Moto de autoescola foi tomada de assalto em Bezerros

Uma autoescola de Bezerros teve uma motocicleta tomada de assalto nesta manhã de quarta-feira (17). O fato se deu por volta das 9:20, próximo ao campo do Santo Amaro, quando o veículo estava sendo utilizado para aulas práticas. “Fui surpreendida por um meliante, ele estava a pé, de touca, e com arma em punho (…); ele me abordou e levou os telefones particular e da empresa e foi em seguida em busca da aluna que tava fazendo aula no campo, que fica próximo ao santo Amaro 2, e lá ele levou a moto e o celular da cliente e os documentos dela”, relatou a instrutora da autoescola. Ainda segundo ela, o meliante surgiu que precisava da moto porque precisa empreender fulga, pois tinha matado uma pessoa. Ainda segundo a instrutora, o mesmo se evadiu em sentido do Santo Amaro I.

A moto é uma Honda de placa QYB-4490. Informações, fale com a redação: 81 996136528.

Share

HOMEM É FLAGRADO FURTANDO CAPACETE EM BEZERROS

Imagens de monitoramento registraram o momento em que um homem rouba um capacete na Rua Padre Anchieta, no bairro do Cruzeiro. Pelas imagens dá pra notar a chegada do homem que tranquilamente tira o próprio capacete e troca por um que estava em outra moto, estacionada. Após o crime, o homem continua seu destino tranquilamente.

Com informações do Bezerros 24h.

Share

Alerta de vendaval em Bezerros e mais de mil cidade no NE; Aviso foi lançado pelo INMET nesta quarta-feira (17)

O Inmet emitiu, nesta quarta-feira (17), um alerta para vendaval entre 40 km/h e 60 km/h nas próximas horas em mais de 1 mil cidades do Nordeste. O comunicado é válido até às 21h. Apesar disso, o risco de queda de árvores é baixo.

O fenômeno pode atingir o Piauí, Ceará, Rio Grade do Norte, Paraíba, Pernambuco, Bahia e Alagoas.Veja as recomendações

Em caso de rajadas de vento: (não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda).Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Share

FENEARTE DE 2025 TEM DATA ANUNCIADA

imagens: Cristiana Dias

Terminada neste domingo (14/07) a 24ª edição da Fenearte – Feira Nacional de Negócios do Artesanato, a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco – ADEPE, órgão do Governo do Estado responsável pela realização do evento, já anunciou nesta segunda-feira (15/07), a data da Fenearte do ano que vem.

A feira que estará com uma edição toda especial do seu aniversário, comemorando “Bodas de Prata”, completará 25 anos significativamente em 2025. De acordo com o diretor-presidente, André Teixeira, “a Fenearte tem começo, tem meio, mas nunca tem fim. A 25ª já está sendo preparada com muito carinho”. Ainda sobre a “Edição Comemorativa de 25 anos”, ele informou que a edição 25 vem com uma novidade, pois ela terá início na “segunda semana de julho, no dia 9 (quarta-feira), estendendo-se por 12 dias, até 20 de julho”.

IMPACTO ECONÔMICO DE 108 MILHÕES GERADO NA 24ª FENEARTE

Imagem: Daniela Nader

Um público de 320 mil pessoas circulou pelo Pernambuco Centro de Convenções, em Olinda, durante a 24ª edição da Fenearte – Feira Nacional de Negócios do Artesanato, que teve como tema “Sons do Criar – Artesanato que Toca a Gente”. Realizada pelo Governo de Pernambuco entre os dias 3 e 14 de julho, reuniu mais de 5 mil artesãos, expositores e empreendedores, gerando um impacto econômico de R$ 108 milhões, considerando a projeção de negócios após a feira. De acordo com pesquisas feitas pela Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), que realiza a feira, e pela Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), parceira da feira, 98,6% do público geral aprovou a 24ª Fenearte. Entre os visitantes entrevistados, 22,5% eram turistas e 17,4% estiveram pela primeira vez. O tíquete médio foi de R$ 462. Já entre os expositores, 62% eram mulheres e, para 52,3%, a expectativa de negócios foi superada.

