Waldemar Borges questiona se o PT está boicotando a cidade de São Paulo ou o estado da Bahia‏

“Todas as vezes que alguém do partido da presidenta Dilma falar na tribuna da Assembleia Legislativa sobre o dinheiro federal colocado em Pernambuco, quero que me diga o que está acontecendo na cidade de São Paulo, onde o prefeito do PT é avaliado como o pior do Brasil, ou no estado da Bahia, onde o governador tem apenas 4% de avaliação ‘ótima’ pelos baianos. É boicote? Não estão mandando recursos ou é incompetência dos gestores”? O questionamento foi feito nesta quarta-feira (05.02) pelo líder do Governo, Waldemar Borges, em resposta as declarações da bancada de oposição de que muitas das obras feitas em Pernambuco foram realizadas com verbas federais.

O parlamentar respondeu que todos recebem verbas federais. Ele explicou que a diferença é que dinheiro só rende na mão de quem sabe fazer as coisas acontecerem. “Primeiro , tudo é dinheiro do imposto do povo brasileiro. A Adutora do Agreste, por exemplo, está saindo do papel porque o governador Eduardo Campos tem uma equipe que está fazendo acontecer. Dinheiro federal é evidente que tem, como  também tem estadual. Mas, fundamentalmente, é a gestão que faz a diferença, a competência e a capacidade de tirar as coisas do papel”, afirmou.

Borges também disse que ficava impressionado com a maneira como os integrantes do PT ficam nervosos frente ao debate que se quer abrir na nação. “Estamos abrindo um debate de conteúdo. Estamos abertos a discutir o nosso governo em todos os aspectos e vamos, sem nenhuma intimidação, sem apelar para agressões como aquela da página oficial do PT contra o Governador, continuar discutindo o Governo Federal presidido por Dilma, porque, diferente de Lula, ela não tem muito o perfil de debater as questões que não lhe são agradáveis. Com toda sua história, ela é velha na forma fechada de governar e como gestora está deixando, por exemplo, nossa Petrobras valer metade do que valia quando assumiu em 2011”,  ressaltou.

“Vamos discutir sim o Pacto Federativo, os rumos da economia do país, a desvalorização das nossas mais importantes estatais. A gente quer abrir um debate sobre a equação financeira da saúde pública, na qual os estados e municípios tem que entrar com uma parte maior do que a federação, queiram ou não os que se julgam donos da verdade, essas e outras questões relevantes serão colocadas”, acrescentou.

O líder do Governo também falou que o impressiona o tom de ameaça dado pela oposição. “Fazer oposição, audiências, fiscalização tudo isso faz parte do exercício cotidiano de uma Casa como  esta. Ao contrário do governo de Dilma, o nosso não se opõe a discutir absolutamente nada que diga respeito às políticas públicas que estão sendo aplicadas em Pernambuco”, concluiu.

.

Share

Governador vai à Assembleia Legislativa levar a mensagem governamental

guilherme_uchoa_eduardo_campos_foto_eduardo_bragaPelo oitavo ano consecutivo, o governador Eduardo Campos foi pessoalmente à Assembleia Legislativa, na tarde desta segunda-feira, para entregar aos deputados estaduais a tradicional mensagem de início de ano. No documento, que teve oportunidade de ler da tribuna, o governador fez um balanço das ações do governo no ano de 2013, acentuando os desafios que Pernambuco terá ao longo deste ano. “Vim agradecer o apoio da Assembleia Legislativa durante o ano de 2013, que nos possibilitou vencer um ano especial, cheio de desafios, desde a estiagem, a redução de repasses (de recursos do governo federal), até o ritmo de crescimento mais lento do Brasil. E pudemos ter resultados positivos”, disse o governador. Apesar das dificuldades, acrescentou, Pernambuco foi o Estado que mais investiu em 2013, batemos metas em diversos setores. “Estou certo de que vamos continuar contando com esse ambiente de solidariedade, que não anula a divergência, mas constrói sinergia e uma visão em torno do bem comum”, afirmou.

Por Inaldo Sampaio

Share

Pronatec amplia avanços do Bolsa Família, defende Armando Monteiro

11464342454_237001b65e_bDefensor da capacitação profissional para o desenvolvimento do País e de Pernambuco, o senador Armando Monteiro (PTB) acredita que o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) é um importante instrumento de acesso ao emprego para os beneficiários do Bolsa Família, que hoje atende a 14 milhões de famílias em todo Brasil.

