JUSTIÇA FEDERAL EM CARUARU CELEBRA 20 ANOS DE ATUAÇÃO

Bezerros e mais 35 municípios da região estão sob a jurisdição da Justiça Federal com sede em Caruaru.

Em celebração aos 20 anos de atuação da Justiça Federal em Caruaru, magistrados, servidores, terceirizados, familiares e caruaruenses se reuniram, na Câmara dos Vereadores da cidade, para comemorar a história da Justiça Federal na região. Realizada na última segunda-feira (20), a sessão solene homenageou quatro representantes da Seção Judiciária de Pernambuco: o juiz federal Tiago Antunes de Aguiar, titular da 24ª Vara, o juiz federal diretor da Subseção de Caruaru, José Moreira Neto, o servidor Sérgio Bezerra Tôrres e o colaborador Ericsson Xavier dos Santos. Os magistrados receberam medalhas de Honra ao Mérito Desembargador Amaro de Lira e César e os servidores receberam votos de aplausos pelos serviços prestados. ( Ler mais aqui)

Jurisdição  

A Subseção da Justiça Federal de Caruaru possui 36 cidades pernambucanas sob sua jurisdição, que corresponde a 20% dos 184 municípios do estado. Entre elas, Bezerros, Bonito, Gravatá, Santa Cruz do Capibaribe e Toritama. As populações atendidas pela Subseção de Caruaru representam, juntas, 1.387.896 habitantes, ou seja, mais de 15% da população de Pernambuco, que possui 9.051.113 habitantes, de acordo com Censo do IBGE de 2022. 

Por: Ascom JFPE

Share

UM MAR CULTURAL BANHOU BEZERROS

E logo ao despertar do sol, embora o céu estivesse nublado anunciando que o dia seria agraciado pela presença divina da chuva, uma movimentação diferente tomou conta de alguns trechos e ruas da cidade.  Então, começaram a surgir eles e elas, e até crianças também, vindo de várias partes, e aos poucos tomando conta do espaço ao redor da Igreja São Sebastião e do Colégio Municipal Felismino Guedes. Com seus trajes típicos amarronzados ou azuis de zuarte em sua maioria, com seus lenços vermelhos no pescoço, alpargatas, o tradicional chapéu de couro ou de palha, as cartucheiras de flandre, e o fiel companheiro, protagonista de uma grande manifestação cultural, responsável por um dos mais originais espetáculos folclóricos do Nordeste: O Bacamarte nas mãos do Bacamarteiro. De repente um “mar azul” tomou conta de alguns espaços de Bezerros na manhã do último domingo (19/05), mas não foi um mar com cheiro de maresia, e sim com o cheiro da pólvora seca permeando a atmosfera alegre de um grande e importante encontro de batalhões, com seus integrantes e comandantes da cultura popular nordestina, condutores dos costumes de uma arte que sobrevive passando de geração para geração, e que existe desde os fins do século 18.

O II ENCONTRO DE BACAMARTEIROS DE BEZERROS

O mar azul e cultural que banhou Bezerros neste domingo (19/05) foi composto por 22 grupos de bacamarteiros, totalizando 450 componentes, que vieram de várias cidades do agreste, da mata norte, do sertão, e do Estado de Sergipe. O “II Encontro de Bacamarteiros de Bezerros” foi promovido pelo Batalhão 44, aqui do nosso município, que recebeu incentivo do poder executivo municipal para a realização do evento. A programação do festejo iniciou-se com a acolhida dos grupos no Colégio Municipal Felismino Guedes para um café da manhã e posteriormente uma apresentação cultural do Balé Popular Papanguarte, na Praça São Sebastião.

Em seguida, as tropas desceram em um cortejo para homenagem em frente à prefeitura, onde houve a homenagem ao bacamarteiro, Zé Teixeira (77 anos), da cidade de Gravatá, um dos chefes mais antigos dos grupos de bacamarteiros ativos. Na sequência houve a benção aos bacamarteiros numa missa na Igreja Matriz de São José, e de lá seguiram em veículos para a salva de tiros na área em frente a ETE – Escola Técnica, no bairro Santo Amaro II, onde foram recepcionados com muita música, e por fim, em meio ao clima de muita interação e contentamento  houve o almoço de confraternização para todos os membros. Um evento com sucesso já consagrado, um encontro que sem dúvida, vai ficar na memoria daqueles que fazem parte das tropas militantes da tradição popular, como os tradicionais bacamarteiros.