“A Fenearte é uma política cultural e econômica que se reafirma a cada ano, e acabamos de encerrar uma edição histórica, tanto pelos números apresentados quanto pelas diversas iniciativas iniciadas na feira e que seguirão na vida dos artesãos”, comentou André Teixeira Filho, diretor-presidente da Adepe.

OS NÚMEROS DA 24ª FENEARTE

Durante os doze dias da 24ª edição, o público teve a oportunidade de conhecer e adquirir trabalhos de artesãs e artesãos pernambucanos, de várias partes do Brasil (participaram outros 24 estados mais o Distrito Federal) e também de 28 países. Pelas 14 oficinas gratuitas passaram 1.750 pessoas. O Programa do Artesanato de Pernambuco (Pape) emitiu 379 novas Carteira do Artesão, enquanto outras 64 foram renovadas.

Ações de acessibilidade batem recorde – Em parceria com a “Com Acessibilidade”, foram realizadas 19 visitas guiadas pela feira. Disponibilizada diariamente e de forma gratuita, a equipe com 14 audiodescritores, intérpretes de Libras e guias possibilitou a pessoas cegas ou com baixa visão, surdas ou ensurdecidas e neurodivergentes visitar estandes, conversar com artesãos e fazer compras. Nesta edição, foram contempladas 342 pessoas, um aumento de 35% na comparação com 2023.

Fenearte mais sustentável – Implementadas pela Adepe em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, Sustentabilidade e de Fernando de Noronha (Semas-PE), as ações de responsabilidade ambiental contaram com a atuação da Cooperativa Ecovida Palha de Arroz, da Manifesto Ambiental e da Verdiera. Resultado de ampla coleta seletiva, uma média de 10 toneladas de resíduos recicláveis serão revertidos em renda para as mulheres da cooperativa. Foi observada redução de 5 toneladas de plástico, na comparação com 2023. Executada pela primeira vez, a coleta de óleo e restos de comida para compostagem pesou 2 toneladas, que vai gerar 1 tonelada de adubo.

Informações / Dados estatísticos: cedidos pela Assessoria de Imprensa da Fenearte.

Share

📚 Quer seguir carreira na área da educação? Agora é a hora no Instituto Moura de Educação e Tecnologia (IMET)!

🤟 Libras Básico e Intermediário.

✨ Vantagens Especiais:

🔒 Matrícula e Material Didático Digital 100% GRÁTIS.

📅 Não perca essa chance! Matricule-se agora e construa seu futuro com o IMET.

👉 Entre em contato para mais informações. As vagas são limitadas! 🚀

📞 (81) 99199-1095

🏥 IMET – Transformando Sonhos em Conquistas! 🌟

Share

Deputado Coronel Alberto Feitosa e Gilson Machado participam de missa na Igreja do Carmo

Os dois são católicos e estiveram, juntos, na manhã desta terça feira na Santa Missa realizada na Basílica do Carmo, centro do Recife. Considerada a padroeira da cidade do Recife, Nossa Senhora do Carmo é o título dado à mãe de Jesus por conta de sua função como padroeira da ordem carmelita, considerada a ordem mariana mais antiga da igreja católica. “Que Nossa Senhora do Carmo abençoe nossa cidade e cada um de nós fortalecendo nossa fé e nossos propósitos junto ao seu filho”, disse Feitosa. O parlamentar que nasceu no dia dedicado a Nossa Senhora da Conceição costuma subir o Morro da Conceição todos os anos.Gilson Machado é pré candidato a prefeito do Recife e também vem de uma família católica. “Nasci em Recife e conheço bem essa cidade. Hoje venho pedir a Nossa Senhora do Carmo que ilumine e abençoe a minha caminhada nesse desafio que me proponho”, disse Gilson Machado.

