Dos Bastidores da Política de Bezerros

BOI DE PIRANHA

O prefeito Breno Borba acompanha o secretário de Saúde do Estado, André Longo, pelas ruas do centro, após reunião na prefeitura. Em Caruaru, a prefeita só soube da presença do secretário na cidade através da imprensa. Na comitiva, a vice governadora Luciana Santos (PCdoB) e o deputado estadual Waldemar Borges (PSB).

O prefeito Breno Borba (PSB) deveria ter repelido o achincalhamento proferido ao munícipio de Bezerros no cenário político estadual. Segundo o blog do Magno, o burburinho é que o munícipio de Bezerros serviu como “Boi de Piranha para o goveno Paulo Câmara justificar medidas mais restritivas no no combate à COVID-19 em Caruaru, sem ser acusado de perseguir politicamente a prefeita Raquel Lyra (PSDB).

Se o governo municipal acatou de pronto o decreto do Estado, deveria mostrar os seus dados técnicos, exigindo o merecido respeito ao munícipio. Motivo como esse desperta o sentimento de pouca importância política de Bezerros no cenário estadual. É vexatório!

UNILATERAL

A prefeita de Caruaru segue a determinação, mas contestou as medidas técnicas alegadas pelo governo de Pernambuco para impor o quase lokdown. Em um dos pontos, Raquel observou que a sua cidade não é uma ilha na região e disparou dizendo que a medida foi tomada de forma unilateral.

Em Bezerros, os adversários do prefeito Breno Borba reclamam de certa passividade do governo municipal diante das decisões impostas pelo governo Paulo Câmara.

DE FATO!

De fato, os números em cidades da região, como Gravatá, Vitória de Santo Antão, Palmares e Escada precionam mais o sistema de Saúde do Estado que o munícipio de Bezerros. Mesmo assim os dados são preocupantes, pois ocupamos o 16° lugar geral sendo o 30° município mais populoso de Pernambuco. Outro fato que mereceu destaque deve-se a ociosidade na ocupação dos leitos no hospital de Campanha de Bezerros, o que soa contraditório à opinião pública.

Boi de piranha é uma expressão popular brasileira. Essa expressão designa uma situação onde um bem menor e de pouco valor é sacrificado para que em troca outros bens mais valiosos não sofram dano. Também pode referir ao sacrifício de um indivíduo na tentativa de livrar outro indivíduo de alguma dificuldade. Wikipédia

DIFERENCIADO

O governo de Pernambuco enviou, neste final de semana, 50 ventiladores mecânicos para Petrolina. Parte dos 46 bezerrenses internados nos hospitais de Pernambuco poderiam está em Bezerros se o hospital de Campanha fosse mais equipados. Dos 46, 42 estão em leitos de enfermaria e apenas quatro em UTI’s! Falta esse olhar diferenciado para o município de Bezerros.

PEGA O POMBO!

Imagem Diário de Pernambuco

Qualquer pessoa que passa pela Praça Duque de Caxias, no centro, percebe que a população de pombos está descontrolada. A coluna já denunciou o fato já alguns anos, mas o fato não mereceu a devida atenção por parte das autoridades competentes. O apresentador do Bom Dia Pernambuco, da Globo NE, chamou a atenção durante transmissão ao vivo sobre matéria da Covid-19. A concentração dos animais também foi registrada pelo Diário de Pernambuco em materia tambem sobre o coronavírus. Muitos não sabem, mas os animais representam risco a saúde pública, pois podem ser transmissores de salmonelose, histoplasmose, ornitose e meningite. Há formas de controlar a população dos animais, sem a necessidade de sacrifício (ver aqui). É até irônico o município não resolver um problema a olhos vistos achar que vai controlar o inimigo invisível, no caso do coronavírus.

AS OPOSIÇÕES

Gabeira (MDB) e Luciele Laurentino (DEM) continuam polarizando no campo da oposiçao ao prefeito Breno Borba (PSB). As duas postulações tem provocado um amplo debate político dando ao eleitorado mais tranquilidade para posicionar-se. Pelo menos 2020 não será o ano onde o eleitorado reclamará da falta de opções como se viu em 2016. A eleição este ano será atípica por conta da pandemia e tudo poderá acontecer.

CURTAS

O hospital de Campanha de Bezerros anda ocioso porque só pacientes com sintomas mais leves permanecessem na unidade de saúde, que é de baixa complexidade.

A prefeitura respondeu sobre a especulação de fechamento do hospital de Campanha afirmando que, “por enquanto, permanecerá aberto”.

Em relação a Covid-19, a situação do município só é mais confortável porque a rede estadual de saúde não está estrangulada e continua recebendo os pacientes mais graves do município.

Obsevando os índices de isolamento social, pode-se dizer que “isolamento” praticamente não existiu nessa quarentena. Talvez se trabalhasse melhor o distanciamento social, respeitando o uso de máscaras e álcool em gel se conviveria melhor com a pandemia. O problema é a educação!