ABBEPE E O BATALHÃO 44 – BEZERROS / PERNAMBUCO

O II Encontro de Bacamarteiros de Bezerros citado anteriormente, foi promovido pela ABBEPE e o Batalhão 44. Mas o que seria essa ABBEPE e esse Batalhão ou esse grupo? Quem toma conta ou coordena? Quantas pessoas fazem parte dele? Calma aí, vamos contar um pouco da história dessa tropa!  O Batalhão 44, ou melhor, o Grupo Folclórico de Bacamarteiros Batalhão 44, como o próprio nome diz, é um grupo de bacamarteiros aqui do município de Bezerros, que atualmente é presidido pelo popular Valmir de Souza Abade. O Batalhão 44 foi fundado em 1940, por três irmãos, sendo eles: Martins Abade (pai de Valmir Abade) e seus dois tios Gercino Abade e Braz Abade (os três fundadores são falecidos), mas permanece no grupo ainda em atividade o quarto irmão dessa linhagem, José Abade. o batalhão tem mais de 80 anos de existência e atuação contínua na “Família Abade”, que vem preservando a cultura do bacamarte e apresentando essa tradição por integrantes também da 3ª idade.

O grupo de bacamarteiros Batalhão 44 possui hoje 40 membros no total, estando ativos uma média de 25 a 30 membros. De acordo com o chefe do Batalhão 44, Valmir Abade, ele faz parte da 3ª geração do grupo, e atualmente já existe a 4ª geração também atuando, e já está na expectativa da 5ª geração. Décadas depois da fundação do batalhão, percebeu-se a necessidade de criar uma associação que pudesse dar também um suporte melhor ao grupo, por meio de algumas ações voltadas a disseminação da cultura e tradição dos bacamarteiros. E foi com esse objetivo que no ano 2000 foi criada a ABBAPE – Associação de Bacamarteiros Bezerros Pernambuco, que permanece ativa até os dias atuais, conduzindo as diretrizes de atuação do Batalhão 44, esse grupo de bacamarteiros que representa nosso município em tantos lugares, e que os cidadãos bezerrenses precisavam conhecer mais da sua história.

A SAGA DOS BACAMARTEIROS: UMA HISTÓRIA QUE PRECISA SER CONTADA E VALORIZADA

Ao contrário do que muita gente pensa, de que a figura do bacamarteiro e o seu surgimento estão associados unicamente a vivência dos bandos de cangaceiros nordestinos, remonta à outra linhagem a explicação para a existência desses espetaculosos atiradores, que com suas espingardas artesanais lançam encorpadas golfadas de fumaça após tinir a terra com o estrondo de seus tiros.

Dentro do universo das manifestações culturais, os grupos de bacamarteiros são considerados como importantes Folguedos da cultura popular pernambucana, pela mistura característica das encenações teatrais mesclada com música, dança e evolução de movimentos, imitando as tropas dos soldados paraguaios erguendo suas armas em ato de empoderamento do grupo com seus armamentos. O inicio dessa tradição é divergente entre a ótica de vários historiadores, porém o que mais se constatou de fato, através de pesquisas, relatos e imagens (fotografias), é que a cultura do bacamarte nasceu após a Guerra do Paraguai.