Da Assessoria de Comunicação

Share

DIANTE DAS DEMORAS AQUIETE O SEU CORAÇÃO E FALE COM DEUS

Há momentos em que parece que os nossos esforços para resolver uma situação ou para alcançar um objetivo não surtem efeito algum. E mediante  alguns desses momentos, a gente se desmotiva, se entristece, e busca se segurar para não desistir de algumas lutas, porque não temos convicção sobre o que fazer, ou por onde ir, obtendo resultados positivos. Porém, quando a certeza não vier, peça sabedoria e serenidade espiritual, aquiete o seu coração e aguarde. A resposta vai surgir de alguma forma, seja numa certeza nascente em seu coração, ou através de alguém, de um sinal, porque Deus usa pessoas e coisas para falar com a gente. E por isso é preciso estar com o coração tranquilo, para que através da serenidade as respostas  possam ser ouvidas ou percebidas.

A palavra para hoje é ORAÇÃO.

(Mariana Helena de Jesus)

Share

Cantora Preta Gil cancela show no Festival Pernambuco Meu País que acontece na Serra Negra no próximo final de semana, diz blog

Segundo o Giro Blog, do Diário de Pernambuco, a cantora Preta Gil não fará show na Serra Negra no próximo sábado (20). Segue publicação:

“Anunciada como a principal atração do meu Pernambuco Meu País do próximo sábado (20), que acontece em Bezerros, a cantora Preta Gil cancelou sua participação. Ela dividiria a noite com Paulo Miklos e Ylana. A artista não revelou maiores detalhes sobre o cancelamento”.

O Governo do Estado ainda não se posicionou sobre qual atração substituirá a cantora no evento.

ESTRUTURA: A estrutura do evento já está sendo montada no Polo Cultural da Serra Negra. O evento é uma realização do Governo do Estado com o apoio da Prefeitura de Bezerros.

Imagem: Portal Bezerros
Share

Homem foi morto por arma de grosso calibre

O caso aconteceu na noite deste domingo (14) no bairro São Vicente em Bezerros. Passava das 18 horas quando de acordo com informações, Edivaldo Jair de Silva, de 30 anos, foi morto com um disparo de grosso calibre e morreu dentro de uma residência, sentado no sofá.

A Polícia Militar fez o isolamento do local até a chegada do Instituto de Criminalística, que conduziu o corpo até o IML de Caruaru. A vítima já era conhecida do efetivo policial por diversas práticas criminosas. O caso será investigado.

Do blog do Adielson Galvão

Share

Grave acidente envolve triciclo em Bezerros

Um grave acidente, ocorrido no último final semana, envolveu um triciclo em Bezerros. O fato se deu na rua Nestor César que dá acesso a Serra Negra. Segundo o Portal Bezerros, a vítima – que não teve a identidade informada-, foi socorrida gravemente para um hospital do Recife. O homem seria morador do Sítio Olho d’água.

Share

Erinaldo prestigia o Arraiá do Sítio Coadjutor

Imagem: rede social Erinaldo Pereira

O pré-candidato a prefeito Erinaldo Pereira, o popular Erinaldo da Gráfica (PP), prestigiou a festa junina do comunidade Coadjutor, zona rural de Bezerros.

O evento aconteceu no último sábado (13) e contou com bandas de forró pé-de-serra e muita animação dos presentes. A festa já acontece alguns anos e tem como organizador o popular Matuto Manoel Melo.

Da redação

Share

SE RENDER AO DESÂNIMO É PROIBIR O ENTUSIASMO DE ENTRAR

Nem sempre a vida vai corresponder às suas expectativas da maneira que você espera. Nem sempre as pessoas vão corresponder a sua consideração da maneira que você imagina. A vida é por muitas vezes ou por um tempo, um amontoado de frustrações, de limitações e impossibilidades. E isso assusta, revolta alguns, entristece outros, e provoca o desânimo diante de muitos dias. Todavia, sabemos que nada nessa existência é para sempre. Nada continua para sempre do mesmo jeito, e sendo assim, é necessário que a gente aprenda a lidar com esses dias desanimadores, sem se deixar controlar pelo desânimo. Porque quando a gente se submete a ação da tristeza, a gente se tranca por dentro contra a chegada da alegria e da inspiração, que pode acontecer a qualquer momento. Portanto, é necessário resistir a esses dias desmotivadores, buscando se alegrar diante daquilo que já se tem, pois muitas vezes é dessa gratidão e contentamento mediante o simples, que nasce o extraordinário da satisfação.