Armando diz que o Bolsa Família deu a milhares de cidadãos, que antes viviam à margem da sociedade, a capacidade de iniciar um importante processo de emancipação. Para o senador, este ciclo será fortalecido com a formação profissional e o acesso ao emprego. “O país está em um momento de quase pleno emprego e aumento de massa salarial. Por isso, o Pronatec é uma grande oportunidade para aqueles que hoje recebem o Bolsa Família, mas que querem consolidar este processo de emancipação tendo acesso ao emprego”, defendeu.

Criado em 2011 pelo Governo Federal, o Pronatec oferece cursos gratuitos nas escolas públicas federais, estaduais e municipais, unidades de ensino do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e Senat (Serviço Social do Transporte)

Crédito da foto: Alexandre Albuquerque / Divulgação

Share

INOCÊNCIO TERÁ AUDIÊNCIA COM EDUARDO SOBRE ELEIÇÕES 2014

inocencioEncerrado o recesso parlamentar, o dep Inocêncio Oliveira retoma as audiências políticas nesta segunda-feira (dia 3) em seu escritório da Imbiribeira, onde irá despachar com dezenas de aliados e correligionários. Recuperado de cirurgia de catarata, o dirigente regional do PR está enxergando agora está pensamento.
Após longo período de fisioterapia para recuperar lesão no joelho, o dep Inocêncio prepara-se para percorrer com botas de sete léguas em todos as plataformas políticas de Pernambuco.  
Na terça-feira Inocêncio decola para Brasilia para reiniciar suas atividades parlamentares e tocar a pauta do Centro de Estudos e Debates Estratégicos – CEDES, o qual é presidente. Na sexta-feira o dep Inocêncio Oliveira será recebido em audiência pelo governador Eduardo Campos, face to face, para analisar os cenários da sucessão estadual, sucessão presidencial e eleições gerais deste ano. 
Share

Desafio agora é unir PSB e Rede nos estados

Depois de anunciar o cronograma para a construção da candidatura presidencial do PSB, na noite desta terça-feira (21), o partido comandado pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos terá um desafio e tanto. A executiva nacional da legenda receberá dos diretórios estaduais um panorama da situação eleitoral em cada um dos 26 estados da nação.A partir dos dados relatados, os membros da executiva nacional do PSB classificarão a situação eleitoral nos estados em três categorias: “normal”, “dispersão sem problemas” e “dispersão com problemas”. Na primeira, o indicativo mostrará que PSB e Rede caminharão juntos na eleição. No segundo, cada um seguirá um caminho em comum acordo.A última nomenclatura é a mais complicada, pois indicará os locais onde a aliança entre os dois partidos serão as mais complicadas. O exemplo mais claro é São Paulo. “Os diretórios estaduais do PSB terão até o dia 10 de março para nos enviar o que será acrescido nas nossas diretrizes e a situação eleitoral no seu estado. Diante desses relatos vamos iniciar no dia 25 de março as discussões sobre costuras eleitorais”, explicou o governador Eduardo Campos.Lá em São Paulo, os socialistas costuravam o seu ingresso na chapa majoritária do governador tucano Geraldo Alckmin, no entanto, após apelo da ex-ministra Marina Silva (PSB-AC) pelo lançamento de uma candidatura própria, decidiu por zerar o debate sucessório por lá.

Leia mais sobre cenário político

Share

“Pernambuco será no futuro o que o sistema educacional for nos próximos anos”, avalia Armando Monteiro

O senador Armando Monteiro avalia que Pernambuco tem dois importantes desafios nos próximos anos para continuar crescendo: ampliar os investimentos em infraestrutura e melhorar a qualidade do sistema educacional. Para isso, além da manutenção e ampliação das parcerias com o governo federal, é necessário um governo estadual proativo, com capacidade de articulação e mobilização das forças sociais.

Na opinião de Armando, é preciso que projetos fundamentais na infraestrutura sejam priorizados, a exemplo da construção do Arco Metropolitano, rodovia essencial para o escoamento da produção industrial do novo polo em implantação no Litoral Norte, onde está sendo instalada a Fiat e diversos outros empreendimentos de grande porte.