O prefeito Breno Borba prestou B.O. por ter tido um cadastro em seu nome aprovado no programa assistencial do Governo Federal. A mensagem chegou a ele via celular, o que pode ter sido link malicioso. Não há cadastro no nome do prefeito no programa.

Você que gosta de política, participe do nosso grupo de Whatsapp clicado nesse link.

Share

Prefeito diz que teve cadastro no auxílio emergencial aprovado

Reportagem consultou e não localizou cadastro em nome do prefeito no Portal de Transparência do Governo Federal.

O prefeito Breno Borba (PSB) divulgou vídeo na rede social informando que teve o seu nome aprovado no auxílio emergencial do Governo Federal. Segundo ele, uma mensagem de texto chegou em seu celular informando da inclusão do nome no programa. O prefeito prestou Boletim de Ocorrência na delegacia de Bezerros e julgou o fato como ato político pequeno.

A reportagem consultou e não localizou no Portal da Transparência do Governo Federal o nome do prefeito como beneficiário do programa. Consta no portal apenas a informação de que o prefeito é sócio de uma empresa de revenda de combustível.

Share

“O decreto coloca a gente numa situação de regridir no plano de abertura”

O secretário de Governo de Bezerros, Marconi Andrade, foi às redes sociais explicar que as medidas restritivas, impostas pelo governo do estado para o combate à pandemia da Covid-19, não se trata de lokdown. “O decreto ele coloca a gente numa situação de regridir no plano de abertura, que aconteceu lá em março. Entao, a turma que estava aberta no mês de maio continuará aberta, a turma que fechou no mês de maio vai fechar.” O secretário explicou que o que vai mudar é a fiscalização, que foi pactuada junto ao governo de Pernambuco. Sobre o termo lokdown, Andrade disse que é um termo usado pela imprensa para passar a informação mais rápida, de forma mais ansiosa. “É importante que só os serviços essenciais estejam abertos”, concluiu.

SEM RESTRIÇÃO DE CIRCULAÇÃO

As medidas, portanto, não vai restringir a circulação de pessoas. Imaginava-se, como foi repassado em vários veículos de imprensa, que haveria restrições nesse sentido. Na Região Metropolitana do Recife o “lokdown” estabeleceu rodízio de veículos e justificativa dos motoristas que precisavam circular. Em Bezerros, como se ver, os governos ainda vão apelar pelo bom senso da população.

Share

Bezerros serviu como “boi de piranha”, diz jornalista Magno Martins sobre lokdown

O Blog do Magno traz matéria vexatória para o município, que teria servido de pretexto para perseguição política do governador Paulo Câmara à prefeita de Caruaru Raquel Lyra.

Golpe mortal em Caruaru

Na véspera da mais tradicional festa cultural, econômica e social de Caruaru, o São João, mesmo comemorada este ano de forma simbólica pelas redes sociais, o governador Paulo Câmara (PSB) deu um presente de grego à cidade: decretou estado de lockdown por tempo indeterminado, frustrando a população, notadamente os industriais, comerciantes e demais segmentos que fazem a economia do município girar, já fortemente prejudicada pela pandemia do coronavírus.

O Governo alega que Caruaru perdeu o controle da situação, com crescimento exagerado dos casos da Covid-19, mas o que se ouve nos bastidores é que, para não passar a ideia de perseguição política, tendo em vista que a prefeita Raquel Lyra, do PSDB, despacha do outro lado do balcão partidário dos que estão sob o mando do Estado, incluiu a cidade de Bezerros como espécie de boi de piranha. O engraçado é que Caruaru tem três deputados aliados ao Governo – José Queiroz (PDT), Tony Gel (MDB) e Erick Lessa (PP) – mas nenhum deles contestou.

A prefeita ainda chegou a dar uma nota da sua insatisfação, mas informando que acataria. A população achou sua postura fraca. Esperava que seguisse o exemplo do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), o primeiro a reabrir o comércio e todos os setores da atividade produtiva por decreto municipal, sem autorização do Estado. A radicalização do isolamento social em Caruaru por parte do Governo Paulo Câmara irritou sobretudo quando existem municípios com curva da Covid-19 também em crescimento.

É o caso, por exemplo, de Serra Talhada, na liderança dos casos no Sertão do Pajeú, com 401 contaminados e nove óbitos. Até ontem, Caruaru registrava 1.695 casos, com 112 óbitos, mas não se pode comparar em termos populacionais com a cidade sertaneja. Além disso, a capital do Agreste compreende um entorno de mais de 30 municípios que dependem do seu sistema de saúde pública.

Quanto à reação da prefeita, afirmou que a decisão do governador foi tomada de forma unilateral e preocupante, já que Caruaru não é isolada das cidades vizinhas, que compreendem, juntas, cerca de dois milhões de habitantes. Disse que participou de três reuniões com o Governo do Estado e mesmo assim não entendeu os critérios adotados para a reabertura de setores da economia sem levar em conta o contexto da região.

