UM MAR CULTURAL BANHOU BEZERROS

E logo ao despertar do sol, embora o céu estivesse nublado anunciando que o dia seria agraciado pela presença divina da chuva, uma movimentação diferente tomou conta de alguns trechos e ruas da cidade.  Então, começaram a surgir eles e elas, e até crianças também, vindo de várias partes, e aos poucos tomando conta do espaço ao redor da Igreja São Sebastião e do Colégio Municipal Felismino Guedes. Com seus trajes típicos amarronzados ou azuis de zuarte em sua maioria, com seus lenços vermelhos no pescoço, alpargatas, o tradicional chapéu de couro ou de palha, as cartucheiras de flandre, e o fiel companheiro, protagonista de uma grande manifestação cultural, responsável por um dos mais originais espetáculos folclóricos do Nordeste: O Bacamarte nas mãos do Bacamarteiro. De repente um “mar azul” tomou conta de alguns espaços de Bezerros na manhã do último domingo (19/05), mas não foi um mar com cheiro de maresia, e sim com o cheiro da pólvora seca permeando a atmosfera alegre de um grande e importante encontro de batalhões, com seus integrantes e comandantes da cultura popular nordestina, condutores dos costumes de uma arte que sobrevive passando de geração para geração, e que existe desde os fins do século 18.

O II ENCONTRO DE BACAMARTEIROS DE BEZERROS

O mar azul e cultural que banhou Bezerros neste domingo (19/05) foi composto por 22 grupos de bacamarteiros, totalizando 450 componentes, que vieram de várias cidades do agreste, da mata norte, do sertão, e do Estado de Sergipe. O “II Encontro de Bacamarteiros de Bezerros” foi promovido pelo Batalhão 44, aqui do nosso município, que recebeu incentivo do poder executivo municipal para a realização do evento. A programação do festejo iniciou-se com a acolhida dos grupos no Colégio Municipal Felismino Guedes para um café da manhã e posteriormente uma apresentação cultural do Balé Popular Papanguarte, na Praça São Sebastião.

Em seguida, as tropas desceram em um cortejo para homenagem em frente à prefeitura, onde houve a homenagem ao bacamarteiro, Zé Teixeira (77 anos), da cidade de Gravatá, um dos chefes mais antigos dos grupos de bacamarteiros ativos. Na sequência houve a benção aos bacamarteiros numa missa na Igreja Matriz de São José, e de lá seguiram em veículos para a salva de tiros na área em frente a ETE – Escola Técnica, no bairro Santo Amaro II, onde foram recepcionados com muita música, e por fim, em meio ao clima de muita interação e contentamento  houve o almoço de confraternização para todos os membros. Um evento com sucesso já consagrado, um encontro que sem dúvida, vai ficar na memoria daqueles que fazem parte das tropas militantes da tradição popular, como os tradicionais bacamarteiros.

ABBEPE E O BATALHÃO 44 – BEZERROS / PERNAMBUCO

O II Encontro de Bacamarteiros de Bezerros citado anteriormente, foi promovido pela ABBEPE e o Batalhão 44. Mas o que seria essa ABBEPE e esse Batalhão ou esse grupo? Quem toma conta ou coordena? Quantas pessoas fazem parte dele? Calma aí, vamos contar um pouco da história dessa tropa!  O Batalhão 44, ou melhor, o Grupo Folclórico de Bacamarteiros Batalhão 44, como o próprio nome diz, é um grupo de bacamarteiros aqui do município de Bezerros, que atualmente é presidido pelo popular Valmir de Souza Abade. O Batalhão 44 foi fundado em 1940, por três irmãos, sendo eles: Martins Abade (pai de Valmir Abade) e seus dois tios Gercino Abade e Braz Abade (os três fundadores são falecidos), mas permanece no grupo ainda em atividade o quarto irmão dessa linhagem, José Abade. o batalhão tem mais de 80 anos de existência e atuação contínua na “Família Abade”, que vem preservando a cultura do bacamarte e apresentando essa tradição por integrantes também da 3ª idade.

O grupo de bacamarteiros Batalhão 44 possui hoje 40 membros no total, estando ativos uma média de 25 a 30 membros. De acordo com o chefe do Batalhão 44, Valmir Abade, ele faz parte da 3ª geração do grupo, e atualmente já existe a 4ª geração também atuando, e já está na expectativa da 5ª geração. Décadas depois da fundação do batalhão, percebeu-se a necessidade de criar uma associação que pudesse dar também um suporte melhor ao grupo, por meio de algumas ações voltadas a disseminação da cultura e tradição dos bacamarteiros. E foi com esse objetivo que no ano 2000 foi criada a ABBAPE – Associação de Bacamarteiros Bezerros Pernambuco, que permanece ativa até os dias atuais, conduzindo as diretrizes de atuação do Batalhão 44, esse grupo de bacamarteiros que representa nosso município em tantos lugares, e que os cidadãos bezerrenses precisavam conhecer mais da sua história.