De acordo com alguns pesquisadores, a origem dos bacamarteiros, possivelmente, estaria atrelada a invasão dos holandeses em Pernambuco, e que durante essa fase, uma quantidade de bacamartes de metal, propriamente de ferro, (como foi descrito no inventário das armas deixadas pelos próprios holandeses), teriam caído em poder dos senhores de engenhos e dos agricultores, passando também pelas mãos dos jagunços e dos cangaceiros, até que se tornaram as inseparáveis e essenciais companheiras do homem sertanejo. Todavia, conforme pesquisas de outros historiadores, e de elucidações mais atualizadas, parte do fato de que a explicação mais plausível, levando em consideração as características das vestimentas e dos movimentos que os bacamarteiros exibem em suas apresentações, a origem desses grupos realmente teria sido inspirada em meio ao período da Guerra do Paraguai, em 1865. Época essa, em que também os homens sertanejos eram recrutados, através de sorteios, para compor os chamados “quadros dos voluntários da pátria”, ou seja, uma espécie de companhia de reforço das tropas brasileiras na fronteira. Supõe-se, considerando esses fatos históricos, é que permeiam os primeiros movimentos dos bacamarteiros nesse período em que serviram aos voluntários da pátria, quando soldados brasileiros, agricultores sertanejos e senhores de terras, se apossaram de algumas armas (bacamartes), e essas armas se espalharam pelo interior nordestino. Historicamente e popularmente, a argumentação mais apresentada sobre a origem dos bacamarteiros é que após o término da Guerra do Paraguai, os sobreviventes do combate, ao retornarem aos seus vilarejos, traziam as armas recolhidas dos inimigos, e sob posse delas, contentes e orgulhosos por estarem de volta realizavam a festa da vitória, e para comemorar eles atiravam em frente às igrejas e capelas, com suas granadeiras e reúnas ribombantes, para com o estouro da pólvora seca saudarem os santos padroeiros São João e São Pedro. Em Pernambuco os primeiros registros sobre a existência de um grupo bacamarteiro que se tem conhecimento, refere-se a região agreste, propriamente na cidade de Caruaru. Mas, a nível da região nordeste, além do nosso estado, apenas a Paraíba e Sergipe foram estados que conseguiram manter a tradição dos bacamarteiros em suas manifestações festivas, culturais e cívicas, ao longo de mais de um século e meio de existência.

Antigamente, na cultura dos bacamarteiros era comum o grupo ser chamado de troça, tropa ou batalhão, os integrantes serem chamados de soldados, e o presidente e demais posições de hierarquias, serem chamados respectivamente de chefe, mestre, comandante, sargento, tenente, capitão ou major, tendo em vista que a existência dos bacamarteiros remonta a história das tropas de soldados enviadas à guerra. E geralmente há estrelas nos chapéus e nos ombros dos fardamentos simbolizando a patente dos comandantes. De acordo com Valmir Abade, chefe do Batalhão 44, essa forma de tratamento das patentes dentro dos batalhões já foi abolida há muito tempo, e de acordo com a dinâmica de cada grupo, eles se chamam pelo nome, e seus superiores de chefe, presidente, mestre, ou ainda de comandante, quando se trata de um respeito por um chefe mais antigo.

CURIOSIDADES IMPORTANTES

O Bacamarte é o objeto de maior estimação do bacamarteiro. É uma arma de fogo de origem antiga, espécie de espingarda grosseira, de cano curto e calibre grosso, de escorva inflamada por pederneira e de carregar pela boca, que geralmente tem formato de sino, confeccionada à mão. A arma foi modificada desde tempos remotos para poder ser adaptada ao uso dos bacamarteiros em suas apresentações festivas, “sendo considerada uma arma obsoleta, que não está mais em uso, usada apenas para fazer o tiro de ilusão e alegrar quem assiste aos espetáculos e apresentações”, informou Valmir, já que antes, em sua funcionalidade inicial em utilização na guerra paraguaia, a arma era munida com chumbo.

A Munição – A fabricação da pólvora usada para munição dos bacamartes antigamente era de responsabilidade e produção realizada pelos próprios grupos. Substâncias como o enxofre e o carvão fazem parte da lista com os elementos que compõem a fórmula da pólvora caseira, e que em muitas cidades os grupos de bacamarteiros os adquirem com a ajuda de custo por meio de incentivo das prefeituras, onde cada comandante de seu respectivo batalhão, registrado legalmente no Ministério do Exército, recebe do órgão uma autorização para a compra dos produtos. “Hoje em dia, compramos a pólvora diretamente da fábrica, com autorização do Exército, assim como também, já não fabricamos nossos bacamartes, algo que há muito tempo fazíamos. Atualmente compramos os bacamartes quando necessário, pois há os ‘armeiros’ autorizados que fabricam esse tipo de instrumento, como Zé Braz (Ameixa), Lenilson e Bola, ambos de Belém de Maria”, explicou Valmir Abade.