Nota da Prefeitura – Em nota, Raquel informou que, assim como tem feito até o momento, continuará seguindo os Decretos do Governo do Estado. “Ao longo do período de pandemia, o município tem tomado diversas medidas para enfrentar a propagação da Covid-19. Contudo, por não se tratar de uma cidade isolada e ter conexões com vários outros municípios, existe uma movimentação de pessoas entre toda a região, que compreende cerca de 2 milhões de habitantes. A Prefeitura reforça que vem trabalhando nos protocolos de segurança para a reabertura do comércio local. Na última semana, a gestão municipal encaminhou um ofício solicitando uma reunião com o Governo do Estado. Contudo, após este diálogo, o Governo de Pernambuco decidiu, de forma unilateral, retroceder nas estratégias do plano de reabertura no município, tratando Caruaru de forma isolada, sem levar em conta o contexto da região.

O silêncio – Pelo tom da sua nota, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, deu a entender que não foi ouvida pelo governador para tomada da sua decisão radical. “É importante reforçar que a Prefeitura de Caruaru continuará, como sempre fez durante todo esse período, cuidando da população. Diante da decisão do Governo do Estado, a Prefeitura de Caruaru esclarece que não entende os critérios que estão sendo seguidos para tal decisão, mas continuará acatando o decreto”, disse a tucana. Na verdade, provavelmente por ser do campo da oposição, a prefeita foi ignorada. Mais grave ainda, neste caso que revoltou não apenas Caruaru, mas todo o Agreste, está sendo o silêncio dos deputados José Queiroz, Tony Gel e Erick Lessa.

Share

O ESTADO TEM RAZÃO, MAS JÁ TIVEMOS MOMENTO MAIS DIFÍCIL

O site já defendeu um lokdown quando pacientes começaram a morrer no município a espera de leitos de UTI.

Infelizmente, o município voltou a figurar na imprensa nacional como foco disseminador do novo coronavírus. E não é pelos números apresentados pela prefeitura, que estão muito abaixo da realidade, mas pela procura na rede estadual de saúde que acendeu o alerta. Desde o início da quarentena que as falhas foram mostradas e atitudes cobradas. O site já chegou a defender um lokdown e alertou o município a adquirir ventiladores mecânicos quando pacientes começaram a morrer no hospital de Campanha de Bezerros a espera de leitos de UTI. Hoje, por incrível que pareça, o cenário é mais favorável, justamente porque o sistema de saúde estadual não está estrangulado e os pacientes mais graves estão sendo transferidos. No hospital de Campanha, embora o governo municipal não apresente diariamente o número de internados, a informação é que mais de 80% das vagas estão desocupadas. O hospital, vale lembrar, atende apenas a casos menos graves da Covid-19 e o estado acaba recebendo toda a demanda. Por isso a correta decisão da “intervenção” para frear a curva de contaminados no município.

O PAPEL DO ESTADO

O governo estadual e os municípios de Pernambuco vem fazendo o seu dever de casa e freando a curva de contaminados, mas a demanda crescente de pacientes de Bezerros e Caruaru para os leitos da rede de saúde acendeu o alerta. É preciso ver aonde os municípios estão errando. Vale salientar que Pernambuco vem trabalhando os números da Covid-19 com muita transparência. Em Bezerros, há várias lacunas nos dados divulgados. Não se sabe, por exemplo, o bairro ou distrito onde há uma incidência maior dos casos.

Abaixo destaque das medidas mais restritivas por renomados portais de notícias do país.

Share

COVID-19:Com números crescentes, Estado tentará frear a curva na cidade

Aumento da força de segurança do Estado já é percebida no centro.

Governo de Pernambuco endureceu as medidas restritivas da circulação de pessoas em Caruaru e Bezerros, no Agreste, como parte das estratégias de enfrentamento do novo coronavírus (covid-19). O objetivo é ampliar o isolamento social da população das duas cidades, e diminuir a velocidade do espalhamento do vírus na região. A quarentena restrita começa a partir de 26 de junho e segue até 5 de julho.

O decreto nº 49.133, de 23 de junho de 2020, publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (24), estabelece o que pode e não pode funcionar durante a quarentena em Caruaru e Bezerros. A maioria das regras do novo decreto já estava em vigor em ambas as cidades. A flexibilização das medidas de restrição avança apenas na Região Metropolitana do Recife e no Sertão. Outras 85 cidades da Zona da Mata e Agreste – Caruaru e Bezerros incluídas – não foram autorizadas a seguir o Plano de Convivência com a Covid-19, devido aos números da doença.

Do NE10

Share

Estado deverá enviar reforço na área da segurança para fazer valer medidas mais restritivas

O prefeito Breno Borba (PSB) foi as redes sociais destacar medidas mais restritivas determinadas pelo Governo de Pernambuco no combate ao Coronavírus no município. O município deverá contar com forte apoio do Estado para tentar frear a curva na cidade, que vem precionando o sistema de saúde no agreste.