A palavra para hoje é MOTIVE-SE!

(Mariana Helena de Jesus)

Share

FENEARTE – ENCONTRO COM A IMPRENSA DO AGRESTE

Na última sexta-feira (12/07), a convite da Agência Dupla Comunicação, responsável pela Assessoria de Imprensa da Fenearte, participamos de uma Ação de Marketing para a Feira Nacional de Negócios do Artesanato , juntamente com representantes de outros veículos de comunicação do agreste. O roteiro incluiu o traslado para o Recife, um tour pelos espaços da feira e seus bastidores, além de um almoço com a presença da Diretora-Executiva da Fenearte, Camila Bandeira.

Na ocasião fomos recebido pelo Coordenador de Comunicação da Fenearte, Romero Rafael, Michele Cruz (Dupla Comunicação), Coordenadora da Assessoria de Imprensa, juntamente com outros membros da Dupla Comunicação. O momento com Camila Bandeira, foi muito importante e construtivo, porque nos permitiu enquanto imprensa, conhecer um pouco mais da parte interna do evento, seus desafios e objetivos, bem como toda a estrutura de suporte que foi montada para oferecer conforto aos visitantes, artesões, expositores e empreendedores. A diretora explanou também sobre a importância e cuidado da Fenearte com a questão social, ambiental e de sustentabilidade, onde falamos sobre a Fenearte Cidadania, Central de Reciclagem e Coleta Seletiva, Cozinha Fenearte, Salão de Arte Popular Religiosa, a inovação dos Correios funcionando dentro do evento, a parceria da Latam, o Circuito Fenearte com programações externas que continuarão acontecendo até o dia 28 de julho, entre outros assuntos relacionados a feira.

CENTRAL DE RECICLAGEM COLETIVA – POR UMA FENEARTE MAIS SUSTENTÁVEL

De acordo com dados fornecidos pela própria Assessoria de Imprensa da Fenearte, em 2023, a Fenearte colocou em prática um robusto plano de coleta seletiva de resíduos, com a Central de Reciclagem, através do trabalho comprometido da Cooperativa Ecovida Palha de Arroz, do Recife. Esta ação alcançou um recorde no número de materiais que retornaram à indústria: foram 14,8 toneladas, um volume quase 600% maior do que o do ano anterior. Nesta 24ª edição, a Fenearte trabalha para que a feira produza a menor quantidade de lixo possível. Para tanto, está sendo feita também a compostagem de resíduos orgânicos, como óleos e restos de comida. A  cooperativa de mulheres Palha de Arroz realiza, por mais um ano, um trabalho gigante de coleta, triagem e reaproveitamento do material jogado fora, num processo de economia circular que transforma, de fato, lixo em dinheiro, para essas mulheres, contribuindo para um ciclo de sustentabilidade e responsabilidade social, ao fortalecê-las economicamente.

A Fenearte reconhece que a cultura do artesanato está profundamente conectada com a natureza — afinal, é dela de onde vêm as matérias-primas de que é feita a pluralidade do nosso artesanato, e por isso é tão importante que a feira implemente, a cada edição, mais ações significativas para a redução do impacto ambiental que os resíduos provocam quando descartados de forma errada”, disse a diretora-executiva da Fenearte, Camila Bandeira.

