UNOPAR-BEZERROS CONVOCA PARA O VESTIBULAR DO SEGUNDO SEMESTRE; SÃO 14 CURSOS UNIVERSITÁRIOS

Estivemos ontem, terça-feira (16), visitando o polo da Unopar em Bezerros, na Praça São Sebastião, onde conhecemos os preparativos do vestibular para este segundo semestre. Uma excelente oportunidade para cursar uma universidade em sua cidade, com 14 (quatorze)  opções de cursos. Não perca tempo e entre agora em contato com a UNOPAR/Bezerros. Vestibular em breve!!!

Pedagogia 
Serviço social 
Recursos Humanos
Administração
Ciência contábeis 
Análise e desenvolvimento de sistemas
Educação física
História 
Letras 
Marketing digital
Logística
Matemática
Gestão ambiental 
Gestão financeira

Informações (81) 99984 2774

Share

Cantina da Honestidade: projeto trabalha valores em escola de Bezerros

A honestidade pode ser estimulada desde cedo – até mesmo na hora do recreio. É assim nos intervalos da Escola Municipal Nelson Castanha, localizada no bairro de Encruzilhada de São João. Lá, os alunos dos oitavos e nonos anos compram o lanche sem qualquer supervisão. Basta deixar o dinheiro em uma caixinha, pegar o produto em outra e, se for o caso, retirar o troco.

O projeto foi intitulado de “Cantina da Honestidade”, e até agora, não houve quem pegasse o lanche sem pagar. “Temos observado o quanto os alunos têm aderido à iniciativa. Eles produzem o lanche com capricho, organizam a montagem, ao final a equipe responsável recolhe o dinheiro da caixinha e presta conta do que foi arrecadado para os demais. Quando está sem dinheiro para a compra, o comprador pega o lanche e anota o seu nome e o valor no caderninho do “fiado”, para pagar depois. Até nesse momento eles são honestos”, explica a professora e idealizadora do projeto, Márcia Cordeiro.

O lucro alcançado com a venda dos lanches é destinado ao financiamento para aulas de campo dos próprios alunos. Com os ótimos resultados obtidos, a escola pretende ampliar a ideia para todas as séries. “Trata-se de um projeto piloto, que trabalha principalmente os valores dos alunos, em meio a uma sociedade tão carente destas virtudes básicas e fundamentais para a formação do ser humano. É importante porque, ao mesmo tempo em que nós lhes damos liberdade e confiança, eles retribuem com dignidade à altura”, frisou o gestor da Escola Municipal Nelson Castanha, Alcindo Júnior.

Share

SAPUCARANA PERDE ENSINO MÉDIO

O distrito de Sapucarana deixou de sediar o ensino médio da rede estadual de ensino. A informação foi repassada pelo vereador Luiz Carlos durante a reunião ordinária do legislativo municipal ocorrido nesta terça-feira (8). Segundo o vereador, líder da comunidade, cerca de cem alunos cursavam o ensino médio que funcionava como anexo da Escola Eurico Queiroz de Bezerros, e que, a partir de agora, devem vir à cidade para a conclusão do curso. O vereador explicou que houve uma reunião e que não teve conhecimento do fato. O prefeito Branquinho, segundo ele, também foi pego de surpresa com a novidade.

Share

ALUNOS DA ESCOLA EURICO QUEIROZ CLASSIFICADOS PARA O INTERCÂMBIO DE INGLÊS E ESPANHOL

 Alunos da Escola Eurico Queiroz foram classificados para fazer intercâmbio em Inglês e Espanhol através do programa Ganhe O Mundo  do Governo Estadual.

A Secretaria de Educação do Estado selecionou  em 2018, 1045 estudantes de nível médio da rede pública estadual para participar do programa de intercâmbio internacional – PROGRAMA GANHE O MUNDO. Serão disponibilizadas 700 vagas de língua inglesa sendo: 450 (quatrocentos e cinquenta) para o Canadá, 100 (cem) para os Estados Unidos da América, 100 (cem) para a Nova Zelândia, 50 (cinquenta) para a Austrália, e 340 vagas disponibilizadas para língua espanhola distribuídas da seguinte forma: 125 (cento e vinte e cinco) Argentina, 125 (cento e vinte e cinco) para o Chile, 65 (sessenta e cinco) para a Espanha, 25 (vinte e cinco) para o Colômbia (está para ser decidido) e, 5 (cinco) vagas para a Alemanha.
Share

Secretaria de Educação promoveu palestra sobre inclusão da pessoa com deficiência

A Secretaria de Educação promoveu nesta manhã de sexta-feira, 27 de abril, no auditório do CEMAIC,  uma palestra voltada para a inclusão social da pessoa com deficiência, que tem como público alvo professores do AEE ( Atendimento  Educacional Especializado), intérpretes, apoios da inclusão e coordenadores pedagógicos.

