Informação da Celpe

A Celpe, em contato com a redação, informou que a previsão de restabelecimento da energia em comunidade rural de Bezerros ( sítio Boqueirão) é para o final da tarde deste sábado (17). A demora no restabelecimento da força deve-se a necessidade de equipe e equipamentos mais pesado para solução do problema já identificado.

Share

Fia de Cajazeiras solicita melhorias nos acessos às comunidades Pé de Serra, Frutuoso, Cabugi, Esmera, Raposa e Lagoa Nova

Além disso, foi solicitada a realização de aração de terra nas comunidades mencionadas.

O vereador Fia de Cajazeiras, através de requerimento, aprovado por unanimidade no Poder Legislativo e encaminhado ao poder Executivo Municipal, solicita melhorias nas estradas que dão acesso aos Sítios de Pé de Serra, Frutuoso, Cabugi, Esmera, Raposa e Lagoa Nova, em decorrência do péssimo estado de conservação dessas vias. Além disso, foi solicitada a realização de aração de terra dos sítios mencionados anteriormente, tendo em vista que os agricultores aguardam o serviço para dar inicio as plantações, porém essas as atividades ainda não foram concretizadas. A população precisa de um respaldo com urgência.

Share

Vereador Emanuel Messias solicita reparos na estrada de Boas Novas

O vereador Emanuel de Boas Novas, após encaminhar requerimento a Secretaria de Agricultura, aprovado por unanimidade na Câmara de Vereadores, onde foi requerido o reparo da via de acesso ao distrito de Boas Novas, nesta manhã de quinta feira, (15-04) encaminha ofício a secretária Thais solicitando a efetivação da ação.
“Boas novas tem aproximadamente 30 km de distância do município é considerado um distrito de difícil acesso. As estradas se encontram numa situação deplorável, é um descaso com a população da zona rural. Esse governo utiliza um discurso de melhorias para as pessoas que habitam na área rural, porém em Boas Novas estamos vivenciando um total descaso por questões partidárias. O período de chuva está chegando na região, Boas Novas é serra, clima frio, onde sua tendência é de forte chuva na localidade, o conserto das estradas precisam ser prioridade para os agricultores se deslocarem e gerar renda. Essa perseguição política está atingindo a população por ter os seus direitos básicos rompidos. Somos todos cidadãos bezerrenses e precisamos zelar por nosso povo”, protesta.

Share

Serviços básicos ainda não foram reativados em Boas Novas

O Presidente da Câmara de Vereadores, Emanuel Messias (PSD), denunciou a interrupção dos serviços essenciais na comunidade de Boas Novas, distrito a mais de 20Km da sede do município. O vereador fez críticas a nova gestão municipal pela não continuidade dos serviços.

“Nosso posto continua sem dentista, a ambulância esta no pátio, estradas deterioradas, a nossa guarda municipal que servia muito a nossa população também foi tirada, e o kit de merenda escolar que ajudava a comunidade dos quilombolas ainda não houve capacidade de resolver esta situação para fazer as entregas. Esses são os pontos que a gente vê e que infelizmente são negativos na gestão durante esses (90) dias”, concluiu.

Share

HOMEM COM PROBLEMAS MENTAIS É RESGATADO EM SITUAÇÃO DE ESCRAVIDÃO NA ZONA RURAL DE BEZERROS

Entre os dias 15 e 17 uma ação de fiscalização estava sendo realizada pela Superintendência Regional do Trabalho de Pernambuco e pela Gerência do Trabalho em Caruaru, em parceria com o Ministério Público do Trabalho e a Polícia Federal, quando foi constatada situação análoga a de escravidão, com um trabalhador na zona rural de Bezerros. A informação foi divulgada pela Gerência nesta segunda-feira (22).

Segundo as informações divulgadas, o trabalhador, que é deficiente mental – com atestado para a doença – cuidava de animais em uma fazenda sem registro, sem garantias trabalhistas e em condições de indignidade. Ele não tinha água potável no local de trabalho, não havia instalações sanitárias como chuveiro e vaso, não havia também no local um espaço adequado para armazenamento de alimentos e não recebia salário, nos oito meses em que exerceu a função.

O trabalhador foi resgatado pela Assistência Social de Caruaru e recebeu cuidados médicos e orientação para reinserção social. O empregador foi autuado e deve ser penalizado para pagar indenização por dano moral individual e deve pagar as verbas rescisórias ao empregado, de aproximadamente R$ 11 mil.

Bezerros Agora/Rádio Cidade

Share

Sinta o drama…

Moradores, residentes entre os sítios Boqueirão e Serra Negra, pedem, mais uma vez, atenção por parte da prefeitura de Bezerros no sentido de melhorias na estrada de acesso. No trecho, há um açude que invade a passagem de veículos e obriga transeuntes a fazerem desvio para nao mergulhar literalmente na água. A pauta é antiga e vem sendo mostrada pelo site.