ESPAÇO CIDADANIA

O espaço “Fenearte Cidadania” foi criado através da inciativa da Secretaria da Criança e Juventude de Pernambuco (SCJ-PE), localizado na parte superior do Centro de Convenções, com o objetivo de evitar a exploração do trabalho infantil na infância, acolhendo as crianças e adolescentes de 04 a 13 anos, filhos de ambulantes que estiveram trabalhando ao redor do Centro de Convenções, bem como filhos dos artesãos que não tinham com quem deixar seus filhos. A capacidade diária para acolhida era de 100 crianças, e além das brincadeiras, atividades lúdicas e recreativas, com profissionais qualificados, o espaço também forneceu alimentação.

ALAMEDA DOS MESTRES COM MURILO ALBUQUERQUE

A convite do artesão Murilo Albuquerque, um dos Coordenadores da Alameda dos Mestres na 24ª edição da Fenearte, fizemos um tour pelos stands da ala onde ficam todos os artistas intitulados de “Mestres Artesãos de Pernambuco”. Foi através desse passeio onde recolhemos parte do material que ao longo desses dias publicamos por aqui.

Murilo, que atualmente ocupa a função de administrador do Centro de Artesanato de Pernambuco – Unidade Bezerros, nos concedeu uma rápida entrevista sobre sua experiência na Coordenação da Alameda dos Mestres, pelo segundo ano consecutivo. Acompanhe:

Qual a sua relação com a Fenearte?

Nesses 24 anos de Fenearte eu já fiz parte muitas vezes dela, em várias perspectivas diferentes, já estive como visitante, já estive como expositor, vendedor das minhas peças enquanto artesão e enquanto artista, já comercializei minhas obras tanto em stand próprio, como através do stand da Associação dos Artesãos de Bezerros. E há dois anos eu tenho o prazer e a honra de fazer parte da ADEPE – Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, essa equipe que coordena a feira.

Na sua opinião o que representa a Fenearte para a Cultura Pernambucana?

Falta-me até palavras para descrever a importância da Fenearte para a cultura e para os nossos artesãos e artistas, que passaram a ter uma vitrine de visibilidade internacional, porque através da feira podem apresentar suas identidades culturais, seus trabalhos, sua arte, não só dentro do nosso estado, mas para o Brasil e diversos países. A feira é um mecanismo também de incentivo a propagação da cultura, das tradições, e uma ferramenta que fortalece a economia local, promovendo a geração de renda através da comercialização, abrindo espaço para negócios promissores e vendas em maior proporção. Além disso, o evento oportuniza também uma importante rede de relacionamentos entre os próprios artesãos, como também com o público, e essa troca de experiência gera publicidade e cria oportunidades profissionais incríveis.

Para você qual a importância da Alameda dos Mestres na Fenearte?

Sem querer tirar o brilho de nenhum espaço e a relevância dos artistas dentro da Fenearte, a Alameda dos Mestres para mim, particularmente, é um dos espaços mais importantes da Fenearte, porque é a parte onde tem a riqueza e representatividade dos grandes nomes do artesanato pernambucano. Artistas de notório saber, consagrados, que são referências na cultura e em sua maioria, com reconhecimento internacional. É a consagrada ala dos Mestres da Cultura Popular de Pernambuco.

Como está sendo a experiência de fazer parte da Coordenação da Alameda dos Mestres?

Ser um dos coordenadores desse espaço tão importante que é a Alameda dos Mestres, e conviver com eles de perto, com tanta arte, tantos talentos, com tanta coisa bonita e viva, com tanta cultura, sobretudo, com tanta simplicidade e ao mesmo tempo, com tanta maestria de pessoas talentosíssimas, de mãos que transformam coisas comuns em arte, é a melhor parte, então para mim não é um trabalho, é um prazer, dentro dessa perspectiva de atuação profissional.

UMA COZINHA MASTER CHEF COM QUEIJO COALHO EM DESTAQUE

Tivemos o prazer de assistir uma das aulas gastronômicas oferecida pela “Cozinha Fenearte”, no 1º andar do Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

De acordo com informações da Assessoria de Imprensa da Fenearte, “sucesso de público em sua estreia ano passado, a Cozinha Fenearte trouxe aulas diárias de gastronomia ministradas por 16 chefs pernambucanos renomados. A iniciativa, que valoriza a culinária artesanal e regional, compartilhou técnicas e receitas com o público. A experiência foi completa e os pratos foram finalizados com o serviço em mesas postas utilizando peças utilitárias artesanais garimpadas na própria Feira”.  Nesta edição da feira, o Queijo de Coalho foi escolhido como o ingrediente principal para inspirar as receitas da “Cozinha Fenearte”, que foi administrada pelo Instituto César Santos, e conduzida por 17 profissionais, entre chefs, confeiteiros e baristas pernambucanos.