O principal objetivo foi ajudar esses profissionais a compreender melhor a educação especial dentro da escola, transformando o ambiente em um espaço para todos, como também interferindo de maneira significativa no processo de aprendizagem.

A palestra contou coma participação da Coordenadora da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) / CAV (Centro Acadêmico de Vitoria de Santo Antão), Maria Zélia de Santana, e os Professores, Haroldo Morais de Figueiredo, Lara Colognese e Michelle Figueiredo Carvalho. Eles abordaram os principais temas que envolvem a inclusão de pessoas com deficiência, desafios e transformações. Também mostraram como os cuidadores e professores devem lidar com as mais diversas situações do cotidiano escolar.

Cerca de 200 pessoas compareceram ao evento. Estiveram presentes também a Coordenadora da Educação Inclusiva, Edvânia Azevedo, o Secretário de Educação, Claudemir Venceslau e a Gerente de ensino, Ivonete Alexandre. “Nosso intuito é fortalecer a área da inclusão, ofertando palestras voltadas para os cuidadores e professores do Atendimento Educacional Especializado, fazendo com que a educação do município possa a cada dia ficar mais forte com as políticas pedagógicas de inclusão”, ressaltou Claudemir.

Hoje a Prefeitura de Bezerros conta com um quadro de profissionais capacitados para cuidar de pessoas com deficiência, seja na sala de aula ou no atendimento das mais diversas Secretarias. Há também capacitações de formação continuada  onde os profissionais de apoio da rede municipal aprendem a lidar melhor com as deficiências de acordo com suas características.

Por Emilly Silva (Estagiária)

Share

Colégio Nossa Senhora das Dores de Bezerros visita o Diário de Pernambuco

Alunos do 7º ano acompanharam o dia a dia da redação; intuito foi passar a importância da leitura impressa
Na manhã desta quinta-feira (26), os alunos do Colégio Nossa Senhora das Dores, do município de Bezerros, no agreste do estado, visitaram a redação do Diario de Pernambuco. De acordo com o professor de português da instituição, Maciel Antonio, a visita partiu da ideia de disseminar, dentro e fora da sala de aula, o estímulo a leitura. “Hoje, as crianças estão muito presas ao que veem na internet. Então a excursão até uma redação de jornal, teve como finalidade principal incentivar os pequenos a lerem mais as matérias impressas”, apontou o professor.
A importância da diversidade textual também foi um incentivador da organização da escola para a realização da visita. “Foi uma forma de mostrar aos estudantes uma forma de unir o texto escrito e visual, já que no jornal existe muito a utilização de imagens como suporte para os textos”, explicou a professora de redação Maria Edilene.
Cerca de 20 crianças entre 11 e 12 anos conheceram as mais de dez editorias do jornal e apontaram as suas preferidas. “Gostei mais da editoria de esportes, pelo fato de não só abordarem os campeonatos locais, mas terem um olhar voltado também para as competições internacionais como a Champions League”, destacou Alberto Samuel, 12.
Mas a preferência dos estudantes ficou mesmo entre as editorias de fotografia e online. “A gente aprendeu como que uma matéria chega até o leitor. Não sabia que existiam as agência internacionais onde a gente encontra notícias de todo o mundo. Foi importante porque a gente também descobriu que uma matéria pode surgir a qualquer momento e que ela não se faz de uma hora para a outra”, comentou Edianes Silva, 12.
A união entre matéria e fotografia também foi destaque entre os pequenos. “Quando tem somente a parte escrita, a gente pode até imaginar, mas com a foto a gente pode saber exatamente como aconteceu” opinou Brunna Raissa, 12.
O alcance que o Diario de Pernambuco tem dentro das redes sociais encheu os olhos dos alunos. “Por existir o blog e as redes sociais, a notícia chega a mais pessoas, do que se apenas existisse o jornal impresso. E isso é bom para que as matérias chegam aos mais diversos lugares”, apontou Eryck Emmanuel, 11.
Os alunos também receberam exemplares da edição do DP nos bairros, onde os maiores olhares se voltaram para as imagens dos lugares da Zona Norte. Projeto esse, que chegará também a outros municípios do estado.
Share