Os Tiros – a tradição dos disparos realizados pelos bacamarteiros com seus bacamartes é parte de suas homenagens e saudações aos santos padroeiros, como São João, São Pedro, São José, entre outros, e também em uma época comemorativa como Dia de Reis, o Natal, ou uma data cívica. A pólvora é utilizada como munição para produzir mais fumaça e tiros com barulhos estridentes, aspectos característicos do bacamarte.

A Vestimenta Azul – o mais popular e tradicional vestuário dos bacamarteiros é confeccionado com um tecido de algodão na cor azul que recebe o nome de zuarte, e faz alusão à moda militar no período da Guerra do Paraguai.

Trio Pé de Serra  cada batalhão possui sua banda de forró pé de serra, com zabumba, triângulo e sanfona de oito baixos, que ao som do xaxado escoltam todos os bacamarteiros em seus festejos e apresentações, e em suas mudanças rítmicas da melodia guiam e acompanham as evoluções das respectivas apresentações, conforme a necessidade de ritmo mais lento ou acelerado para os movimentos dos bacamarteiros.

Uma Data Comemorativa – pela importância da contribuição à cultura nordestina e sobretudo, à cultura pernambucana, e pela tradição dos cortejos e salva de tiros nos festejos juninos e outros eventos culturais, no Estado de Pernambuco, a data 24 de junho foi instituída por Lei Estadual Lei nº 15.152/2013, e sancionada pelo ex-governador Eduardo Campos, passando a fazer parte do Calendário de Eventos de Pernambuco, como o “Dia Estadual do Bacamarteiro”.

PARA REFLETIR:

“A temática cangaceira e bacamarteira está intimamente ligada ao universo mítico do camponês, do pequeno comerciante ou do artista independente sertanejo, ao ponto de, no ensaio, chegarmos a identificar a prática do bacamartismo como um dos mais fortes artifícios compensatórios das frustrações do cotidiano labor do homem comum no interior nordestino.”

(Olímpio Bonald Neto – trecho do livro “Bacamarte, pólvora e povo”)

Por hoje é isso, contamos um pouco da História dos Bacamarteiros aqui de nossa cidade e resumimos um pouco da trajetória desses gigantes da cultura nordestina ao longo de mais de um século de existência, persistindo, atuando e preservando suas tradições para as gerações atuais e futuras. A todos os bacamarteiros nosso respeito, e nossa salva de tiros simbólicos de gratidão. Obrigada!

Mariana Helena de Jesus

Share

Escuta Pública sobre a Política Nacional Aldir Blanc acontece no município de Bezerros

A Prefeitura de Bezerros, através da Secretaria de Turismo e Cultura, convida os artistas e fazedores de cultura bezerrenses para participar da Escuta Pública sobre a Política Nacional Aldir Blanc de Incentivo à Cultura. O objetivo da escuta é ouvir e identificar as necessidades e deliberar sobre a aplicação e o acompanhamento dos recursos para a classe artística do município. Em caso de dúvidas, entre em contato com: cultura.secturbezerros@gmail.com

Share

RS: Corpo de Bombeiros de Bezerros integra rede de captação de donativos no Estado

Mais de 34 toneladas de doações para o Rio Grande do Sul foram arrecadadas pelo Governo de Pernambuco nos últimos dois dias.