A SAGA DOS BACAMARTEIROS: UMA HISTÓRIA QUE PRECISA SER CONTADA E VALORIZADA

Ao contrário do que muita gente pensa, de que a figura do bacamarteiro e o seu surgimento estão associados unicamente a vivência dos bandos de cangaceiros nordestinos, remonta à outra linhagem a explicação para a existência desses espetaculosos atiradores, que com suas espingardas artesanais lançam encorpadas golfadas de fumaça após tinir a terra com o estrondo de seus tiros.

Dentro do universo das manifestações culturais, os grupos de bacamarteiros são considerados como importantes Folguedos da cultura popular pernambucana, pela mistura característica das encenações teatrais mesclada com música, dança e evolução de movimentos, imitando as tropas dos soldados paraguaios erguendo suas armas em ato de empoderamento do grupo com seus armamentos. O inicio dessa tradição é divergente entre a ótica de vários historiadores, porém o que mais se constatou de fato, através de pesquisas, relatos e imagens (fotografias), é que a cultura do bacamarte nasceu após a Guerra do Paraguai.

De acordo com alguns pesquisadores, a origem dos bacamarteiros, possivelmente, estaria atrelada a invasão dos holandeses em Pernambuco, e que durante essa fase, uma quantidade de bacamartes de metal, propriamente de ferro, (como foi descrito no inventário das armas deixadas pelos próprios holandeses), teriam caído em poder dos senhores de engenhos e dos agricultores, passando também pelas mãos dos jagunços e dos cangaceiros, até que se tornaram as inseparáveis e essenciais companheiras do homem sertanejo. Todavia, conforme pesquisas de outros historiadores, e de elucidações mais atualizadas, parte do fato de que a explicação mais plausível, levando em consideração as características das vestimentas e dos movimentos que os bacamarteiros exibem em suas apresentações, a origem desses grupos realmente teria sido inspirada em meio ao período da Guerra do Paraguai, em 1865. Época essa, em que também os homens sertanejos eram recrutados, através de sorteios, para compor os chamados “quadros dos voluntários da pátria”, ou seja, uma espécie de companhia de reforço das tropas brasileiras na fronteira. Supõe-se, considerando esses fatos históricos, é que permeiam os primeiros movimentos dos bacamarteiros nesse período em que serviram aos voluntários da pátria, quando soldados brasileiros, agricultores sertanejos e senhores de terras, se apossaram de algumas armas (bacamartes), e essas armas se espalharam pelo interior nordestino. Historicamente e popularmente, a argumentação mais apresentada sobre a origem dos bacamarteiros é que após o término da Guerra do Paraguai, os sobreviventes do combate, ao retornarem aos seus vilarejos, traziam as armas recolhidas dos inimigos, e sob posse delas, contentes e orgulhosos por estarem de volta realizavam a festa da vitória, e para comemorar eles atiravam em frente às igrejas e capelas, com suas granadeiras e reúnas ribombantes, para com o estouro da pólvora seca saudarem os santos padroeiros São João e São Pedro. Em Pernambuco os primeiros registros sobre a existência de um grupo bacamarteiro que se tem conhecimento, refere-se a região agreste, propriamente na cidade de Caruaru. Mas, a nível da região nordeste, além do nosso estado, apenas a Paraíba e Sergipe foram estados que conseguiram manter a tradição dos bacamarteiros em suas manifestações festivas, culturais e cívicas, ao longo de mais de um século e meio de existência.

Antigamente, na cultura dos bacamarteiros era comum o grupo ser chamado de troça, tropa ou batalhão, os integrantes serem chamados de soldados, e o presidente e demais posições de hierarquias, serem chamados respectivamente de chefe, mestre, comandante, sargento, tenente, capitão ou major, tendo em vista que a existência dos bacamarteiros remonta a história das tropas de soldados enviadas à guerra. E geralmente há estrelas nos chapéus e nos ombros dos fardamentos simbolizando a patente dos comandantes. De acordo com Valmir Abade, chefe do Batalhão 44, essa forma de tratamento das patentes dentro dos batalhões já foi abolida há muito tempo, e de acordo com a dinâmica de cada grupo, eles se chamam pelo nome, e seus superiores de chefe, presidente, mestre, ou ainda de comandante, quando se trata de um respeito por um chefe mais antigo.

CURIOSIDADES IMPORTANTES

O Bacamarte é o objeto de maior estimação do bacamarteiro. É uma arma de fogo de origem antiga, espécie de espingarda grosseira, de cano curto e calibre grosso, de escorva inflamada por pederneira e de carregar pela boca, que geralmente tem formato de sino, confeccionada à mão. A arma foi modificada desde tempos remotos para poder ser adaptada ao uso dos bacamarteiros em suas apresentações festivas, “sendo considerada uma arma obsoleta, que não está mais em uso, usada apenas para fazer o tiro de ilusão e alegrar quem assiste aos espetáculos e apresentações”, informou Valmir, já que antes, em sua funcionalidade inicial em utilização na guerra paraguaia, a arma era munida com chumbo.