REPORTAGEM DA TV ASA BRANCA DENUNCIA FALTA DE ESTRUTURA DO CEMAIC

Escola comporta 800 alunos

A reportagem da TV Asa Branca denunciou a falta de estrutura do CEMAIC de Bezerros. Faltam sanitários na quadra, problema na iluminação e a necessidade de capinagem em campinhos de futebol. Além disso, a reportagem mostrou salas de aulas se portas, o que estaria comprometendo a aprendizagem dos alunos. A reportagem ouviu o diretor da escola e também o Secretário de Educação Caludemi Wenceslau, que destacou que a escola receberá novo mobiliário em 20 dias. Quanto as portas e janelas, uma empresa estaria fazendo um levantamento. Para ver a reportagem no portal do G1 clique na imagem.

Share

Google implanta em Pernambuco plataforma de educação; Escola técnica de Bezerros já faz o uso da tecnologia

Inovar. Integrar. Ir além. Esta é a proposta da parceria oficializada na manhã desta quarta (28) entre o Google e o Governo do Estado de Pernambuco para implantar o GSuite for Education em cinco escolas da rede de ensino do Estado. As ferramentas já fazem parte da rotina de três Escolas Técnicas Estaduais (ETEs): ETE Miguel Batista e Professor Agamenon Magalhães, ambas na Zona Norte do Recife, e Maria José Vasconcelos, em Bezerros, no Agreste.

O projeto consiste na liberação para utilização, de forma gratuita, da Plataforma de Aprendizagem Google, com ferramentas e aplicativos que favorecem transformações em sala de aula para professores e estudantes com tecnologia, criatividade e inovação. Na questão da interatividade, essas ferramentas são muito semelhantes a outras disponibilizadas pela empresa para uso pessoal, como Google Drive, Forms, Docs, Slides e etc.

Uma das principais ferramentas disponibilizadas é o Google Sala de aula, criado com professores e alunos para facilitar a comunicação da turma, acompanhar o progresso dos estudantes e permitir que todos atinjam os resultados esperados juntos. Para utilização dos benefícios disponíveis, os professores passam por uma capacitação oferecida por representantes do Google no Brasil.

Segundo o secretário estadual de Educação, Fred Amancio, o uso das ferramentas do Google tem aumentado o interesse dos estudantes, estimulado professores a criar aulas mais interativas, gerando até uma economia de papéis na substituição de impressão de provas pela aplicação de avaliações online, por exemplo. Ele ainda afirma que a quarta escola contemplada é a Escola de Referência Trajano Mendonça, localizada no bairro de Jardim São Paulo, Zona Oeste do Recife. As outras escolas ainda não foram definidas mas, provavelmente, também serão escolas de referência. “Pelo menos uma dessas quatro será no interior do Estado. E nós queremos ampliar ainda mais essa parceria no futuro, ao máximo possível”, comentou o secretário.

A afirmação é confirmada por Francisco Neto, gestor da ETE Maria José Vasconcelos, em Bezerros, no Agreste. “A implantação foi excelente para nossa escola. Ela foi realizada apenas no segundo semestre do ano passado. Com o projeto, nós passamos a ter o smartphone como aliado como ferramenta pedagógica e não mais como concorrente do professor. As horas vagas que o estudante já passava no computador, ele agora usa para realizar as atividades e cumprir a carga horária das atividades escolares. O tempo é otimizado de forma atrativa. O lado ruim é que nem todos os estudantes têm internet em casa, apenas na escola. Cerca de 80% dos professores já usam plenamente”, contou o gestor.

O representante do Google For Education na América Latina, Rodrigo Pimentel, destacou a preocupação da empresa não só com a implantação da plataforma, mas com o acompanhamento dos resultados. “A gente escutou aqui, dos dirigentes e dos professores das escolas, como a vida deles tem mudado com uso correto da tecnologia. A gente entende com clareza que a tecnologia por si só não vai mudar absolutamente nada. É a combinação da tecnologia com as práticas corretas na sala de aula, com os professores treinados, com os pais envolvidos que vai, de fato, fazer a diferença. Acho que a indústria tem tido uma preocupação muito grande em empurrar tecnologia sem se preocupar com o impacto na dinâmica da sala. E nós vamos no caminho contrário disso”, completou.

Folha de Pernambuco – Diário Oficial

Share

BEZERRENSE: Colaborador do Senac defende dissertação sobre políticas públicas e de formação

O analista de Educação Profissional na área de Gestão e Negócios da Diretoria de Educação Profissional, Ricardo Santos, defendeu, recentemente, sua dissertação de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural e Desenvolvimento Local (Posmex), da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Com o título Relações entre as Políticas de Extensão Rural e as Políticas Formativas do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, a pesquisa analisou as ações educativas de Formação Profissional Rural e de Promoção Social do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) junto a agricultores familiares relacionando-as com a missão, princípios, diretrizes, objetivos e metodologias de ensino da Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Pnater).