“Amigos, essa tarde fomos comunicados pelo Governo do Estado sobre as novas medidas que serão adotadas no agreste, nas cidades de Bezerros e Caruaru. Muito me preocupa, mas sabemos que são medidas para salvar vidas. Vi nos ultimos dias o afrouxamento do isolamento social, mesmo com a pandemia ainda assolando nosso país. Peço mais uma vez, fiquem em casa, vamos obedecer as medidas nesses 10 dias que as novas determinações estarão vigorando, para assim garantirmos nosso futuro e de quem amamos. Breno ou a Prefeitura não fazem nada sozinhos, preciso da colaboração de todos. Fiquem com Deus!”.

Share

Prefeito Breno deve enviar ao TCE dados de pessoal do sistema Sagres

Bezerros deve informações de janeiro de 2018 a abril de 2020.

Nesta segunda-feira (22), o Tribunal de Contas de Pernambuco enviou ofício ao prefeito Breno Borba (PSB) para encaminhar, no prazo de 30 dias, informações referentes ao módulo de pessoal do sistema Sagres (Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade), que estão em atraso.

No estado, entre prefeituras, câmaras municipais e demais órgãos públicos, 222 ofícios foram enviados. Os gestores que deixarem de enviar as informações no prazo estabelecido pelo TCE poderão pagar multa, por meio de auto de infração que será lavrado pelo conselheiro relator.

O SAGRES-PE é um aplicativo de apoio ao exercício do Controle Externo que tem como base a coleta mensal, a análise e a disponibilização para a sociedade de dados informatizados sobre execução orçamentária e financeira, licitações, contratos administrativos e informações de cadastros e folhas de pagamento de pessoal das unidades jurisdicionadas municipais.

Share

Dos Bastidores da Política de Bezerros

Estávamos devendo a coluna política da semana

O RISCO

Grande cheia de 2010 teve reflexo direto com o transbordamento da barragem

A barragem Pedro Moura, localizada no Rio Ipojuca, em Belo Jardim, está com 98% de sua capacidade. O manancial está prestes a verter e passa a representar risco de inundações porque já não pode mais conter as cheias do “alto Ipojuca”. A depender da enxurrada, o nível do rio se elevará abaixo da represa provocando estragos nas cidades ribeirinhas. A população já sentiu na pele a experiência com o grande transbordamento da barragem.

A SOLUÇÃO

Os prefeitos de Gravatá, Bezerros, Caruaru e São Caetano poderiam fazer um apelo ao governo do Estado para que abrissem as comportas ou válvulas da barragem permitindo, de forma controlada, que o manancial preservasse uma margem de segurança. A barragem Pedro Moura poderia ter a função de contenção de cheias, além do abastecimento humano, a exemplo da barragem de Serro Azul, que protege cidades como Palmares e Barreiros. O que estão esperando?

AINDA NÃO CHEGOU !!!

O município de Bezerros ainda não anunciou se chegou ao hospital de Campanha os equipamentos de ventilação mecânica e de monitores para reforçar a Sala Vermelha. A Unidade de Saúde é voltada para o combate a Covid-19 no município. O prefeito informou ter investido no hospital de Campanha ‘quase’ um milhão de reais’.

NOVO SERVIÇO ?

Estranho que só agora, depois de três meses, o prefeito Breno Borba fale em estabelecer uma parceria com o hospital Jesus Pequenino, que passaria a disponibilizar leitos (inclusive de UTI) para pacientes do município acometidos pela Covid-19. Se os referidos leitos do Jesus Pequenino são regulados pelo Estado, como explica isso?

TV ADP

Partiu do popular André do Povo, com a sua TV ADP, o exemplo de como se comportar numa live ao receber o pré candidato a prefeito Gabeira (MDB) para uma entrevista. O apresentador fez representar a curiosidade do seu público com perguntas diretas. Restou ao entrevistado aproveitar a ocasião para falar da sua história de superação de vida e dos planos políticos para o município. No final coube ao público julgar o conteúdo apresentado.

A coluna criticou as lives, que ‘explodiram’ no município durante a quarentena, por permitir que os convidados conduzissem a pauta. Para assistir clique na imagem.

MONUMENTO?

Seria mesmo necessário retirar o letreiro de indicação do municipio para reparos há poucos meses de inaugurado. Se, sim, não podemos chamá-lo de monumento, mas de um adereço. O público estranhou a retirada, porque esse tipo de obra precisa ser feito para permanecer no local por longo período. A justificativa de que os reparos não representam custo, já que estaria dentro da previsibilidade da empresa, não anula a crítica anterior. Aliás, quanto o governo municipal desembolsou pelo projeto? Essa indagação continua no ar.

CURTINHAS

Renato Luiz ( Bez. 24h) foi promovido pelo prefeito Breno Borba para Secretário Adjunto de Turismo de Bezerros. Renato era voluntário no departamento de eventos da pasta.

Os aparelhos de ventilação mecânica e monitores eram aguardados para chegar no hospital de Campanha do município no final do mês de maio. Já entramos na segundo quinzena do mês de junho e nada.