Share

SECRETÁRIA DE SUSTENTABILIDADE E DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO FALA SOBRE ABASTECIMENTO DE ÁGUA NA ZONA RURAL DE BEZERROS

A secretária de sustentabilidade e desenvolvimento agrário de Bezerros, Thaís Santos, reforçou sobre a importância do cadastramento das famílias do município para assegurar o recebimento de água nas cisternas rurais, bem como aração de terra e limpeza de barreiros.

Em vídeo, ela esclarece dúvidas da população bezerrense para a realização do cadastro, quais documentos são necessários, quem pode solicitar o serviço, onde e quando fazer, etc.

O cadastro também possibilita a criação de um banco de dados (até então, inexistente) que vai auxiliar ainda mais no programa de distribuição de água e demais serviços da secretaria, mediante informações que poderão ser extraídas do levantamento.

Da Diretoria de Imprensa e Comunicação

Share

“Até o condomínio de Romero está ótimo”

O internauta deve lembrar de matéria onde denúncia que açude construído entre o sitio Boqueirão e Serra Negra, propriedade privada, invadiu estrada de acesso obrigado moradores a mergulhar literalmente nas águas . Pois bem, moradores enviaram imagens deste domingo mostrando que nenhuma atitude foi tomada pelo poder público municipal. O morador, que prefere não se identificar, lembra que o acesso até o condomínio do ex- vereador Romero está em ótimas condições e faz novamente apelo à prefeitura de Bezerros.

Share

Lixo se acumula na PE97, próximo ao Sítio Jurema

O problema (já resolvido) do lixo em terreno baldio de Bezerros, chamou a atenção para outro semelhante problema, localizado às margens da PE 97, próximo a vilarejo do sítio Jurema. Imagens mostram acúmulo de lixo em sacolas plásticas. Quem passa pelo local se revolta com a situação. “O lixo fica espalhando na pista e pode acontecer um acidente e também entra no cercado. Um animal comer pode morrer muito rápido”, relata uma internauta.

Share

Terras são preparadas para plantios no Manuíno

Atualizada às 14h:49mim

A barragem do Manuíno, localizada na zona rural de Bezerros, vem acumulando água após longos anos de estiagem. Imagens feitas no final de semana mostram o novo cenário do manancial. Chama a atenção a preparação de terras para o plantio às margens da barragem. “Acho muito errado isso, logo seca porque vai impestar de plantios”, narra popular em vídeo.

Reação: moradores da região utilizaram as redes sociais para defender o uso da água para a irrigação. “Essa água é do Povo da Jurema”, desabafa uma mulher. Os plantios surgem como oportunidade de renda para muitos trabalhadores da região.

Histórico: O manancial foi construído pelo Governo do Estado no final da década 80. Em meados dos anos 1997 passou a abastecer a cidade de Riacho das Almas. A edutora foi desativada após o município ser abastecido por Jucazinho, entre 2004 e 2008.

Share

CAMOCIM DE SÃO FÉLIX: Galpão da Cooperativa de Desenvolvimento da Agricultura Familiar atenderá Bezerros

I

Cinco municípios das Regiões do Moxotó, Agreste Central e Mata Sul fizeram parte da agenda estratégica de visitas organizada e cumprida pelo time da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper). Ontem, o diretor-presidente da Agência, Roberto Abreu e Lima, e integrantes das Diretorias de Atração de Investimentos e de Infraestrutura participaram de inauguração de empreendimento e de visitas a canteiro de obras de empresas privadas atraídas e de áreas pertencentes à AD Diper em Arcoverde, Bonito, Camocim de São Felix, Pombos e Vitoria de Santo Antão.

No primeiro compromisso da comitiva, em Arcoverde, Sertão do Moxotó, a equipe prestigiou a inauguração do Novo Atacarejo, terceiro empreendimento da rede inaugurado em Pernambuco. Com investimentos de R$ 30 milhões e geração de 250 empregos diretos, a unidade integra o projeto Pernambuco, que contempla investimentos de R$ 120 milhões, 1,5 mil empregos diretos e mais de 3 mil empregos indiretos. Até 2023 serão inauguradas 15 lojas por todo o Estado com aporte total de R$ 500 milhões. Outras duas unidades já foram inauguradas, sendo uma em Carpina e outra em Vitoria de Santo Antão. A vinda do grupo para Pernambuco contou com o trabalho de articulação da Agência, sob o comando da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a qual a AD Diper é vinculada.

Obras do galpão da Coopeafa, em Camocim de São Felix. 
Foto: Fernando Melo de Albuquerque/AD Diper

Após passagem por Arcoverde, a equipe seguiu para o município de Camocim de São Felix, Agreste Central, onde visitou as obras do novo galpão da Cooperativa de Desenvolvimento da Agricultura Familiar do Estado de Pernambuco (Coopeafa). É no espaço que será instalada a unidade de beneficiamento de frutas e hortaliças que agregará valor aos produtos primários, diminuindo perdas, proporcionando a conquista de novos mercados e gerando emprego e renda para 300 famílias da região. As obras deverão ser concluídas em agosto deste ano.