Filho e neto de agricultores, Ricardo fez Magistério e iniciou sua vida profissional na educação, ministrando aulas na zona rural do município de Bezerros-PE, o que o fez ter uma ligação muito próxima com o público estudado em sua pesquisa. “Eu queria entender como a educação, sendo ela formal ou não formal, estava sendo aplicada junto aos agricultores e agricultoras rurais. Por trabalhar no Sistema S, busquei comparar os discursos do Senar e da Pnater em torno da formação profissional e durante a pesquisa não se buscou demonizar a educação profissionalizante, mas apontar para outras alternativas ou mesmo para possibilidades de adequação e proposição de uma educação humanizadora e não apenas mecanicista. Tenho consciência de que a educação deveria ser uma grande prioridade neste país, principalmente a promoção da escolarização para população do campo, que foi historicamente tão excluída desde a colonização. Fala-se aqui de uma educação inclusiva que consiga articular e promover processos sociais de formação, inclusive para o trabalho, que leve em consideração a cultura, os valores, as diversas formas de produzir e a participação social para que as pessoas sejam sujeitos do seu próprio destino”.

O colaborador teve a curiosidade de perceber se o Senar formava um sujeito que tivesse criticidade, pensasse em desenvolvimento sustentável, desenvolvimento local, que tivesse autonomia no seu trabalho, e que pudesse se capacitar, se qualificar, não somente para ser empregado, mas utilizar o conhecimento onde ele quisesse. Ricardo completa que os conhecimentos que vinham para o campo eram pacotes tecnológicos fechados/padronizados. Ele comparou as ações formativas propostas pelo Senar com Serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) voltadas para agricultores e agricultoras familiares. “O trabalho foi feito mediante um levantamento histórico de constituição e dos processos de luta para estabelecimento das instituições e das políticas públicas, principalmente, para o surgimento das proposições didáticas e pedagógicas de formação técnica e de educação inclusiva”.

De maneira geral, Ricardo verificou que apesar do distanciamento das ações formativas do Senar em relação às propostas dos serviços da Ater, por reproduzir a lógica de mercado do sistema hegemônico, a educação profissionalizante pode “considerar os saberes populares do campo a partir das interações dos agricultores e agricultoras familiares com seu mundo do trabalho e seu cotidiano com os contextos didáticos e pedagógicos das ‘educações’, consagrando formas diretas e indiretas de se estabelecer autonomia a estes grupos e de garantir acesso aos bens e recursos públicos, propor estratégias sustentáveis, combater a pobreza, violência, exclusão social e racial”.

http://www.pe.senac.br

Share

MEC cancela diplomas emitidos por faculdades irregulares em Pernambuco; Centenas de alunos em Bezerros foram prejudicados

O Ministério da Educação emitiu despacho no sentido de anular, a partir de 2012, diplomas ofertados por faculdades irregulares em Pernambuco que foram alvo de uma CPI no estado. Em Bezerros vários alunos foram lesados pela Fadire,  que tinha autorização apenas para aplicar cursos na sua sede em Santa Cruz do Capibaribe. De forma irregular,  a faculdade ofertava inclusive cursos que não era autorizada em parceria com outras IES. Alguns alunos entraram com ação na justiça por danos morais e materiais;  Outros ingressaram em instituições de ensino objetivando o aproveitamento das disciplinas, o que, segundo o despacho, também representa irregularidade. Veja a publicação abaixo:

AÇÃO: Na primeira audiência da Justiça em Bezerros representantes da Faculdade não se fizeram presentes nem justificaram a falta. O valor investido por cada aluno durante o período em que a faculdade atuou chega a oito mil reais. Ver aqui

Share

CALENDÁRIO ESPORTIVO ESCOLAR É DEFINIDO EM BEZERROS

Em reunião com professores da rede municipal de ensino, nesta quarta-feira, dia 21, a Gerência de Esportes da Secretaria Municipal de Educação e Esportes, definiu o calendário anual de competições esportivas escolares, que este ano terá adequações de conformidade com as datas disponíveis, em razão dos feriados e também da realização das eleições presidenciais e copa do mundo de futebol. A reunião foi comandada pelo gerente de esportes Edvonaldo Alexandre e o coordenador de educação física, Roberto Barbosa, que durante mais de uma hora, buscaram deixar claro para os docentes presentes, os prós e os contras para o cumprimento deste calendário, sendo a carência de praças esportivas adequadas um dos principais obstáculos.