A Munição – A fabricação da pólvora usada para munição dos bacamartes antigamente era de responsabilidade e produção realizada pelos próprios grupos. Substâncias como o enxofre e o carvão fazem parte da lista com os elementos que compõem a fórmula da pólvora caseira, e que em muitas cidades os grupos de bacamarteiros os adquirem com a ajuda de custo por meio de incentivo das prefeituras, onde cada comandante de seu respectivo batalhão, registrado legalmente no Ministério do Exército, recebe do órgão uma autorização para a compra dos produtos. “Hoje em dia, compramos a pólvora diretamente da fábrica, com autorização do Exército, assim como também, já não fabricamos nossos bacamartes, algo que há muito tempo fazíamos. Atualmente compramos os bacamartes quando necessário, pois há os ‘armeiros’ autorizados que fabricam esse tipo de instrumento, como Zé Braz (Ameixa), Lenilson e Bola, ambos de Belém de Maria”, explicou Valmir Abade.

Os Tiros – a tradição dos disparos realizados pelos bacamarteiros com seus bacamartes é parte de suas homenagens e saudações aos santos padroeiros, como São João, São Pedro, São José, entre outros, e também em uma época comemorativa como Dia de Reis, o Natal, ou uma data cívica. A pólvora é utilizada como munição para produzir mais fumaça e tiros com barulhos estridentes, aspectos característicos do bacamarte.

A Vestimenta Azul – o mais popular e tradicional vestuário dos bacamarteiros é confeccionado com um tecido de algodão na cor azul que recebe o nome de zuarte, e faz alusão à moda militar no período da Guerra do Paraguai.

Trio Pé de Serra  cada batalhão possui sua banda de forró pé de serra, com zabumba, triângulo e sanfona de oito baixos, que ao som do xaxado escoltam todos os bacamarteiros em seus festejos e apresentações, e em suas mudanças rítmicas da melodia guiam e acompanham as evoluções das respectivas apresentações, conforme a necessidade de ritmo mais lento ou acelerado para os movimentos dos bacamarteiros.

Uma Data Comemorativa – pela importância da contribuição à cultura nordestina e sobretudo, à cultura pernambucana, e pela tradição dos cortejos e salva de tiros nos festejos juninos e outros eventos culturais, no Estado de Pernambuco, a data 24 de junho foi instituída por Lei Estadual Lei nº 15.152/2013, e sancionada pelo ex-governador Eduardo Campos, passando a fazer parte do Calendário de Eventos de Pernambuco, como o “Dia Estadual do Bacamarteiro”.

PARA REFLETIR:

“A temática cangaceira e bacamarteira está intimamente ligada ao universo mítico do camponês, do pequeno comerciante ou do artista independente sertanejo, ao ponto de, no ensaio, chegarmos a identificar a prática do bacamartismo como um dos mais fortes artifícios compensatórios das frustrações do cotidiano labor do homem comum no interior nordestino.”

(Olímpio Bonald Neto – trecho do livro “Bacamarte, pólvora e povo”)

Por hoje é isso, contamos um pouco da História dos Bacamarteiros aqui de nossa cidade e resumimos um pouco da trajetória desses gigantes da cultura nordestina ao longo de mais de um século de existência, persistindo, atuando e preservando suas tradições para as gerações atuais e futuras. A todos os bacamarteiros nosso respeito, e nossa salva de tiros simbólicos de gratidão. Obrigada!

Mariana Helena de Jesus

Share

Mendonça e Lucielle anunciam João Gomes para encerramento do São João de Bezerros

O público foi ao delírio quando o deputado federal, Mendonça Filho e a prefeita Lucielle Laurentino anunciaram o cantor João Gomes como atração do São João de Bezerros. O anúncio foi feito no palco da festa de aniversário de Bezerros, na noite desta sexta-feira, 17. João Gomes fará o show de encerramento do São João, no dia 07 de julho, na rua da Matriz.Conhecido como o rei do piseiro, o pernambucano João Gomes, foi um dos artistas mais ouvidos do País e tem como principais sucessos: “Meu Pedaço de Pecado”, “Se For Amor”, “Eu Tenho a Senha”. João gomes fará seu primeiro show na cidade, durante o encerramento do São João de Bezerros.O show de encerramento do São João de Bezerros é realizado após o encerramento do São João de Serra Negra. O show foi garantidos pelo deputado Mendonça Filho com apoio do SESC.