Imagem: internet

Os materiais estão sendo enviados através de transporte aéreo.Caminhões da Secretaria Executiva de Gestão Integrada, Polícia Civil e Secretaria Estadual de Saúde estão levando os itens para o Aeroporto Internacional do Recife. Os principais itens arrecadados foram água mineral, cestas básicas e roupas.No interior do Estado, os quartéis do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar localizados nas cidades de Vitória de Santo Antão, Gravatá, Bezerros, Caruaru, Belo Jardim, Pesqueira, Arcoverde, Serra Talhada, Salgueiro e Petrolina estão tendo as doações recolhidas pelos Correios, que estão fazendo o também transporte para o Recife.Os itens doados são: materiais de higiene pessoal, lençóis, cobertores, toalhas, colchões, cestas básicas e água mineral. Como ajudarDe acordo com a gestão estadual, não há previsão para o encerramento da campanha de arrecadação. As entregas podem ser feitas diariamente, das 8h às 17h, no Quartel do Comando Geral da PMPE, no Derby, e no Quartel do Comando Geral do CBMPE, na Avenida João de Barros, além dos quartéis do CBMPE e da PM localizados nas cidades citadas acima.

Com informações do Diário de Pernambuco

Share

PAC: Bezerros terá Sistema Simplificado de Abastecimento para atender áreas rurais

Comunidades de Encruzilhada e Sapucarana serão contempladas

O Governo Federal anunciou, na última quarta-feira (8), o resultado de mais cinco modalidades do Novo PAC Seleções, dos eixos Água para Todos e Cidades Sustentáveis e Resilientes. Os projetos somam R$ 18,3 bilhões em investimentos para todo o país, sendo R$ 418 milhões para Pernambuco, nas seguintes áreas: Abastecimento de Água – Rural; Periferia Viva – Urbanização de Favelas; Prevenção a Desastres Naturais: Contenção de Encostas; Regularização Fundiária; e Renovação de Frota.

Dentre as obras contempladas, nove são projetos da Secretaria de Recursos Hídricos e Saneamento do estado, que vão levar mais abastecimento d’água para cidades das regiões Agreste, Sertão e Zona da Mata.

Sistemas Simplificados de Abastecimento.

Os nove projetos contemplados pelo Novo PAC Seleções para obras de saneamento rural vão receber cerca de R$ 48 milhões, que vão financiar a construção de sistemas simplificados de abastecimento em comunidades rurais das cidades de Bezerros, Caruaru, Betânia, Cabrobó, Vitória de Santo Antão, Jataúba, Petrolândia, Tupanatinga e Palmares.

Os sistemas simplificados são a solução mais viável de abastecimento para territórios rurais. São estruturas menores que os grandes sistemas – por isso, custam menos e levam menos tempo de construção – compostos, quase sempre, de uma estrutura de captação da água, uma adutora, uma estação de tratamento e uma rede de distribuição. Só nesta gestão, já foram entregues 12 (doze) sistemas simplificados de abastecimento, todos no Sertão do estado, beneficiando cerca de três mil famílias, somando um investimento de cerca de R$ 24,6 milhões.

Caderno Bezerrense

Share

Ministro da Educação fala no Bom dia PE sobre novos institutos federais no Estado

Bezerros sediará uma das unidades em Pernambuco.

Nesta quinta-feira (9), o Ministro da Educação, Camilo Santana, concedeu entrevista ao Bom dia PE da Globo NE. Na ocasião, Santana falou sobre os projetos para a criação de novos institutos federais em Pernambuco. “A gente acredita que o instituto federal é uma grande política assertiva e teve grande resultados para a educação técnica e profissional e o governo federal quer ampliar a matrícula de tempo integral ponto de vista técnico profissionalizante”, contou.O projeto foi anunciado pelo presidente Lula em março e deve ter o investimento de R$ 150 milhões, com 8,4 mil novas vagas. As unidades estão previstas para as cidades do Recife, de Goiana (Mata Norte); Santa Cruz do Capibaribe, Bezerros, Águas Belas (Agreste); e Araripina (Sertão).

Do G1

Veja o que já publicamos sobre o Instituto Federal em Bezerros.

Share

Perfil oficial do município aponta delegacia e corpo de bombeiros para doação de ítens aos desabrigados do RS

Os bezerrenses que desejarem doar para os desabrigados das cheia no estado do Rio Grande do Sul podem se dirigir até o Núcleo Integrado de Segurança, no bairro São Pedro. A informação foi divulgada pelo perfil oficial da prefeitura de Bezerros que elenca quais ítens podem ser doados.

CHEIAS- As chuvas que caíram no estado do sul do país provocaram milhares de desalojados ( 159.036). Já são mais 48 mil pessoas em abrigos.

