Comitiva para doação de sangue

Doze pessoas saíram de Bezerros para Recife nesta manhã de quinta-feira para doar sangue no Hemato dm nome do Sr. José Alexandrino, que se submeteu a um transplante de medula. O senhor Alexandrino é conhecido como Lalai da galinha, esposo de Gel. Registramos a bondade dessas pessoas para que seja mais um incentivo para outros doadores.

Share

Documentos encontrados

Foram encontrados em Bezerros os documentos de Alfredo Honório da Silva Filho. Identidade, CNH, e CLRV de um veículo motocicleta. A identidade foi emitida pelo o Estado das Alagoas e o CLRV pelo DETRAN- Caruaru. Informação falar com a redação 81 9- 96136528.

Share

Edvaldo Bernardo da Silva procura parentes em Bezerros

Recebemos mensagem de Marcelo Rezende Cardoso, que é radialista da cidade de Batatais, na Região de Ribeirão Preto no Estado de São Paulo.
Ele tenta ajudar o senhor Edvaldo Bernardo da Silva, que é natural de Bezerros, mas mora em Batatais há mais de 30 anos. Ele foi para São Paulo com o irmão, José Bernardo da Silva, que não se adaptou e resolveu voltar deixando Edvaldo lá.
Edvaldo tem 58 anos e mora sozinho. Ele é filho de D. Cecília Ana dos Santos e irmão de José, Cícero, Adriano, Noêmia, Valdirene, Rita e Helena. Edvaldo disse que seu irmão José Bernardo da Silva é bastante conhecido em Bezerros.
Quem tiver informações, pode entrar em contato com uma moça que está ajudando Ednaldo, ela se chama Custódia e o telefone é: (16) 9.9227 6094

Nome: Marcelo Rezende Cardoso
E-mail: marcelo_r_cardoso@hotmail.com

Share

Redes sociais repercutem morte de jovem de 19 anos

As redes sociais repercutem a morte prematura de uma jovem de 19 anos, que teria sido vítima de infarto nesta noite deste sábado (27). Os pais da jovem, que residem no bairro do Cruzeiro, são bastante conhecidos em Bezerros. A família pediu a redação, que retirou a imagem da jovem que circula nos grupos de Whatsapp, para não da publicidade uma vez que a sua mãe e sua avó materna ainda ainda não tiveram a fatídica informação. Os pedidos foram prontamente atendidos.

LEIA:Infarto em jovens é mais comum do que se imagina

Share

Emocionante documentário da TV Jornal sobre o jovem Renan Silva

Elessandra Melo*
TV Jornal Interior

28 de outubro de 2018: Renan da Silva Melo saía de Bezerros, no Agreste de Pernambuco, onde morava, para trabalhar em Caruaru como garçom. Depois do expediente, ele resolveu não voltar para casa e aceitou o convite dos amigos. O grupo foi para a Rua da Má Fama, no centro de Caruaru, conhecida pelos restaurantes e bares. Por volta das 4h, uma briga entre jovens terminou com um tiroteio próximo do local onde estavam Renan e os amigos. Os alvos eram quatro adolescentes que estavam envolvidos na confusão. Mas Renan acabou ficando no meio da linha de tiro e foi atingido no peito. Ele morreu na hora.

Nós estivemos em Bezerros para conversar com a mãe e a irmã de Renan, na casa onde ele morava. Com carinho, elas guardam algumas fotos e duas roupas dos grupos de dança que ele fazia parte. “Foi a última imagem que eu vi dele. Ele dançando, que era o sonho dele, né. Ele trabalhava de garçom porque não tem oportunidade. Mas o sonho dele mesmo era a dança. De ter uma academia, que era o que ele sempre conversava”, relembra Edilene Maria, irmã do jovem.

Apaixonado por dança, com o sonho de ser professor. Esse era Renan, que teve a vida e os planos interrompidos pela violência. Dona Edileuza, mãe de Renan, lembra como se fosse hoje o dia que ela recebeu a notícia da morte do filho. “Minha filha foi lá em casa [para contar]. Pensei que eles que iam me enterrar, né?”, lamenta.