Da Assessoria

Share

Prefeita recebe convidados na abertura das festividades de emancipação política de Bezerros

A prefeita Lucielle Laurentino (União Brasil), anfitriã e aniversariante do dia, recebeu convidados na abertura das festividades de emancipação política de Bezerros. O deputado federal Mendonça Filho (União) e o deputado estadual Joãozinho Tenório (PRD) se fizeram presentes. Na ocasião, Stênio Fonseca representou a vice-governadora Priscila Krause e a vereadora de Caruaru Aline Nascimento. Além deles, estavam prestigiando a festa os vereadores Luizinho do Sindicato e Adé Motos. Outras lideranças se fizeram presentes, como Joseilton da Cohab e Saulo Magalhães. O diretor do site Flávio Melo também prestigiou o evento.

NOVIDADES: A prefeita Lucielle e os aliados Mendonça Filho e Joãozinho Tenório subiram ao palco para falar algumas novidades: Joãozinho Tenório informou ao público emenda de 1,2 milhão de reais para o estádio municipal. Mendonça, por sua vez, destacou emendas de 5 milhões de reais para pavimentação de ruas. Ficou para a prefeita anunciar a grande atração de encerramento das festividades juninas de Bezerros, o cantor João Gomes.

Share

Neoenergia Pernambuco anuncia investimento recorde de R$ 5,1 bilhões no estado

Aporte será aplicado até 2028 na expansão, modernização e reforço do sistema elétrico pernambucano.

A Neoenergia Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (29), o maior plano de investimentos da história da empresa. Até 2028, a distribuidora irá aportar R$ 5,1 bilhões em obras de expansão, modernização e reforço do sistema elétrico em todas as regiões do estado. O investimento é 31% superior ao quinquênio anterior. No decorrer de 2024, serão R$ 928 milhões investidos para contribuir com o desenvolvimento socioeconômico e fomentar a atração de novos empreendimentos. O montante bilionário tem a finalidade de disponibilizar mais energia para os pernambucanos e aos variados setores da economia que compõem a força e a diversidade da produção local: agronegócio, indústria, comércio, serviços e turismo.

O investimento recorde foi anunciado em solenidade realizada no Palácio do Campo das Princesas, sede do poder executivo pernambucano, com a presença da governadora Raquel Lyra; do CEO da Neoenergia, Eduardo Capelastegui; e do diretor-presidente da Neoenergia Pernambuco, Saulo Cabral. “Prestamos um serviço essencial para a sociedade e o fornecimento de energia de qualidade é um insumo indispensável para que o Estado possa se desenvolver cada vez mais. Ao projetar investimentos recordes para os próximos cinco anos, renovamos nosso compromisso em distribuir energia de forma contínua e confiável para os pernambucanos contribuindo ainda mais para o desenvolvimento social e econômico do estado”, destacou Eduardo Capelastegui.

Continue lendo aqui.

Share

Município é contemplado com creche estadual; primeira etapa contempla 51 unidades em PE

Quase um ano após o lançamento da política pública Juntos pela Educação, em que uma das principais metas é a construção de 240 creches e abertura de 60 mil novas vagas, a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra, autorizou a abertura do primeiro lote de licitação para a construção de 51 novos Centros de Educação Infantil (CEIs), que irá beneficiar 42 municípios. O edital será publicado na edição desta sexta-feira (17) do Diário Oficial do Estado (DOE). Importante destacar que o bloco é formado por creches e pré-escolas, o que contemplará alunos de 0 a 5 anos, por meio de convênios entre o Governo do Estado e os municípios. O investimento para a construção destes CEIs ultrapassam os R$ 282 milhões, dividido em nove lotes.

Leia mais no Jornal do Conmercio aqui.

Share

“A importância de um grupo político forte para o crescimento de Bezerros”.

Prefeita Lucielle comemora nova creche em Bezerros

Na última década, a cidade de Bezerros viveu uma situação bastante estranha, onde a gestão municipal Branquinho-Breno (PSB) era aliada do ex-governador Paulo Câmara (PSB), mas pouco se avançou com essa parceria até mesmo partidária. Afinal, por que Bezerros ficou tão para atrás? Anos se passaram, veio a gestão Lucielle Laurentino (UB), que pegou uma cidade degradada, marcada especialmente por folha de pagamento atrasada, falta de maquinários e o rombo milionário no IPREBE. Era senso comum na população que a prefeita pegou uma cidade no buraco, algo herdado com o sangramento do bem-estar da população, mas que acreditou na mudança em 2020.No seu primeiro ano de gestão ainda como oposição ao PSB do Ex-governador Paulo Câmara, foi perseguida por ter um perfil de confronto ao velho grupo que geriam a cidade, este, já desconectado de Breno Borba.Um fato marcante foi o primeiro São João após a pandemia o Governo de Pernambuco não apoiou de nenhuma forma o evento na tão linda Serra Negra. Agora, as coisas mudaram. Em 2022, Raquel foi eleita, e o povo de Bezerros acreditou no grupo da prefeita composto por Mendonça Filho (Dep. Federal) e Joãozinho Tenorio (Dep. Estadual) e os investimentos começaram a chegar. Apenas nesse 1 ano e 5 meses dessa parceria com os mandatários, a obra do Residencial Bezerros foi retomada e deve ser entregue nos próximos meses, a via local de Encruzilhada foi recapeada, recursos chegaram via Mendonça Filho para calçamento de 30 ruas, e o Dep. Joãozinho assegurou o recurso para a obra do campo que deve ser licitada em breve, segundo a prefeitura. Acreditar em um grupo de pessoas que trabalha certo é entender a seriedade, saber que o que tá ruim pode melhorar, mas é também reconhecer os bons frutos e dar oportunidade de continuar. Hoje, a governadora Raquel Lyra anunciou a pedido do grupo político de Lucielle, uma nova creche para a cidade. Presente de aniversário para Bezerros, que amanhã comemora sua emancipação política.