O projeto é apoiado pela AD Diper, por meio de convênio, com investimentos só da Agência, de R$ 300 mil. Outros R$ 700 mil foram alcançados mediante empréstimo da Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE) e R$ 614 mil investidos pela própria Cooperativa como contrapartida financeira. A iniciativa atenderá agricultores familiares dos municípios de Camocim de São Félix; Barra de Guabiraba; Belém de Maria; Chã Grande; Bezerros e São Joaquim do Monte.

Centro de Capacitação da Yazaki, em Bonito. 
Foto: Fernando Melo de Albuquerque/AD Diper

Em Bonito, também no Agreste Central, a equipe visitou o Centro de Capacitação da Yazaki. A planta será fornecedora de chicotes automotivos para a montadora Jeep, em Goiana. Nesse centro serão treinados os futuros colaboradores da empresa. Estima-se que ainda no segundo semestre os serviços sejam iniciados. O empreendimento tem investimento esperado de R$ 60 milhões e a expectativa de geração de 1.600 empregos diretos na região quando a fábrica estiver pronta.

Ainda em Bonito, a equipe acompanhou as obras da Rio Bonito Embalagens – empresa paranaense especializada na produção de embalagens para ovos e frutas. Primeira indústria do grupo fora do Paraná, a unidade faz parte da estratégia da companhia de expandir sua atuação no Brasil, assumindo a liderança no segmento. A expectativa é gerar 150 empregos diretos quando a produção for iniciada, podendo chegar a 250 quando estiver funcionando com duas linhas. De acordo com a empresa, a intenção é concluir as obras no final deste ano.

A comitiva seguiu para a Mata Sul, no município de Pombos, onde visitou as obras da planta industrial da empresa Sabino Indústria de Embalagens, que está investindo R$ 7,4 milhões na planta e pretende empregar 150 pessoas. Outra empresa se instalando no município é a Selecto Indústria de Colchões, movimentando recursos de R$ 8,3 milhões, com a previsão de criar 80 novos postos de trabalho. A agenda foi finalizada em Vitoria de Santo Antão, com visita a unidade em obras da Fante, fabricante de bebidas como o vinho Quinta do Morgado. A planta recebe investimentos de R$ 15 milhões e pretende abrir 80 vagas.

“Voltamos muito animados. Encontramos várias obras em andamento e em ritmo acelerado. São obras com algumas unidades industriais que serão entregues ainda este ano, o que irá impactar na economia do estado”, relata o diretor-presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima.

Tribuna do Moxotó

Share

Prefeito é alvo de críticas após frequentar bar na zona rural; Decreto ainda não permite

O prefeito Breno Borba (PSB) foi alvo de críticas em uma rede social por frequentar um bar na zona rural do município, o que contraria medidas de contigenciamento da Covid-19. Apenas municípios da região metropolitana do Recife foram autorizados à reabertura. O seguimento da economia segue sem previsão de liberação no agreste. O prefeito também não estava fazendo uso da máscara, considerada essencial para frear a disseminação do vírus. A publicação foi postada na rede social no dia de ontem, domingo (19).

“Mas acredito que agora não tem mais problemas com a covid-19 pois ao chegar nesse lugar aglomerado, deparo-me com pessoas que se dizem estar preocupados com a situação da pandemia, com a saúde dos eleitores ou não eleitores, sem o uso de máscaras.
Tirem suas conclusões super fãs de políticos!
Minha intenção aqui é mostrar a hipocrisia desse pessoal ao dizer que “a… Ver mais aqui.”

Share

Barragem em propriedade interdita estrada rural

Uma estrada, que liga o sítio Boqueirão ao distrito de Serra Negra, está intransitável. A informação é que o dono da propriedade fez um açude e o aumento do volume de água invadiu a via, impedindo os moradores de passar. ” Já foi conversado com ele, mas o mesmo disse que “quem quiser que passe por dentro da água”, denuncia matéria do Portal Bezerros, que ouviu morador da localidade: “Estamos sem ajuda alguma, já fomos falar com pessoas influentes da cidade, mas não obtivemos sucesso, estamos sem poder chegar com veículos em nossas propriedades, tem pessoas idosas no local que precisam da estrada para se deslocar”.

A redação do Bezerros Hoje encaminhou a pauta à Secretaria de Agricultura, através da assessoria de Imprensa, e aguarda posicionamento.

Share

Governo do Estado assina convênio com a Coopasa de Sapucarana

Hoje a tarde a equipe da Coopasa esteve reunida com o Governador do estado, Paulo Câmara. Na ocasião, a Presidenta Maria R. Sampaio, assinou um termo de convênio com o Governo do estado de Pernambuco. O objetivo da parceria é fortalecer o desenvolvimento da cadeia produtiva do tomate em Sapucarana e demais regiões do agreste. O cooperativismo nos mostra que o trabalho coletivo gera resultados, melhorando assim a qualidade de vida do homem do campo.

Da Assessoria

Share