20% de desconto é o percentual que duas escolas de Bezerros vão ter que adotar por conta da quarentena, graças a uma Ação Civil Pública impetrada na Justiça pelo Ministério Público. O desconto será retroativo ao mês de maio…

…na internet a pergunta que não quer calar diz respeito às outras escolas do município. A decisão da justiça bem que poderia ser extensiva as demais. Faz sentido!

Qual o esforço que o município de Bezerros fará para poder acompanhar o estado na reabertura do comércio? Um gráfico que aponta a procura por leitos de UTI foi decisivo para que várias cidades do Agreste permanecessem com as medidas mais restritivas.

Share

Justiça determina que escolas de Bezerros reduzam mensalidades em 20%

Desconto deve ser retroativo a maio de 2020.

A Justiça determinou que o Sistema Educacional Radar e o Colégio Nossa Senhora das Dores dêem um desconto de 20% nas mensalidades escolares. A Ação Civil Pública foi proposta pelo Ministério Público, com pedido liminar e antecipação de tutela, garantindo que o percentual devolvido seja retroativo ao mês de maio. O entendimento é que os respectivos educandários não observaram o momento de pandemia da Covid-19 e as suas implicações econômicas na sociedade. O processo segue agora em segredo de justiça.

Share

“…não é recursos extra, não é recursos a mais, diz Breno sobre verbas federais

Dados do Governo Federal mostram que, até 5 de junho, o município já somou mais de seis milhões de repasses para o combate ao Coronavírus.

Clique para assistir a entrevista completa ao perfil Caruaru no Face

O prefeito Breno Borba (PSB) informou, através do perfil Caruaru no Face, que os recursos ‘extras’ que devem chegar da União, por volta de cinco milhões (R$ 5.522.834,34), são de compensações de percas ao longo dos meses. “…isso não é recursos extra, não é recursos a mais”, pontuou. O prefeito informou que o primeiro decênio de junho teve uma queda de 34,9% em relação a igual período do ano passado.

Segundo o prefeito, o município estava acostumado a receber, no momento, cerca de um milhão de reais e que o repasse ficou inferior a setecentos mil. “Então, com esse dinheiro a gente tá quitando alguma coisa de carnaval, com atrações que tocaram na cidade e outras pendências…”, explicou. Não ficou claro se os recursos que o prefeito menciona tenha sido de repasses regulares ou da primeira parcela da ajuda da União.

Sobre o ‘extra’, Breno disse que o recursos darão certo fôlego ao município e que deve destinar a maior parte à área da Saúde.

Segundo o Diário de Pernambuco, a legislação garante que o valor será pago em três parcelas. A primeira no dia 10 de junho. De acordo com a Nota Técnica 36/2020, da CNM, o montante de cada prefeitura será dividido entre R$ 20 bilhões distribuídos para os municípios para uso livre e R$ 3 bilhões para gastos de saúde pública e assistência social.  

GOVERNO FEDERAL: Bezerros já recebeu até 05 de junho

O Governo Federal Federal divulgou informações de recursos liberados para o Estado e também para o município de Bezerros. Na planilha, o município já teria recebido R$ 6.349.769,14 (seis milhões, trezentos e quarenta e nove mil, setecentos e secenta e nove reais e quartoze centavos) para o enfrentamento a Covid-19.

CACHÊS- O município não informou oficialmente quais atrações foram pagas do carnaval. Havia uma pendência polêmica sobre o alto cachê da Priscila Sena no valor de 80 mil reais. Músicos de Bezerros confirmaram a redação ter em recebido os respectivos cachês em cheques. O carnaval 2020 não atraiu grandes patrocinadores e a prefeitura teve que arcar com os custos da estrutura e da grade de programação local.

Share

Comunicado, via Whatsapp, convoca funcionários para o trabalho

Um comunicado, supostamente assinado pelo Secretário de Governo de Bezerros, Marcone Andrade, convoca funcionários da prefeitura a retomarem aos seus respectivos postos de trabalhos. Como o conteúdo foi divulgado através do Whatsapp dos funcionários, entramos em contato com a Assessoria de Imprensa, que prometeu averiguar o conteúdo. A matéria foi destaques na imprensa local e repercutiu na reunião legislativa da Câmara de Vereadores.

COMUNICADO

Considerando o movimento que o governo estadual vem anunciando, amparados nos dados epidemiológicos estaduais das ultimas semanas e na necessidade de preparamos também a administração pública municipal que há aproximadamente 85 dias vem trabalhando de maneira desfalcada.

Em acordo também com a Secretaria de Administração e Finanças, que divide conosco a gestão do Centro Administrativo e com as Secretarias e órgãos da administração direta e indireta que modificaram seu regime de trabalho e seus horários:

IPREBE
Ouvidoria Municipal
Procuradoria Municipal
Secretaria de Educação
Secretaria de Esportes e Juventude
Secretaria de Obras
Secretaria de Turismo e Cultura

Definimos, portanto o encerramento do regime de rodízio e/ou home office e o retorno das atividades a partir do próximo dia 08/06/2020, segunda-feira, no horário normal das 7h às 13h, ainda sem atendimento ao público e praticando o protocolo de segurança para o não contágio da COVID-19.