Enviado Especial

Share

RS: Corpo de Bombeiros de Bezerros integra rede de captação de donativos no Estado

Mais de 34 toneladas de doações para o Rio Grande do Sul foram arrecadadas pelo Governo de Pernambuco nos últimos dois dias.

Imagem: internet

Os materiais estão sendo enviados através de transporte aéreo.Caminhões da Secretaria Executiva de Gestão Integrada, Polícia Civil e Secretaria Estadual de Saúde estão levando os itens para o Aeroporto Internacional do Recife. Os principais itens arrecadados foram água mineral, cestas básicas e roupas.No interior do Estado, os quartéis do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar localizados nas cidades de Vitória de Santo Antão, Gravatá, Bezerros, Caruaru, Belo Jardim, Pesqueira, Arcoverde, Serra Talhada, Salgueiro e Petrolina estão tendo as doações recolhidas pelos Correios, que estão fazendo o também transporte para o Recife.Os itens doados são: materiais de higiene pessoal, lençóis, cobertores, toalhas, colchões, cestas básicas e água mineral. Como ajudarDe acordo com a gestão estadual, não há previsão para o encerramento da campanha de arrecadação. As entregas podem ser feitas diariamente, das 8h às 17h, no Quartel do Comando Geral da PMPE, no Derby, e no Quartel do Comando Geral do CBMPE, na Avenida João de Barros, além dos quartéis do CBMPE e da PM localizados nas cidades citadas acima.

Com informações do Diário de Pernambuco

Share

“Nós ouvimos o comandante sobre a viabilidade de transformar o 4º BPM em exclusivo para Caruaru, transformando as unidades de Altinho e de Bezerros”

O Deputado Federal Fernando Rodolfo destaca a importância de novos batalhões independentes no agreste.

O deputado federal e pré-candidato à Prefeitura de Caruaru, Fernando Rodolfo (PL), se reuniu nesta segunda-feira (13) com o comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco, tenente-coronel Waniçon Manoel. Na ocasião o parlamentar assegurou recursos para ações sociais a serem implementadas pelo batalhão nos próximos meses.”Nós garantimos os recursos necessários para a implementação de projetos de assistência social, como centros de convivência e de fisioterapia, que fazem parte de projetos sociais realizados pelo 4º BPM. O comandante vai nos apresentar o projeto em outubro, e já está certo que essas iniciativas serão realizadas em 2025″, destacou Fernando Rodolfo. O parlamentar ainda ressaltou que defenderá que o batalhão, que hoje tem atuação em 12 municípios, passe a garantir exclusivamente a segurança de Caruaru. Para isso, as demais cidades ficariam cobertas por um novo batalhão, que seria criado em Bezerros, e uma companhia independente em Altinho.”Nós ouvimos o comandante sobre a viabilidade de transformar o 4º BPM em exclusivo para Caruaru, transformando as unidades de Altinho e de Bezerros. Essa iniciativa ajudaria a desafogar o batalhão, e também conta com a simpatia e o apoio da Prefeitura de Bezerros, que já declarou interesse de doar um terreno. Acredito que essa estratégia deixará não só Caruaru, mas o Agreste mais reforçado na segurança”, completou Fernando Rodolfo, que no encontro esteve acompanhado pelo pré-candidato a vereador Wyllames Alecrim.

CBN Recife

Share

Obras da adutora do agreste avançam sentido ETA/Bezerros

Quem passa pelo KM 2 da PE 103, em Bezerros, pode observar o avanço da adutora do agreste que vai abastecer Bezerros e Gravatá com águas do rio São Francisco. A adutora do Agreste já abastece o município de Caruaru melhorando o abastecimento de bairros populosos. A promessa é que o aumento na oferta d’água em Bezerros e Gravatá diminua o rodízio no abastecimento d’ água das respectivas cidades. Além da adutora do agreste, também avança a adutora de Serro Azul, construída a partir das barragem Eduardo Campos (Palmares).