Feridos: 372. Desaparecidos: 131. Mortos: 100.

Share

Bezerros sedia mutirão de emissão de CAFs

Nesta quinta-feira (25), o município de Bezerros sediou um importante mutirão de emissão de CAFs voltado para o público do ATER Mulheres, projeto coordenado pelo Centro Sabiá. O mutirão, coordenado pelo IPA, teve como objetivo regularizar os agricultores familiares,capacitando-os para participar de programas governamentais destinados à agricultura familiar tanto a nível estadual quanto federal.A ação contou com a presença da diretora de Extensão Rural do IPA, Alcineide Nascimento, do assessor da governadora Raquel Lyra, Bruno França e da prefeita do município, Lucielle Laurentino. O mutirão representa um passo fundamental para garantir a participação dos agricultores familiares em iniciativas que visam fortalecer o setor agrícola e promover o desenvolvimento rural sustentável.

IPA Bezerros

Share

Bezerros é o 27° município mais populoso do Estado

Imagem: internet

A população da cidade de Bezerros (PE) chegou a 61.686 pessoas no Censo de 2022, o que representa um aumento de 5,14% em comparação com o Censo de 2010. Os resultados foram divulgados nesta quarta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os dados do Censo também revelam que a população do Brasil é de 203.062.512, um aumento de 6,45% em relação ao Censo de 2010. No estado de Pernambuco, a população é de 9.058.155, o que representa um aumento de 2,98% quando comparado ao Censo anterior.

No ranking de população dos municípios, Bezerros está: na 27ª colocação no estado; na 132ª colocação na região Nordeste; e na 530ª colocação no Brasil.

A pesquisa do IBGE também aponta que a cidade em Bezerros tem uma densidade demográfica de 125,22 habitantes por km² e uma média de 2,59 moradores por residência.

O Censo

O Censo é uma pesquisa realizada a cada 10 anos pelo IBGE; a anterior foi feita em 2010.O levantamento realiza uma ampla coleta de dados sobre a população brasileira e permite traçar um perfil socioeconômico do país.A atual edição do Censo deveria ter acontecido em 2020, mas foi adiada por conta da pandemia de Covid-19. Em 2021, houve um novo adiamento em razão da falta de recursos do governo.

Do G1

Share

Escolas de Bezerros recebem palestra da UVB

A União dos Vereadores do Brasil (UVB) esteve levando o projeto Palestra Sobre O Legislativo em duas escolas de Bezerros: ETE e Cônego Alexandre. O presidente da Câmara de vereadores Diogo Lemos (PSB) participou do evento; ele representou a União do Vereadores de Pernambuco (UVP) do qual é membro. O projeto que reuniu alunos, professores e direção de ambas as escolas visa levar educação Legislativa e cidadania através da UVB (União dos Vereadores do Brasil) aos Estudantes do Brasil. No Estado, escolas de 33 municípios foram contempladas. Nas apresentações os alunos além de conhecerem um pouco mais sobre o Poder Legislativo Municipal, recebem uma cartilha explicativa produzida pela UVB.

Share

Lula inaugura novo trecho da transposição do Rio São Francisco que vai beneficiar Bezerros e região