Importante também esclarecer que o retorno implica apenas para as pessoas que não tiveram seus vínculos suspensos por força de decreto municipal, amparado em recomendações do MPCO e TCE/PE.

Os casos de pessoas idosas, claramente grupo de risco, devem ser tratados de forma individuais com seus respectivos líderes imediatos.

Fica pactuado também, que ao apresentar qualquer tipo de sintoma de síndrome respiratória o funcionário deverá se afastar pelo período praticado no protocolo de quarentena da COVID-19, portanto, se algum servidor nesse momento antes do retorno já apresentar sintomas, informar a sua liderança a ausência e o motivo.

As secretarias de Saúde, Serviços Públicos e Agricultura, não sofreram alteração de quadro por serem serviços essenciais, mas se houver alguma divergência de horário devem se adequar ao horário normal do expediente.

A secretaria de Desenvolvimento Social, também serviço essencial, ajustará seu horário a partir do dia 15/06/2020.

Com votos de uma retomada serena e exitosa a todas e todos;

Bezerros, 05 de Junho de 2020

JOSÉ MARCONI DE ANDRADE XAVIER CORREIA
SECRETÁRIO DE GOVERNO, PLANEJAMENTO E GESTÃO ESTRATÉGICA

Share

Dos Bastidores da Política de Bezerros

EDUCAÇÃO NA PANDEMIA

Não é porque o tema do momento esteja voltado para Saúde, por conta da pandemia, que outros setores do governo municipal fique inerte a ação do tempo. É impressionante a letargia da Educação do Município diante de medidas que já deveria ter sido tomadas para amenizar a situação de alunos.

O município ainda não se posicionou oficialmente sobre a retomada das atividades dos estudantes, como se dá em outras cidades. Isso, pasmem, depois de quase três meses de quarentena.

O Bezerros Hoje anunciou essa semana que os educadores foram convocados a aderirem ao sistema remoto de ensino a partir do dia 15 de junho. Professores, que não dominam a tecnologia, estão se sentindo desconfortáveis e muitos alunos não dispõe de acesso ilimitado a internet que esse tipo de conteúdo exige. Que a Secretaria de Educação se posicione publicamente. Será um grande desafio e o debate não pode ficar nos bastidores.

EDUCAÇÃO II

Todos sabem que o debate sobre a distribuição da merenda no município foi uma cobrança desta coluna. Enquanto municípios do estado já providencivam a distribuição dos itens, Bezerros aguardava a sansão de uma lei federal. O curioso é que o próprio decreto de calamidade municipal já acobertava a gestão para a ação imediata. O município já fez a distribuição da merenda, mas não informa quando terá a nova etapa. Em Gravatá, o município anunciou um vale cartão para os alunos. Seria uma boa iniciativa que poderia ser estudada.

TESTES

Testes rápidos positivados para o coronavírus deveriam entrar nos casos em investigação do município e não como casos confirmados, pois são testes de triagem. Um caso curioso se deu com a própria diretora da Unidade Mista, Clemilda Lira, positivada para o coronavírus só numa segunda testagem. Esse tipo de teste são geralmente oferecidos em drive thru. Os positivados são submetido a outro exame para confirmar a contaminação. É importante seguir o protocolo para que os números não virem bagunça nem sirva de base de teorias conspiratórias.

BAIXA LETALIDADE

Levando em consideração os resultados dos testes rápidos, o município de Bezerros baixou a letalidade da Covid-19 para índice abaixo da nacional e estadual, segundo informou em live o médico Sidney Ribeiro, que é presidente do Comitê Municipal de Combate a Covid-19 no município. O que eleva o índice de letalidade da doença é a subnotificacão. Projeções apontam que mais de mil pessoas já foram possivelmente contaminadas no município.

IDOSOS

De nada adiantou o confinamento para os idosos que vivem no abrigo em Encruzilhada de São João. O vírus chegou por lá contaminando setenta e dois residentes, segundo testagem rápidas. É óbvio que o protocolo para se evitar isso foi desrespeitado por lá e que os cuidados foram negligenciados. Torcer que tudo não passe de um susto e que eles possam resistir a mais esse desafio em suas vidas. É assustador um vídeo que circula nas redes sociais, onde mostra uma ambulância utilizada para transportar donativos para o abrigo.

POUCO CASO

As mudanças no secretariado do governo municipal, pela importância dos cargos, deveria ser algo de alta publicidade. O municipio ainda não se posicionou sobre a saída do vereador Romero da pasta da Agricultura. A ‘boas linguas’ falam que continuará sendo o manda chuva por lá na base do voluntariado. Também circula nos bastidores a saída de Cleber Maranhão da pasta de Juventude e Esporte e de Valtere Filho da Obras. O trio têm os nomes ventilados para a vice na chapa de reeleição do prefeito.

CURTINHAS

A prefeitura de Bezerros parece não querer assumir o protagonismo no decreto sobre A proibição das folgueiras. Pessoas ligadas ao prefeito cuidaram de divulgar outras cidades que também tomaram a medida.