Além da mãe e da irmã, a morte de Renan é sentida pelo amigo de infância. Para Cláudio França, nada conseguirá preencher o vazio. Por alguns instantes, ele se negou a acreditar que fosse verdade. “Eu vi o nome, vi a imagem ainda passando, mas eu não quis acreditar. Quando eu cheguei aqui, a primeira vez que vi o caixão, eu não aguentei”, conta, entre lágrimas. “A última vez que eu vesti a roupa do grupo da gente foi pra gente dançar, e eu vesti ela de novo no enterro dele. Foi muito difícil”.

Viver o luto, ter um tempo para chorar a partida de alguém é natural. Porém, quando a morte acontece de forma repentina, o sofrimento pode ser prolongado e cada pessoa tem uma forma de reagir ao impacto de ter alguém retirado do convívio diário para sempre. “Vai ser um momento de muita negação, de choque, de falta de contato com essa realidade. Aquela sensação de que está sonhando e vai acordar a qualquer momento com a pessoa de volta. Não raro acomete a pessoa de muita culpa: ‘Eu não deveria ter deixado sair, eu não deveria ter permitido que ela ou ele fosse para algum lugar. Aconteceu porque eu não impedi’. Em algum momento, aquela pessoa que morre é internalizada e a pessoa dá conta de viver sua vida naturalmente. O luto tem um tempo”, explica a psicóloga e terapeuta do luto Sandra Moura.

8 de março de 2019: Polícia prende autores do crime

“O seu executor praticamente mirou no seu peito e o executou sem qualquer forma de defesa, apresentando claramente sua índole má e sempre afeto à prática de crimes. Isso é um pesar muito grande, porque foi um jovem que se foi, mais um jovem que a sociedade perdeu. Um jovem trabalhador que se foi de uma forma tão vil”, contou o delegado Anderson Liberato.

4 de abril de 2019: Voltamos à casa da família de Renan.

Quatro meses depois do crime, a polícia conseguiu finalmente identificar e prender os envolvidos na morte de Renan. Perguntada se está com o coração mais sossegado, a mãe respondeu: “Está mais aliviado agora, mas não traz mais a vida dele, acabou. Mas para mim, ele está sempre perto de mim”. Para a irmã, o trabalho da polícia foi fundamental: “Um alívio, hoje em dia quando acontece algum crime é muito difícil prender, achar, porque são vários, todo dia se mata alguém”.

* Produção de Elton Braytnner

Share

Radialista tenta ajudar bezerrense a econtrar familiares

Ver relato abaixo

Edvaldo Bernardo da Silva é natural de Bezerros e foi à cidade de São Paulo com seu irmão, José Bernardo da Silva, para tentar a vida.
Mas José não se adaptou em São Paulo e resolveu voltar deixando Edvaldo, isso foi há uns 30 anos, hoje Edvaldo mora em Batatais.
“Edvaldo é muito simples, não sabe ler e nem escrever e muito menos acesso as redes sociais”
Edvaldo tem 58 anos e mora só e tem medo de ficar doente e por ventura um dia vir a falecer sem ter contato com sua família, do qual sente muita falta.
Ele é filho de D. Cecília Ana dos Santos e irmão de José, Cícero, Adriano, Noêmia, Valdirene, Rita e Helena.
Edvaldo disse que seu irmão José Bernardo da Silva é bastante conhecido em Bezerros. Por tanto gostaria de saber, se haveria alguma possibilidade de vocês tentarem um contato com a família dele?
Tenho fotos de Edvaldo. Se puderem dar uma ajuda, ficarei muito grato! Fico no aguardo.
Atenciosamente:
Marcelo Rezende Cardoso
Locutor e Programador da Rádio Claretiana FM de Batatais SP.

Informações sobre familiares do Edvaldo entrar em contato com a redação. 81 99613 6528

Share

Redes sociais repercutem morte repentina de mulher de 47 anos em Bezerros

As redes sociais repercutiram nesta segunda (11) a repentina morte de Angela Lima de 47 anos que morava no bairro do cruzeiro em Bezerros. Ao longo do dia ela teria começado vomitar sangue acabou internada e em seguida transferida ao Recife quando através do perfil do facebook a nora iniciou uma campanha de doação de sangue que ajudaria na recuperação, mas infelizmente o quadro acabou se agravando levando a mulher a óbito.