Sistema de adutoras abastecerá região agreste de Pernambuco.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou, nesta quinta-feira (4), da inauguração da Estação Elevatória de Água Bruta Ipojuca e do trecho Belo Jardim-Caruaru da Adutora do Agreste de Pernambuco, no município de Arcoverde (PE). O sistema abastecerá o interior pernambucano com água da transposição do Rio São Francisco.Em discurso, Lula abordou os desafios políticos do projeto de deslocamento de parte das águas do rio, iniciado em 2005, e explicou a importância da água tratada para a saúde pública e o desenvolvimento das comunidades. O presidente lembrou das dificuldades enfrentadas pela população em razão da escassez hídrica e defendeu os investimentos públicos no projeto.“Havia uma bobagem de que tinha algum estado que se achava dono do rio. Graças a Deus, a gente elegeu o companheiro Jacques Wagner, governador do PT, e o Jacques Wagner, enquanto governador, falou: a água não é da Bahia, a água passa na Bahia, ela é do povo brasileiro. E, portanto, o Brasil tem o direito de fazer a transposição para trazer água para 12 milhões de brasileiros e brasileiras que moram no semiárido”, disse Lula.“A obsessão que eu tenho pelo Nordeste e pela questão da água no Nordeste é porque, quando eu tinha sete anos de idade, eu morava em Caetés [PE] e a gente tinha que buscar água num açude, buscar água no pote, eu e meus irmãos”, lembrou o presidente, contando os problemas de saúde em razão do consumo de água não tratada.“[Agora], o estado de Pernambuco terá água para todo mundo se fartar, bebendo, tomando banho e cuidando dos animais e cuidando da nossa agricultura”, acrescentou.AdutorasQuando estiver finalizado, o sistema integrado contará com 1,5 mil quilômetros de adutoras. Atualmente, seis municípios são atendidos pela Adutora do Agreste de Pernambuco. Com a inauguração de hoje, passarão a ser nove. Assim, o abastecimento regular será expandido de 190 mil para 615 mil pessoas.A estação elevatória inaugurada nesta quinta-feira faz parte da primeira etapa do projeto, que vai garantir – até 2026 – que 23 municípios e 1,3 milhão de pessoas sejam beneficiadas com as águas do São Francisco. Com isso, serão atendidos os municípios de Arcoverde, Pesqueira, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Bento do Una, São Caetano, Caruaru, Bezerros, Gravatá, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Brejo da Madre de Deus, Pedra, Venturosa, Buíque, Tupanatinga, Itaíba, Águas Belas, Iati, Cachoeirinha e Lajedo.Como é o sistemaO sistema completo é composto por unidades de captação, adutoras de água bruta, estações elevatórias de água bruta, reservatórios de água bruta, estações de tratamento, adutoras de água tratada e estações elevatórias de água tratada. Até o momento, o governo federal investiu mais de R$ 1,2 bilhão no projeto, enquanto o estado, como contrapartida, aplicou R$ 200 milhões.A primeira etapa do projeto compreende 790 quilômetros de tubulações, além de três obras complementares de captação e interligações para fornecimento antecipado de água ao sistema. O empreendimento, atualmente, está com 79,40% de execução física. A segunda etapa está em fase de contratação. Quando ela for concluída, o sistema adutor pernambucano vai beneficiar dois milhões de habitantes em 68 municípios.

Agência Brasil

Share

Câmara de Vereadores faz postagem lembrando do Golpe Militar de 1964

Há exatos 60 anos, as tropas do exército saíam de Minas Gerais, sob comando do general Olympio Mourão Filho, com destino ao Rio de Janeiro (RJ) , para derrubar o governo do então presidente João Goulart. O golpe inaugurou uma fase conturbada e triste na vida política do país. A Câmara de Vereadores de Bezerros publicou, em sua rede social, postagem para lembrar do período ” sanguinário e corrupto” pelo que o país passou. Segue POST:

Share

Dados do Caged de fevereiro fecha com nove vagas a menos

O município de Bezerros ficou, mais uma vez, com saldo negativo na geração de empregos. De acordo com números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados hoje (27), no mês de fevereiro o município fechou 9 postos de trabalho. Resultado de 228 admissões e 237 desligamentos.

Os setores que mais fecharam vagas foram serviços, com menos 33, e agropecuária com menos 10 postos formais.

Com os números, Bezerros perdeu 49 vagas de emprego em 2024, já que em janeiro foram fechados 40 postos.

NÚMEROS NO ESTADO E NO BRASIL

Pernambuco ficou na terceira posição no Nordeste na geração de empregos. Em fevereiro, o saldo positivo chegou a 2.145 vagas. No Brasil, foram 306.111 criadas.

Caderno Bezerrense

Share

Bezerros sediará Instituto Federal

Atualizada às 12:06min

Presidente postou stories falando do anúncio dos IF’s

O Governo Federal confirmou cem novos institutos federais no país, sendo seis deles em Pernambuco. Bezerros, no agreste, foi confirmado como um dos municípios contemplados.