O pré candidato a prefeito Gabeira (MDB) demontrou interesse em um eventual governo seu ter o padre Bianchi Xavier na pasta da Ação Social. Não é usual esse tipo de informação antes do jogo jogado.

Pesquisas eleitorais estão movimentando os bastidores da Política. O tempo da pandemia parace ter colocado muita gente em mal lençóis.

Se Bezerros tivesse um canal de TV aberta poderia utilizar a tecnologia para transmitir as aulas para os alunos da rede municipal. Mas no município até as repetidoras de canal de TV foram sucateadas.

Bezerros contínua omitindo a incidência de casos da Covid-19 por bairros e distritos. Um dado tão simples e de grande importância para a população. Por sinal, o isolamento social tem caído bastante em Bezerros e isso só é notícia porque a ferramenta é do Ministério Público.

.

Share

Romero teria deixado a Secretaria de Agricultura

Os Bastidores da Política de Bezerros discute a possível saída do vereador Romero (PSB) da Secretaria de Agricultura do município. O vereador assumiu a pasta no mês de abril e deve ir para um cargo no governo do estado. “Com essa decisão, ele tem até o dia 04 de Julho para deixar também o novo vínculo e ser candidato a prefeito ou a vice conforme a lei eleitoral”, diz uma fonte. Romero teria deixado o cargo no prazo para que secretários se desencompatibilizem preservando a elegibilidade.

RUMORES

Rumores de bastidores também dão conta que o ex-vereador Neguinho de Israel ou filho, Ítalo Wesley, assumiria a pasta da Agricultura no governo Breno. Wesley, no entanto, negou que houve convite nesse sentido e disse que o seu pai desconhece os rumores. A Assessoria de Imprensa do município prometeu apurar os fatos junto ao governo.

TRANSPARÊNCIA

A falta de informação no tocante à mudanças na equipe de primeiro escalão do governo Breno Borba foge à normalidade. A saída do secretário de Turismo Eduardo Ferreira, por exemplo, não foi devidamente informada ao grande público. No lugar assumiu Thais Cristine de Souza. O prefeito Breno fez, através de live, apenas uma simples mensão a nova secretaria de Educação, Ivonete Alexandre. O mais exótico caso revelado foi o do secretário de Governo Júlio Parisio, exonerado ainda no ano passado. No site oficial ainda consta Emanuel Messias como secretário de Agricultura.

Share

Projeto sobre mais transparência nos dados da Covid-19 é reprovado em Bezerros

A Câmara de Vereadores de Bezerros reprovou projeto de lei de autoria do vereador e presidente da Câmara, Gabeira (MDB), que exigia mais detalhes sobre os dados da Covid-19 no município. Os números desencontrados no Boletim Estadual teria motivado a formulação do projeto, que teve quatro votos favoráveis e oito contrários. Para assistir a reunião legislativa desta terça-feira (2), clique aqui.

Share

DOS BASTIDORES DA POLÍTICA DE BEZERROS

Coluna política semanal

TEMPO NEBULOSO

As teorias conspiratórias sobre a Covid-19 eleva o grau de negacionismo da doença no país. Virou uma disputa política de fato! A falta de transparência dos governos contribuem para esse sentimento e o caso, que deveria ser da ciência, também está virando de polícia. São números que não batem nos bancos de dados, valores exorbitantes investidos e rumores de relaxamento do isolamento social em plena a ascensão da curva de contaminação. Uma verdadeira contradicação! Chegamos ao ponto que só quem perde um enti-querido tem a ciência da gravidade imposta pelo inimigo invisível. Impera a máxima egoísta: cada um que chore sua dor!

BEZERROS VAI PERDER?

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) articulou o repasse de R$ 49,8 milhões do Ministério da Saúde para os municípios de Pernambuco fazerem frente às despesas com a pandemia do coronavírus. Os recursos extraordinários contemplam 18 municípios de todo o estado, inclusive da Região Metropolitana, onde o número de casos de Covid-19 é maior.

A imprensa não menciona quais municípios serão contemplados. Se o município de Bezerros não buscar atualizar os dados que dispõe no Boletim Epidemiológico do estado vai ficar de fora. Até a imprensa do estado ignora os 119 casos apontados pelo município.

SEM FOGUEIRAS

O decreto da prefeitura de Bezerros sobre a proibição de fogueiras juninas no período da pandemia é único entre as prefeituras de Pernambuco. A prefeitura de Pesqueira editou um decreto nesse sentido, mas aguarda parecer de especialistas, informou o Jornal do Commercio. Mesmo no período de normalidade, a tradição das fogueiras já vinha sendo pauta polêmica em Bezerros. Na terrinha, até as girândolas das comemorações religiosas virou ponto polêmico.

LIVES

Virou febre nas redes sociais as lives de entrevistas em Bezerros durante a quarentena. Elas têm até dado audiência, mas vem repetindo muitos entrevistados. Também nota-se a falta de perguntas mais incisivas para que o entrevistado não conduza a própria pauta. “O Sr. entende, né”, disse um comunicador justificando uma simples pergunta sobre urbanismo na cidade.