Share

24ª FENEARTE OPORTUNIZA NOVOS NEGÓCIOS E VISIBILIDADE PARA O MUNDO

Em um novo giro do Bezerros Hoje+ na 24ª Fenearte, visitamos muitos stands, apreciamos a arte e a cultura de diversos estados e países, aproveitamos para prestigiar e conversar com alguns artistas pernambucanos e especialmente com aqueles que levam o nome de Bezerros para o mundo, enaltecendo a nossa cultura e arte local.

Diante de alguns depoimentos de artistas expositores, a feira deste ano superou as expectativas para a maioria deles, o que mostra que a Fenearte causa um imenso impacto na geração de renda, impulsionando e ampliando as chances de novos negócios, além da oportunidade de enorme visibilidade para os artistas, no Brasil e para o mundo. Acompanhe alguns dos stands e artistas que visitamos:

MESTRE IVO DIODATO

Esse grande mestre da arte do barro, artesão desde os 10 aos de idade, e também poeta, Ivo Diodato, artista pernambucano, nascido na cidade de Tracunhaém, Zona da Mata Norte, é um talentoso e reconhecido artesão por sua arte diferenciada, quando em 2009 definiu seu estilo artístico, tomando como fundamento de inspiração para as suas obras o quadro de Tarsila do Amaral, “Abaporu” (símbolo do Movimento Antropofágico).

A primeira peça de Ivo Diodato, em 2009, “o pescador”, inspirado no movimento artístico que defendia a ruptura radical com a arte tradicional, foi batizada de “João Romão”, em homenagem ao personagem do livro “O Cortiço” (Aluísio Azevedo). E a partir daí, o “João Romão” ganhou reconhecimento, ficou famoso, e é produzido pelo artista sob diversas perspectivas de vivências e profissões, inspirados especialmente em personagens nordestinos no cenário cotidiano.

Ivo Diodato chega a confeccionar peças que medem até 40 centímetros, e para produzir e dar acabamento a essas esculturas ele utiliza de ferramentas e objetos como pincéis, garfos, facas e arames.

De acordo com informações na biografia do Mestre Ivo Diodato sobre sua obra “João Romão”, (Portal Artesanato de Pernambuco), “as peças em barro respeitam a singularidade inspiradora e retratam figuras desproporcionais, com pés enormes e cabeças pequenas. Intencionalmente não têm rostos definidos, permitindo que cada observador tenha uma percepção única”. E o artista acrescenta que “a arte é indefinida e permite a cada um a liberdade de interação. Minhas esculturas não têm rostos porque a fisionomia é dada por quem as vê”.

BACARO BORGES

Apesar de ser muito jovem, e ter exatamente a idade desta edição da Fenearte, 24 anos, o bezerrense Bacaro Borges é um artista já muito conhecido no cenário da xilogravura, e seu nome já circula entre os famosos artistas xilogravuristas.

Por ser filho do ilustre e mais famoso xilogravurista deste país, J. Borges, Bacaro Borges é visto sob a perspectiva promissora de um talentoso e experiente profissional da xilogravura, considerando a vivência ao lado de seu pai desde criança, em meio a esse universo da arte talhada em madeira. Mas a qualidade e estilo de seu trabalho já corresponde toda a expectativa sobre ele depositada.