Ao todo, serão investidos R$ 3,9 bilhões em obras. Segundo o Ministério da Educação, R$ 2,5 bilhões só para as novas unidades e R$ 1,4 bilhão para reforma e construção de novas áreas, como ginásio e refeitório, em institutos já existentes… – Veja mais em https://educacao.uol.com.br/noticias

A prefeita Luciele (U.B) representou os prefeitos dos municípios contemplados. Em sua oratória, falou da sua história e da experiência de vida graças a Educação. ( clique na imagem para assistir)

Pernambuco (6): Águas Belas, Araripina, Bezerros, Goiana, Recife e Santa Cruz do Capibaribe.

Da redação, com informações também do UOL.

Share

PAC contempla município com creche e ônibus escolar

O Governo Federal anunciou, ontem, R$ 23 bilhões em investimentos do Novo PAC Seleções. Serão beneficiadas 6.778 obras e equipamentos de saúde, educação, esporte e cultura nos 26 estados do Brasil. Em Pernambuco, 167 cidades de todas as regiões serão contempladas, chegando a 91% dos municípios.

Bezerros, no agreste, será contemplado com creche e um ônibus para transporte escolar. Na publicação, o Governo Federal não detalha sobre o projeto da creche no município. A expectativa é que haja a retomada das obras da creche no Santo Amaro II.

Share

Ator da Globo na Serra Negra

O ator Daniel Rocha foi tietado na Serra Negra no final de semana. Daniel informou que está gravando um filme no Recife. O registro é da bezerrense Graça Silva, mãe do cantor Lucas M & M. No vídeo abaixo você confere alguns dos trabalhos do artista.

Só a serra negra nos proporciona esses momentos especiais Daniel Rocha ator da globo 👏👏👏👏 Muito educado, simpático até conversou conosco que estava gravando um filme no Recife por isso veio parar em Serra Negra. Daniel Rocha Pra quem não lembra dele olha o homem aí atuando é só clicar no link
https://youtu.be/dMjQ7YcvHI8?si=L4FJI-EzryeoLuX1
Share

Lady Falcão ganha notoriedade entre os influencers

Cantora destacou que a música continua sendo o seu foco e busca pela ‘virada de chave’

A cantora Lady Falcão participou de mais um reality, A Casa da Barra, promovido pelo influencer digital Carlinhos Maia no município de Barra de São Miguel, AL. A interação entre os influencer durantes os eventos e os holofotes apontados para a cantora garantiram engajamento na sua rede social do Instagram. Lady Falcão, no entanto, diz abraçar as oportunidades, mas lembra que o seu foco continua sendo os palcos, a música. A declaração da cantora se deu após figurar na casa reserva, uma espécie de eliminação do reality. O próprio Carlinhos Maia reconheceu que a artista estava alí mais para cantar que fazer parte do jogo entre os participantes. Mesmo assim, Lady entregou muitos conteúdos, com direito até a desfile onde representou o segmento do jeans de Toritama e Santa Cruz do Capibaribe.

Mesmo estando fora do próximo reality, a cantora, possivelmente, retornará aos eventos do Carlinhos Maia para apresentações. Na despedida, a sua banda fez o show durante o carnaval realizado para os participantes. Mereceu destaque a música de forró Lágrimas de Adeus (Capim com Mel). “Não quero lágrimas de adeus, adeus, adeus”.

A temporada fez a bezerrense ultrapassar meio milhão de seguidores na sua rede social do Instagram. Uma vitrine própria de divulgação do seu trabalho na busca pelo sucesso, a virada de chave que tanto almeja na carreira musical.

Share

Paixão de Cristo de Nova Jerusalém: Um espetáculo fascinante

Por sua singularidade e grandiosidade, a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém é fascinante. Atração para o público de todas as idades, o espetáculo emociona com uma dramatização impactante associada a um visual deslumbrante e recheado de efeitos especiais. A mega peça teatral, que conta a história de Jesus, é encenada em uma cidade-teatro com nove palcos-plateia localizada no município do Brejo da Madre de Deus, agreste de Pernambuco, a 180 km do Recife.

Leia mais aqui

Share