O trecho de implantação da adutora do Agreste corresponde cerca de 3KM até a Estação de Tratamento de Água (ETA), que fica localizada após o loteamento Chico Lemos.

Leia mais sobre o que já publicamos sobre a adutora do Agreste

Share

PARLAMENTAR EM DESTAQUE

De acordo com pesquisas de opinião pública realizadas pelo Jornal Regional, Realiza Comunicação, e Instituto A2 Marketing, o vereador Luisinho do Sindicato (União Brasil)  foi o parlamentar mais atuante nos anos de 2021, 2022 e 2023 conforme a percepção da população sobre os quinze vereadores que compõem a Câmara Municipal de Bezerros.

“Fico feliz por este fato ter se repetido ao longo deste nosso primeiro mandato, isso mostra que, ao contrário do que dizem, a população tem acompanhado cada vez mais a vida pública da cidade fazendo as suas avaliações, e isso só me motiva mais a manter a dedicação e o trabalho pelo município de Bezerros”. Afirmou Luisinho ao ser indagado sobre o resultado.

Ainda de acordo com o Vereador, algumas entidades sociais recebem o apoio dele. Não está na Constituição, mas penso que organizar a sociedade é uma das principais responsabilidades do vereador”, destacou Luisinho. Já sobre o que se refere ao campo dos projetos municipais, o vereador informou que é autor de leis que contribuíram para melhorar a rotina dos Bezerrenses, como por exemplo a Lei 1.450, que  institui o sistema municipal de prevenção de incêndio em escolas públicas e particulares e evacuação em caso de incêndio, também destacou o PL que tramita na câmara a cerca da violência obstétrica na unidade hospitalar, entre outros.

Para esta avaliação positiva Luisinho acredita que também foi levada em consideração suas articulações junto ao Deputado Federal Túlio Gadelha (Rede), que entre equipamentos e recursos nos últimos 6 anos, o município de Bezerros já recebeu mais de 6 milhões. Luisinho hoje filiado ao União Brasil, segue em pré-campanha em bloco de apoio a reeleição da prefeita Lucielle Laurentino, também do partido União Brasil.

Share

Joseilton da Cohab cumpriu agenda na capital em busca de acões para a comunidade

Em agenda no Recife, na última quinta-feira (02), o líder comunitário Joseilton da Cohab participou de audiência com o Deputado Estadual Coronel Alberto Feitosa. “Além das melhorias para nossa comunidade, defendi a volta com urgência do programa do Leite de Todos e também estive na PEPART-PE objetivando a solução dos problemas de regularização dos imóveis com pendências de documentação”, relatou. Joseilton vem atuando em busca de acões que melhoraram a vida das pessoas.

Share

Bezerros sediará evento cultural Do Governo de Pernambuco

Festival Pernambuco Meu País acontecerá em sete cidades pernambucanas.

Artistas poderão participar do edital nacional, com inscrições abertas entre os dias 6 e 15 de maio, exclusivamente por meio do Mapa Cultural de Pernambuco, para apresentar propostas artísticas para o Festival

Estamos trabalhando muito firme para permitir que Pernambuco possa ser palco das nossas história, cultura e arte. O Governo do Estado está aberto à promoção de políticas culturais, sendo facilitador desses eventos”, destacou a governadora, durante discurso na premiação do Prêmio da Música de Pernambuco, que contou com a presença de vários artistas pernambucanos.

ABERTURA DAS INSCRIÇÕES

As inscrições, por parte de artistas representantes de todas as linguagens artísticas, deverão ser feitas entre os dias 6 e 15 de maio (até às 17h), por meio de formulário disponível exclusivamente no Mapa Cultural de PernambucoO resultado final das propostas habilitadas será divulgado no dia 5 de junho deste ano.

Em todas as cidades, serão realizados shows, espetáculos, apresentações circenses, exposições, intervenções artísticas e muitas outras atividades, de forma gratuita, para todas as idades. O Festival levará atividades que possibilitem a exploração e potencialização do mercado criativo, fortalecendo o cenário cultural, estabelecendo pontes entre artistas/espetáculos e público, e evidenciando o potencial turístico-cultural pernambucano que faz do Estado uma das maiores potências culturais do Brasil. Cada cidade receberá ações contínuas, gerando interações com artistas de diversas regiões do País.

A iniciativa também movimentará a economia do setor, com uma programação democrática que agrega todas as expressões artísticas, abrindo espaço para o que há de novo na produção cultural, mas sem deixar de lado a valorização das tradições populares.“O Festival Pernambuco Meu País se coloca como uma política pública fundamental, guiada por critérios que fortalecem e valorizam a cadeia produtiva da cultura. A curadoria terá como prioridade o protagonismo dos artistas pernambucanos, em especial da cultura popular, mas também se conectando com a produção artística nacional, e dando amplo espaço para outras linguagens artísticas como artesanato, dança, circo, teatro, cinema, música, literatura, artes visuais, patrimônio cultural, fotografia e design e moda, bem como espaços de formação de plateia, entre tantas outras abordagens”, afirmou a secretária de Cultura de Pernambuco, Cacau de Paula.