Bacaro Borges criou sua primeira xilogravura aos 4 anos, e desde então segue os passos do seu pai na arte, embora o seu estilo seja um pouco diferenciado do estilo de J. Borges, com muito mais cores, tonalidades e contrastes vibrantes, figuras cotidianas inspiradas na sua vivência, além do nordeste com seus personagens e elementos culturais. Direciona seu trabalho de xilogravura não apenas para quadros, mas também em chaveiros, estamparia em camisas, bolsas, artigos de decoração, e entre outros.

Participando da 24ª Fenearte, seu espaço reuniu um grande acervo de peças decorativas e artigos de lembrancinhas. Em contato com a nossa redação ele falou sobre a sua experiência e satisfação na feira este ano, “estou na minha quarta Fenearte com stand próprio, este ano a feira está muito boa, as vendas estão boas, principalmente nos finais de semana quando o volume de pessoas é maior. A Fenearte é sempre um grande espaço para a divulgação do nosso trabalho, e sempre criamos grandes expectativas a cada edição da feira”.

SÉRGIO SPENCER

Um stand bezerrense que foi muito visitado e apreciado nesta edição da Fenearte foi o do artista plástico Sérgio Spencer, que atualmente reside em Recife. Seu talento e inspiração despontou ainda na fase da adolescência, e inicialmente a aquarela e o bico de pena foram os primeiros instrumentos que ele teve contato para dar vida às suas criações.

Em suas obras Sérgio Spencer se utiliza de tinta acrílica e óleo sobre tela, dando vida a fascinantes imagens da fauna brasileira. Sua inspiração e identidade com a pintura visivelmente é a natureza, e suas obras são carregadas de cores, contrastes vibrantes, com cenas sempre protagonizadas por uma espécie animal.

Conversamos com o artista Sérgio Spencer em nosso giro na 24ª Fenearte, e visitamos o seu stand por dois dias, além do colorido e beleza do seu acervo em exposição que encanta quem chega, e que foi temático, um especial sobre “aves e pássaros”, o artista se destaca também pela atenção e maneira gentil como recebe o público, e pela disponibilidade para com a imprensa.

“Gente, a Fenearte 2024 está muito bonita, muito organizada, e a gente espera fazer grandes contatos. É como eu sempre digo para as pessoas, a Fenearte é uma janela para o mundo, então quem tiver a oportunidade de vir expor, venha, mostre o seu trabalho, que vai ter um grande retorno aqui, ressaltou Sérgio sobre a importância da Fenearte.

DENIS BORGES

Mais um nome promissor no cenário cultural da arte da xilogravura é o do Xilógrafo e Designer, Denis Borges, um jovem empreendedor, sobrinho de J. Borges, filho de Amaro Francisco Borges (irmão de J. Borges), vem se destacando no mercado da moda alternativa e criativa.

Denis, que reside em Bezerros, se inspirou na arte vivenciada por sua família para se impulsionar no mercado profissional, e desde então vem se destacando e ganhando o seu espaço entre os amantes da xilogravura.

O stand de Denis Borges foi um roteiro muito visitado e prestigiado nesta Fenearte, tanto por bezerrenses quanto pelo público em geral, que se encantou com a variedade e versatilidade de tantas peças, masculinas e femininas, coloridas e estampadas com xilogravuras.

Com o tema “Xilogravura Que Veste”, Denis Borges vem se reinventando no mercado da moda, de maneira original e criativa. A “estamparia com arte” é uma pegada estilosa com uma crescente adesão no mercado da moda, o que atraiu tantos visitantes ao stand do artista.

“A minha expectativa para a Fenearte deste ano foi enorme, especialmente porque conseguimos fica em um local mais visível do que o do ano passado, as vendas foram muito positivas, e eu precisei voltar até Bezerros para buscar mais mercadoria, pois foi necessário fazer várias reposições das peças. A feira está muito bonita e o público está gostando muito do meu produto, trouxemos novas estampas com xilogravuras novas, e para a gente é muito gratificante está participando novamente da Fenearte”, destacou Denis, sobre o seu terceiro ano de exposição na feira.

Aguardem o nosso próximo giro, trazendo mais informações sobre a 24ªFenearte e o último dia deste evento.

Share