Armando cita também outras obras federais importantes que precisam ser concluídas, como a BR-104, a duplicação da BR-423 e a Ferrovia Transnordestina – visto que o modal ferroviário é fundamental para a nova logística de Pernambuco. Deve-se ainda completar uma série de obras de infraestrutura hídrica, como a Adutora do Pajeú, a duplicação da Adutora do Oeste, o Ramal de Entremontes, a Adutora do Agreste. “A manutenção dessa parceria com o governo federal é fundamental pra Pernambuco completar e qualificar essa infraestrutura”, acrescenta.

Mas outro ponto crucial para o desenvolvimento de Pernambuco, segundo o senador, é a requalificação e reorientação da matriz educacional do Estado, que, na opinião dele, está com desempenho insuficiente no ensino médio e fundamental. “Nós estamos com um desempenho no ensino fundamental que ainda é insuficiente e nós precisamos conectar o ensino médio com o ensino técnico-profissional. Eu diria o seguinte: Pernambuco será no futuro aquilo que o sistema educacional for nos próximos anos. Isso vai condicionar inteiramente, isso vai moldar o desenvolvimento de Pernambuco”, afirma Armando.

Da Assessoria

Share

APÓS RECESSO, INOCÊNCIO VOLTA A ATUAR

Fabiana Gonçalves

inocencio_oliveira_1_foto_edson_santosApós breve período de descanso em Porto de Galinhas, o dirigente regional do PR, deputado Inocêncio Oliveira, avisa que está retomando suas atividades parlamentares e o atendimento às bases municipais de todo o Estado.Inocêncio conversou por telefone com o vice-governador João Lyra Neto sobre o panorama político estadual e nacional. Também falou com o deputado Sebastião Oliveira acerca da sucessão estadual.Nesta segunda-feira (13), recebeu dezenas de correligionários em seu escritório político da Imbiribeira, entre eles os prefeitos de São José do Belmonte, Marcelo Pereira, e de Mirandiba, Bartolomeu Tiburtino.O ex-secretário de Educação e ex-vereador Silvio Amorim, atualmente militando no PV, esteve com Inocêncio e expôs a perspectiva de uma aliança partidária entre os “verdes” e republicanos nas eleições deste ano.

Acesse o blog de Inaldo Sampaio

Share

PT DEVE APOIAR ARMANDO NA DISPUTA ESTADUAL

A orientação da executiva nacional do PT de alinhar ao PTB em Pernambuco, já no primeiro turno das eleições, não causou surpresas ontem ao senador e pré-candidato ao Governo do Estado, Armando Monteiro Neto (PTB). Segundo ele, em outros momentos, o diretório nacional da sigla “já tinha dado várias demonstrações de que desejava o entendimento com o PTB”. “Não me surpreende que o Rui Falcão (presidente nacional do PT) tenha dado essa posição”, assinalou.

O petebista considerou importante o posicionamento do diretório nacional, no entanto fez questão de ressaltar e creditar que a decisão dependerá dos aliados estaduais. “Essa questão vai ser definida naturalmente pelo PT de Pernambuco. Vai ser definida de forma tranquila e no momento adequado. Eu estou tranquilo. Acho que nós vamos construir isso de uma maneira absolutamente consensual, tranquila em função daquilo que as circunstâncias políticas estão exigindo”, afirmou.  Continue lendo aqui

Share

Eduardo Campos quer lançar Pacto pela Vida para todo o País

 / Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem

Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem

Uma semana após estourar a crise no presídio de Pedrinhas, em São Luís (MA), o governador de Pernambuco e provável candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, postou em sua página no Facebook que pretende lançar seu programa estadual de combate à violência para todo o País.

“Quero lançar aqui a proposta de levarmos o Pacto pela Vida para todo Brasil. Trata-se de uma iniciativa inovadora que fizemos em Pernambuco, construída junto com a sociedade e em articulação permanente com municípios, Ministério Público e Poder Judiciário”, escreveu Campos. De acordo com o governador, a ideia é apresentar “nos próximos dias cada detalhe do programa”. “Vamos debater juntos, melhorar o que já existe e construir um modelo de segurança para o país. Conto com vocês.” Continue lendo aqui

Share

PT e PTB apoiarão Daniel como líder da oposição

665465_420970394635911_1805448135_oCom a saída de PT e PTB da base aliada e o ingresso do PSDB no campo de apoio ao governador Eduardo Campos (PSB), a configuração na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) mudou. O deputado estadual Silvio Costa Filho (PTB) deixou de ser vice-líder do governo e foi especulado para assumir a liderança da oposição, mas negou interesse. De acordo com o petebista, há um entendimento para que o deputado Daniel Coelho (PSDB) continue à frente da bancada.

