem, segundo informa uma fonte.

Especialista em construção de barragens nos informa sobre a necessidade da COMPESA colocar o Manuíno no Projeto de Recuperação de Barragens para limpeza do terreno, desobstrução e recuperação de canaletas e retirada da vegetação dos taludes (paredes das barragens).

“Importante gerenciar melhor o controle da água para irrigação e trazer algum projeto de criação de peixe para implantar junto aos agricultores”, completa.

Share