CURTAS

O vereador Emanuel de Boas Novas preferiu silenciar diante da acusação de intimidação a um provável adversário. Ambos vão disputar o mesmo eleitorado na comunidade.

A prefeitura de Bezerros não respondeu o motivo de não ter aderido ao programa Moradia Legal do Tribunal de Justiça de Pernambuco…

... o programa vai agilizar a concessão de terra, a moradia regular para aquelas famílias que estão há muito tempo morando em um determinado local e até hoje não tem a posse do terreno”.

Com o calendário de eventos suspenso, deve sobrar tempo e recursos em caixa para a prefeitura de Bezerros trabalhar outras áreas.

“O pai do piçarro” mostra a carência de estrutura que assola a periferia da cidade. Lideranças disputar a paternidade desse tipo de ação é algo deplorável. Pior que inaugurar orelhão público.

Share

Gabeira diz que Bianchi seria secretário de Ação Social em eventual governo

Em sua live semanal, o presidente da Câmara de vereadores e pré candidato a prefeito, Gabeira (MDB), abordou vários temas municipais em sinal de confronto direto com o gestão Breno Borba ( PSB). Durante a transmissão, Gabeira sugeriu que funcionários da prefeitura procurassem a Secretaria de Ação Social para requisitar um auxílio por parte do município. Os mesmos tiveram contrato suspensos e estão impedidos de receber o auxílio emergencial do Governo Federal. Segundo o presidente da Câmara, a lei municipal garante o auxílio, através da referida pasta, e que o prefeito teria discutido essa possibilidade com um vereador da base. Dentre outros temas polêmicos, o pré candidato destacou ainda a intenção de, em um eventual governo, trazer de volta para o município o Pe. Bianchi para assumir a pasta da Ação Social. O padre chegou a ser cogitado numa possível candidatura de vice, mas descartou militar na política partidária. Clique para ver a live.

Share

Luciele se mantém focada em pré-candidatura

A pré candidata a prefeita, Lucielle Laurentino ( DEM), participou de um bate papo pela rede social do popular André do Povo, do canal ADP. Na live, Lucielle pode contar detalhes de sua história de vida na Serra Negra, além de destacar a experiência vivida na Escola de Referência de Bezerros, que a projetou no cenário da educação Nacional.

Luciele, que faz parte do movimento político Renova BR, entrou na vida política partidária mais precisamente em 2018, quando foi candidata a deputada estadual. Desde então teve o seu nome projetado para as eleições municipais deste ano.

Na entrevista, ainda falou sobre o combate a pandemia do coronavírus no país e também sobre as eleições municipais. Garantiu manter-se focada em sua pré- candidatura “voltada para projetos e propostas para cidade e não como um ringue dos nós contra eles”. Para assistir o vídeo Clique aqui.

O canal do popular André do Povo já entrevistou o prefeito Breno Borba, candidato a reeleição, e deve continuar com as entrevistas políticas. A expectativa é que também entreviste os outros pré candidatos a prefeito, Gabeira (MDB) e Lindório ( Patriota)

Share

Prefeitos de Pernambuco querem esticar mandatos

Prefeitos de várias partes do Estado e 21 parlamentares pernambucanos, entre deputados federais e senadores, participaram, nesta segunda-feira (25), de uma assembleia extraordinária promovida pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) para tratar de temas de interesse dos gestores municipais relacionados à pandemia da covid-19. Na ocasião, os prefeitos pediram apoio aos congressistas para o adiamento das eleições municipais deste ano – marcadas para 4 de outubro –, com prorrogação de mandatos até 2022, solicitação que dividiu opiniões no encontro.

José Patriota (PSB), presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, explicou que, pela primeira vez, os prefeitos de Pernambuco tiveram a oportunidade de debater o pleito de 2020 com parlamentares dentro do contexto da crise criada pelo novo coronavírus. Segundo o socialista, na visão do movimento municipalista o País não teria condições sanitárias de realizar um evento tão grande quanto uma eleição em meio a uma pandemia.

“Na conjuntura atual, a maior parte dos prefeitos pernambucanos acha que a melhor opção seria adiar as eleições deste ano para 2022, unificando os pleitos. A apreensão dos gestores é muito grande. O povo sinaliza, nas pesquisas, que não quer eleições esse ano, pois não quer se contaminar. Além disso, não há segurança sanitária de que será possível fazer isso esse ano. Se der pra fazer, ótimo, o calendário tem que ser cumprido. Mas o problema não é só a data da eleição, são as etapas que a antecede”, pontuou Patriota.

Outro ponto levantado por José Patriota para defender a suspensão do pleito foi a economia gerada pelo gesto. Presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi informou que um levantamento produzido pela entidade aponta que “com o adiamento das eleições, os cofres públicos teriam uma economia de cerca de R$ 6,5 bilhões, que poderiam ser investidos para ajudar o País a se reerguer no pós-pandemia”.

NE 10

Share