“Eu já manifestei ao próprio partido, já manifestei ao próprio PT que não tenho interesse em liderar a oposição em Pernambuco. Fui eleito para ser presidente da Comissão de Agricultura na Alepe, essa será nossa agenda também em 2014”, disse Silvio Costa Filho, em entrevista ao programa Folha Política, da Rádio Folha FM 96,7.

O parlamentar também revelou o entendimento para a manutenção de Daniel. “O PTB entende, e me parece que o PT também já deu declarações nesse sentido, que nós não teremos dificuldade de deixar Daniel Coelho, caso ele queira continuar à frente da liderança da oposição”, disse.

Além do sentimento demonstrado pelo PTB de apoiar a permanência do tucano na liderança da oposição, Silvio Costa Filho também indicou que o PMN, o DEM, o PT e os partidos que não estão hoje no governo de manterem Daniel como líder. “Até porque Daniel, justiça seja feita, não fez oposição por oposição”, declarou.

Blog da Folha

Share

Otimista, Inocêncio Oliveira garante 100 mil votos para Sebastião

Contrariando informações de que poderia recuar da decisão de deixar a política e disputar, mais uma vez, a reeleição, o deputado federal Inocêncio Oliveira (PR) deu declarações de que reforça a confiança na eleição de Sebastião Oliveira (PR) para a Câmara dos Deputados. A confiança surge após o republicano ter transferido para o herdeiro político o apoio de treze prefeitos da sua base aliada, o que o motivou a garantir que Sebá será eleito com pelo menos cem mil votos.
A meta estipulada por Inocêncio coincide com a que vem sendo pregada por Sebastião, que insiste em dizer que a sua luta “é conquistar cerca de 100 mil votos”, atitude esta que difere um pouco da do primo, que no auge da carreira política costumava bater o patamar dos 200 mil votos e repetia que sempre foi um dos mais votados no estado.
Apesar do otimismo de Inocêncio Oliveira, o foco de parte da mídia estadual é quanto ao desempenho de Sebastião em Serra Talhada, berço político da família. O ano acabou de começar e já circulam bolsas de apostas das mais variadas. Uma delas, é que Sebastião pode perder para Marinaldo Rosendo (PSB), que conta com o apoio irrestrito do ex-prefeito Carlos Evandro.

Façam as suas apostas

Share

Reajuste dos professores é de 8,32% e representa impacto de R$ 144 milhões/ano

Os professores da rede estadual começarão o ano com reajuste salarial. O governador Eduardo Campos concedeu o aumento de 8,32%, conforme o Diario de Pernambuco havia adiantado, na tarde desta quinta-feira (02), no Centro de Convenções, em Olinda. O índice de aumento salarial começa a valer em janeiro e representa um impacto de R$ 144 milhões por ano no orçamento estadual.

Na ocasião, Eduardo Campos salientou que foi o primeiro governador do país a instituir a Lei do Piso para a categoria, em 2008. “A qualidade da educação é um desafio nacional estratégico para que o Brasil possa crescer”, afirmou o gestor.