“A intenção do Governo de Pernambuco é promover um evento com o compromisso na produção do conhecimento e no papel transformador que a cultura exerce na vida das pessoas. O Festival Pernambuco Meu País será uma plataforma de construção de novos saberes e fazeres culturais, e deixará um legado importante como a formação de novos públicos nas diversas linguagens artísticas e a contribuição na formação da identidade pernambucana”, ressaltou a presidente da Fundarpe, Renata Borba.Com o formato itinerante por sete municípios pernambucanos, os recursos públicos serão destinados a alcançar, de forma inclusiva e democrática, uma vasta cadeia de artistas e profissionais da técnica e produção, conectando a classe artística nacional a um imensurável público.Serviço:Festival Pernambuco Meu PaísInscrições: de 6 a 15 de maio de 2024, exclusivamente através do Mapa Cultural de PernambucoResultado final: 5 de junho de 2024Aberto para todas as linguagens artísticas.

Do G1 PE

Share

Aninha Marques de volta ao rádio pernambucano

Aninha Marques e Flávio Melo- diretor do site.

Quem está de volta as ondas do rádio de Garanhuns, agreste meridional, é a comunicadora Aninha Marques. Aninha fará parte da equipe da 7 Colinas, a primeira FM da suiça pernambuca. Em passagem por Bezerros, a radialista fez questão de nos fazer uma visita para comemorar o seu novo projeto. Aninha, aliás, coleciona várias passagens de sucesso em mais dez emissoras do Estado. Em Bezerros, ela foi a primeira locutora da memorável rádio Bezerros FM, além de apresentar por 6 anos o carnaval do papangu. O site Bezerros Hoje, na pessoa do diretor Flávio Melo, amigo de longas datas, deseja sucesso total a essa profissional carismática e criativa.

Share

Bezerros sedia mutirão de emissão de CAFs

Nesta quinta-feira (25), o município de Bezerros sediou um importante mutirão de emissão de CAFs voltado para o público do ATER Mulheres, projeto coordenado pelo Centro Sabiá. O mutirão, coordenado pelo IPA, teve como objetivo regularizar os agricultores familiares,capacitando-os para participar de programas governamentais destinados à agricultura familiar tanto a nível estadual quanto federal.A ação contou com a presença da diretora de Extensão Rural do IPA, Alcineide Nascimento, do assessor da governadora Raquel Lyra, Bruno França e da prefeita do município, Lucielle Laurentino. O mutirão representa um passo fundamental para garantir a participação dos agricultores familiares em iniciativas que visam fortalecer o setor agrícola e promover o desenvolvimento rural sustentável.

IPA Bezerros

Share

Feitosa sobre a volta do Projeto de Extinção das Faixas Salariais : “agora o cancão vai piar”

O deputado convoca toda a categoria para estar presente na próxima terça feira, na Assembleia Legislativa, quando o Projeto volta para ser votado na Comissão de Justiça. “Agora o cancão vai piar”, comemorou o deputado Coronel Alberto Feitosa usando expressão que retrata que as coisas vão apertar. “Vamos lutar pelo que ė justo para categoria que todos os dias expõe a a própria vida pela segurança pública dos pernambucanos. O que não dá é aceitar os reajustes propostos pelo Governo de 3,5% em 2025 e 3% em 2026 quando a previsão da inflação é de índices superiores a esses percentuais”, reforçou Feitosa.O Projeto de Lei volta para a Comissão de Constituição e Justiça e depois passará novamente pela Comissão de Administração , Comissão de Finanças e Comissão de Segurança Pública para então ir ao Plenário para votação.

Da Assessoria

Share

Bezerros é o 27° município mais populoso do Estado

Imagem: internet

A população da cidade de Bezerros (PE) chegou a 61.686 pessoas no Censo de 2022, o que representa um aumento de 5,14% em comparação com o Censo de 2010. Os resultados foram divulgados nesta quarta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os dados do Censo também revelam que a população do Brasil é de 203.062.512, um aumento de 6,45% em relação ao Censo de 2010. No estado de Pernambuco, a população é de 9.058.155, o que representa um aumento de 2,98% quando comparado ao Censo anterior.

No ranking de população dos municípios, Bezerros está: na 27ª colocação no estado; na 132ª colocação na região Nordeste; e na 530ª colocação no Brasil.

A pesquisa do IBGE também aponta que a cidade em Bezerros tem uma densidade demográfica de 125,22 habitantes por km² e uma média de 2,59 moradores por residência.