Angela é casada com o sr Carlos, mãe de Leanderson e do conhecido professor Leandro Lima do Colégio Radar que emitiu nota de pesar em sua rede social, outras instituições também lançaram nota de luto como o Instituto Mãe Natureza e a Associação dos Moradores do Bairro do Cruzeiro.

PH Bezerros

Share

Falecimento

Faleceu nesta quinta-feira (14) Inácia Francisca dos Santos (Dona Inácia), viúva do popular Zé do Leite. Ela deixa duas filhas, 5 netos e 2 bisnetos. O corpo está sendo velado no Velório Souza e o sepultamento será hoje, sexta-feira (15), às 15 horas, no cemitério do Rosário.

Share

A despedida ao jogador Kelvson

Familiares, amigos e adimiradores se despediram do jovem Kelvson Lemos, 24 anos, que faleceu neste sábado (9). Ele sofreu traumatismo craniano em um grave acidente automobilístico no dia 31 de janeiro e estava na UTI do Hospital da Restauração em Recife. O corpo do desportista foi velado na quadra do Colégio Radar onde foi celebrada missa de corpo presente. Uma multidão acompanhou o cortejo pelas ruas da cidade. O sepultamento se deu no final da tarde deste domingo (10) no cemitério de Santo Amaro.

Share

ARRASTÃO DE FREVO ESTÁ CANCELADO- NOTA

O Papanguarte Balé Popular de Bezerros cancela o evento que seria neste domingo (10), em memória do jovem KELVSON e de sua família pela dor nesse momento tão difícil. Também estamos em luto junto com seu pai que é músico ( Maestro). Sendo assim, o evento não acontecerá. Abraços a toda família de todos que fazem o Papanguarte Balé Popular de Bezerros.

Carlos Marques
Share

Acidente: Atleta acaba falecendo após dias de luta

O atleta bezerrense Kelvson Lemos, 24 anos, acabou não resistindo após dias de internamento no Recife e acabou falecendo neste sábado (9) no Recife. Ele sofreu traumatismo craniano após sério acidente de trânsito na BR-232 na madrugada do dia 31 de janeiro e estava na UTI do Hospital da Restauração na capital pernambucana. As redes sociais redendem as homenagens so atleta do futsal bezerrense.

Share

IGREJA EVANGÉLICA DÁ UM GRANDE EXEMPLO DE AÇÃO SOCIAL

No último domingo (3), a Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Convenção Abreu e Lima, realizou um mega evento social. Às comunidades do Santo Amaro II, Lixão e demais vizinhanças, foram privilegiadas em atendimentos com psicólogo, fisioterapeuta, nutricionista e psiquiatra, sem contar que, foram distribuídas aproximadamente 300 cestas de alimentos e servido um grande café da manhã. Não podia ficar de fora, bazares, corte cabelo, aferição de pressão e glicemia e outros serviços, além, claro, de momentos de reflexões e muita música com enfoque bíblico-cristão.

Share

Família de Bezerros é atingida pela tragédia de Brumadinho/MG

O engenheiro natural do estado de São Paulo Marcelo Alves de Oliveira, 46 anos, foi uma das vítimas do estouramento da barragem de rejeitos de minérios no município de Brumadinho-MG há uma semana. Até o momento, o número de mortos vai a 121 e de desaparecidos a 226, dizem bombeiros.

Marcelo foi morar com a esposa há alguns meses em Minas Gerais e trabalhava numa empresa terceirizada da Vale. O corpo foi encontrado no sábado (26) reconhecido através da digital e enviado na segunda (28) para São Paulo.

O pai do engenheiro morto na tragédia é natural de Bezerros. Seu Neco, como é conhecido, costuma visitar familiares anualmente. Ele tem uma irmã, a Dona Iraci, que residente no sítio Raposa, zona rural de Bezerros. A família bezerrense está consternada com a perca do familiar.

Com informações do PH Bezerros

Share