Leia mais aqui

Share

INOCÊNCIO MAIS ATUANTE DO QUE NUNCA NESTE NATAL

inocencioAntevéspera de Natal, depois de receber título de Cidadão Honorário em Iguaracy, na festa de emancipação política do município,o presidente regional do PR, deputado Inocêncio Oliveira, recebeu em audiência nesta  segunda-feira dezenas de lideranças em seu escritório político da Imbiribeira. Sentaram à mesa com Inocêncio Oliveira o deputado Henrique Queiroz; prefeito Jamerson, de São João; vice-prefeito Henrique Filho, de Vitória de Santo Antão;engenheiro Charles Jurubeba, secretário de Obras de Ribeirão; ex-prefeita Rosa Barros,de Arcoverde; Inaldo Ferreira dos Santos e Martinez Ramos, de João Alfredo;Randerson Cardoso, coordenador de Atenção Básica à Saúde da Prefeitura de Tracunhaém.O dirigente regional do PR manteve contato pessoal e telefônico com a Secretaria de Agricultura do Estado com vistas ao envio de carros-pipas e máquinas agrícolas para diversos municípios do Sertão, Agreste e Zona da Mata. Disciplinado e persistente, Inocêncio Oliveira cumpre diariamente protocolo de hidroterapia e fisioterapia pós-cirurgia de implantação de uma prótese de titânio no joelho. Esta na reta final de recuperação plena da cirurgia.Irá passar o Natal junto com familiares na sua casa de Porto de Galinhas.

Da Assessoria

Share

“Precisamos ter responsabilidade com o crescimento de Pernambuco”, defende Armando Monteiro‏

Na condição de aspirante a candidato do PSB, o ex-ministro Fernando Bezerra se apressa em tentar polemizar sobre o fato de a economia de Pernambuco apresentar sinais de desaceleração.

Os dados estão disponíveis para consulta do ex-ministro, fazem parte de estudos divulgados pela Consultoria Econômica e Planejamento (Ceplan), a partir de fontes diversas, como o IBGE e o Banco Central. Segundo a Ceplan, entre janeiro e setembro de 2013, o Índice de Atividade Econômica de Pernambuco cresceu 1,9% – menos do que o do Brasil (2,8%), do Nordeste (3,8%), da Bahia (7%) e do Ceará (3,7%), em comparação com o mesmo período de 2012.

No consolidado de 2012, por sinal, o ex-ministro demonstra desinformação. O PIB de Pernambuco cresceu naquele ano 2,3%, e não 3,7%, conforme diz o ex-ministro. Ou seja, foram 2,3% contra 3,7% do Ceará, 3,1% da Bahia e 0,9% do Brasil, segundo o IBGE.

Todos nós que temos compromisso com os avanços registrados em Pernambuco nos últimos anos precisamos ficar atentos a esses dados. Sem qualquer paixão, mas sobretudo com responsabilidade. Diversos indicadores econômicos e sociais nos mostram que precisamos trabalhar muito ainda para consolidar o processo de crescimento da economia do Estado. Esse é o verdadeiro debate que deveremos fazer em Pernambuco, em 2014, no pós-Eduardo.

Com relação ao Canal do Sertão, é flagrante o desconforto do ex-ministro por não ter tido o respeito aos sertanejos do Araripe, para informá-los tempestiva e corretamente sobre as alterações no projeto.

Leia ainda: Revista Veja elege Armando o melhor senador do Brasil

Share

Maratona de Inocêncio Oliveira‏

inocencio

Após cumprir agenda de votações no Congresso Nacional, o Dep. Inocêncio Oliveira desembarcou em Recife e nesta sexta-feira dia 20 passa em revista as tropas republicanas em seu escritório politico da Imbiribeira. O dirigente regional do PR irá receber em  audiência dezenas de lideranças municipais. Inocêncio passa o fim de semana e o feriado de Natal junto com a família na sua casa em Porto de Galinhas.

Da Assessoria

Share

Armando aposta na força de Lula

Com base em pesquisas eleitorais para consumo interno do PTB, o senador Armando Monteiro está animado para disputar o governo estadual em 2014. Ele não subestima a força do governador Eduardo Campos em Pernambuco. E está se valendo da mesma tática de que o governador se utilizou em 2006 quando concorreu ao cargo pela primeira vez. À época, Eduardo Campos tinha como principal adversário o então governador Mendonça Filho, que sucedera a um governante que deixara o cargo com um alto índice de aprovação: Jarbas Vasconcelos. E dizia nos municípios por onde passava que Jarbas tinha ficado no governo por oito anos e não era candidato à reeleição. Armando hoje faz a mesma coisa. Elogia o governo de Eduardo, mas logo em seguida complementa que ele não será candidato a um terceiro mandato. E parece 100% convencido de que o apoio de Lula à sua candidatura fará a diferença em Pernambuco.