O Censo

O Censo é uma pesquisa realizada a cada 10 anos pelo IBGE; a anterior foi feita em 2010.O levantamento realiza uma ampla coleta de dados sobre a população brasileira e permite traçar um perfil socioeconômico do país.A atual edição do Censo deveria ter acontecido em 2020, mas foi adiada por conta da pandemia de Covid-19. Em 2021, houve um novo adiamento em razão da falta de recursos do governo.

Do G1

Share

Mãe de Beatriz interage opinião do site sobre o programa “Linha Direta”

POR JUSTIÇA: Numa caminhada de Petrolina a Recife, Lucinha Mota recebeu o apoio dos bezerrenses ( relembre)

Beatriz Angelica de sete anos assassinada durante formatura de colégio em Petrolina/PE

Pauta do programa Linha Direta da Globo, o caso Beatriz voltou a chamar a atenção da sociedade pernambucana. O crime ocorrido há seis anos em uma escola de Petrolina, sertão do Estado, foi narrado pela reportagem que trouxe a luz às narrativas da investigação e, principalmente, a dor de uma uma mãe na luta por justiça.

CAMINHADA: Lucinha caminhou 700KM, de Petrolina a Recife, onde cobrou a devida atenção do Estado. Na passagem por Bezerros (ver aqui), Lucinha recebeu o apoio da comunidade e da imprensa.

CASO: O Caso Beatriz ou Caso Beatriz Angélica refere-se ao assassinato da menina Beatriz Angélica Mota Ferreira da Silva, de sete anos, em Petrolina, Pernambuco, no dia 10 de dezembro de 2015. Ela foi encontrada morta durante uma festa de formatura no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora onde estudava e onde seu pai dava aula. Só após incluir dados genético encontrados na faca do crime, o estado chegou ao acusado, acusado de crimes sexuais e pedofilia.

RESPOSTA- A mãe de Beatriz, Lucinha Mota, respondeu fala do advogado da escola que cobrou pedidos de desculpas da família à escola. Ver vídeo:

Lucinha é atualmente vereadora de Petrolina, sertão de PE.
Share

COMPESA RETOMA OPERAÇÃO TOTAL DO TRAMO SUL DO SISTEMA JUCAZINHO

A Compesa finalizou ontem (19), os serviços de manutenção emergencial no Tramo Sul do Sistema Jucazinho, quando foi possível retomar a operação do sistema. A distribuição de água em localidades das cidades de Gravatá, Bezerros, Riacho das Almas e Caruaru já foi retomada e a regularização da distribuição será gradual, de acordo com o calendário de cada área. Foram 15 dias de intenso trabalho para retomar o fornecimento devido à complexidade dos serviços, que envolveu várias equipes para recuperar equipamentos queimados na Estação Elevatória 3 (sistema de bombeamento). A manutenção emergencial foi necessária após uma queda brusca de energia, ocorrida em 5/04. Na semana passada, a Companhia já havia concluído a manutenção na Estação Elevatória 2 e voltado a abastecer as cidades de Passira e Cumaru. “É um processo minucioso e demorado, mesmo após o Sistema ser religado. Além disso, a água ainda percorre um longo caminho até chegar de fato às casas das pessoas”, explicou o gerente de manutenção da Compesa, Pedro Almeida. A previsão é que o Sistema seja estabilizado ao longo deste fim de semana.As áreas afetadas voltarão a ser abastecidas conforme o calendário em vigor, que pode ser consultado através do site https://servicos.compesa.com.br/calendario-de-abastecimento-da-compesa/. São elas: Riacho das Almas, os distritos de Ameixas (Cumaru) e Cajazeiras (Bezerros).

Em Bezerros, o distrito de Insurreição (Sairé), os Loteamentos Santana, Chácara Veraneio e Alto Gravatá, assentamento Santo Antônio e o Sítio Volta do Rio. Na cidade de Gravatá, os Loteamentos Santana, Chácara Veraneio e Alto Gravatá, assentamento Santo Antônio e o sítio Volta do Rio.Em Caruaru, os bairros do Salgado, Cidade Jardim, São João da Escócia, São José 1 e 2, Rendeiras (parte alta), Gonçalves Ferreira, Luiz Gonzaga, Morada Nova, Fernando Lira, Portal do Sol, Juriti, Parque das Cidades, Vassoural, Santa Rosa, Indianópolis, Inocoop, José Antônio Liberato, Lagoa de Algodão, loteamentos Jardim dos Pinheiros 1, 2 e 3, Morada Nobre, Mirante do Vale, Luar de Caruaru, Luiz Mariano, Serranópolis, Cidade Agreste, Paraíso, Serra Verde e Neuza Garcia, Quintas da Colina 1 e 2, Rafael, Cachoeira Seca, Palmatória, Malhada de Barreira Queimada e Lajes.

Share