Inaldo Sampaio

Share

Lançamento da candidatura de Campos será em fev/14

O ex-ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB), anunciou, nesta quarta-feira (18), durante almoço de confraternização com a Imprensa, que a festa para o lançamento da candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República será em fevereiro do próximo ano.
Até o momento, porém, a direção do PSB ainda não oficializou o local do evento. Uma parte deseja que a festa seja realizada em Pernambuco, enquanto a outra, prefere em Brasília ou em algum estado do sudeste.
PT
Fernando Bezerra Coelho, um dos cotados no PSB para sucessão do atual governador de Pernambuco em 2014, também descartou qualquer convite de filiação por parte do PT. “Em nenhum momento recebi convite para me filiar ao PT. A única coisa que os petistas pediam era para eu intermediar a continuação de uma aliança entre o PSB e PT para as próximas eleições”, revelou o socialista.

Share

PTB e PT pregam unidade em torno de Dilma‏

No_Morro_da_Concei_o
Crédito da foto: Alexandre Albuquerque – divulgação

Na visita que fez à festa de Nossa Senhora da Conceição neste domingo (08), logo no início da manhã, o senador Armando Monteiro destacou a importância da unidade entre PT e PTB no Estado para fortalecer o projeto de reeleição da presidente Dilma Rousseff. A defesa foi feita em sintonia com as declarações dadas pelo presidente estadual do PT, deputado federal Pedro Eugenio, pelo senador Humberto Costa (PT) e pelo deputado federal João Paulo (PT) durante um café da manhã com lideranças comunitárias no Morro da Conceição, no Recife.

Para Armando, independente de como os partidos irão marchar no ano que vem,  existe uma compreensão entre PT e PTB do objetivo maior que deve ser perseguido,  que é a reeleição da presidente Dilma . “Estamos aqui juntos porque nossas energias estão convergindo.  Vamos fazer um dialogo fraterno, e ao final nós vamos encontrar o melhor caminho, sem ansiedade, sem pressa. Temos a consciência de que nós temos que caminhar juntos”, afirmou.

Ainda segundo Armando, um dado importante que precisa ser comemorado é o fato do PT ter chegado ao final do ano recomposto. “Porque qualquer projeto que se situe neste nosso campo só vai poder ter êxito com o PT unido. Pelo que o PT representa, pela sua força, pela sua história, pelo peso e pela densidade de seus quadros. Então ver agora o PT reunificado, ou pelo menos pacificado, é muito importante para o êxito deste projeto”, afirmou

Em suas falas, os deputados federais João Paulo e Pedro Eugênio reforçaram que a estratégia maior do PT é reeleger Dilma. João Paulo  falou inclusive da possibilidade de composição com  o PTB. “Nós vamos ajustar, criar uma unidade no partido e ver qual é a melhor tática para atingir os objetivos estratégicos, que é a reeleição de Dilma. E acho que hoje o partido sinaliza numa composição  com o PTB, com uma possibilidade grande do apoio à candidatura de Armando. Ou outro cenário que seja também combinado com Armando, um cenário combinado com o PT local e o PT nacional”, disse o ex-prefeito do Recife.

O senador Humberto Costa também destacou a importância da união para fortalecer o projeto da reeleição de Dilma. “A nossa grande união aqui é para que a gente possa deixar cada vez mais claro para o nosso povo tudo  o que foi conquistado e tudo o que ainda há por se conquistar.  Dizer inclusive quem fez estas conquistas.  Nós vamos trabalhar e vamos estar todos unidos aqui em torno da candidatura da presidente Dilma. Em relação ao nosso Estado eu creio que no momento certo, adequado, nós vamos conversar”, finalizou.

Armando, Humberto, João Paulo e Pedro Eugênio subiram juntos o Morro da Conceição e assistiram a uma missa celebrada pelo padre Luciano Rodrigues. Logo em seguida, participaram de um tradicional café da manhã oferecido pela líder comunitária Helena Lopes. Foram acompanhados pelo ex-vereador Josenildo Sinésio (PTB), que tem atuação no Morro da Conceição, pelo deputado estadual Silvio Costa Filho (PTB), pelo prefeito de Igarassu, Mario Ricardo (PTB), pelo vereador de Paulista, Edmilson do Pagode (PTB), pelo vereador de Olinda, Marcelo Santa Cruz (PT) e pelos vereadores do Recife, Jurandir Liberal (PT) e Antônio Luiz Neto (PTB).

Share