O cumprimento deste calendário terá início no mês de maio com as seletivas para os Jogos Regionais e em seguida acontecerão os Jogos Escolares de Pernambuco (JEP’s) fases regionais; os Jogos Escolares de Bezerros (JEB’s) acontecerão entre os dias 30 de agosto e 23 de setembro. Após estas competições, serão realizadas as fases regionais e estaduais dos JEP’s, modalidade futebol, de agosto a outubro e em caso de classificação, a fase nacional dos JEP’s modalidades individuais e coletivas de 12 a 26 de novembro. O gerente Edvonaldo foi claro ao citar as dificuldades para o cumprimento do calendário, não só pela escassez de datas, mas também relacionou outras dificuldades, principalmente a financeira e citou bezerros como uma das cidades privilegiadas em Pernambuco quanto a realização de competições esportivas o que não acontece com a grande maioria das cidades pernambucanas, que praticamente só se organizam em cima da hora e nem ao menos as seletivas acontecem.

Share

Biblioteca Municipal: mais de 7 mil livros disponíveis

A Biblioteca Municipal José  Santiago Filho possui  um acervo de 7 mil e 500 livros, que  atrai todas as faixas de idade. Localizada ao lado da Matriz São José e Praça do mesmo nome, o espaço oferece livros de todos os gêneros, desde gibis até os paradidáticos.

O ambiente conta com salas especiais para acolher adultos e crianças, com ambientes apropriados para estudos . “O nosso maior objetivo é despertar nas crianças o prazer pela leitura.” disse Josy Santos, uma das responsáveis pela biblioteca.

Para o empréstimo de livros os interessados só precisam realizar um pequeno cadastro com nome, endereço e telefone, o prazo de devolução é de oito dias e pode ser prolongado.  A biblioteca também aceita doações. Qualquer pessoa que dispor de livros em boas condições pode levar no local. Eles serão avaliados e catalogados de acordo com a categoria. A Biblioteca Municipal funciona de segunda à sexta, das 7h às 17h.

Por Emilly Lima (estagiária)

Share

Lucielle entre as 20 novas lideranças públicas da RAPS e Fundação Lemann 2018

Saiu esta semana o resultado final da seleção para o Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Lideranças Públicas da Fundação Lemann da RAPS (Rede de Ação Política pela Sustentabilidade) onde a bezerrense Lucielle Laurentino, que é destaque na educação brasileira, egressa do novo modelo de educação de ensino médio do Estado, foi destaque entre os 20 participantes aprovados em todo o país. Eles se destacaram entre os mil inscritos pelas suas trajetórias e experiência profissionais, assim como participações em mobilizações sociais e políticas e experiências em gestão pública. “Muito feliz por essa conquista. Ela não é só minha, ela é nossa, daqueles que acreditam em dia melhores e em uma educação nos faz realizar sonhos”, destaca em sua rede social.

O Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Lideranças Públicas tem o objetivo de auxiliar na formação e aperfeiçoamento de lideranças públicas, contribuindo dessa forma para um novo campo político democrático no país.
A ideia da Fundação Lemann e da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS) é atrair pessoas comprometidas em resolver desafios sociais, colaborando com os avanços que o Brasil precisa. Entretanto, muito além de novas lideranças, existe a necessidade de revigorar a gestão pública com os princípios de integridade, sustentabilidade e democracia – tudo isso somado à diversidade de ideias, trajetórias e pensamentos“. Ler mais aqui.
Share

COMUNICADO DA UNOPAR – POLO BEZERROS

A UNOPAR – Polo Bezerros informa que a partir desta segunda-feira, 5 de março, está efetuando a matrícula dos candidatos aprovados no exame de vestibular, que foi realizado no dia 25 de fevereiro.

O aluno deve ligar para o telefone (81) 99849 2774 para saber o resultado do exame. Se aprovado, deve dirigir-se ao Colégio Municipal Desembargador Felismino Guedes para se matricular, munido dos seguintes documentos:
– Cópia do RG;
– Cópia do CPF;
– Cópia da certidão de nascimento/casamento;
– Cópia autenticada do histórico escolar;
– Cópia do título de eleitor;
– Cópia do CPF da mãe;
– Cópia do comprovante de residência.
Share

Ensino superior da Unopar chega a Bezerros

No início desta semana a equipe da UNOPAR esteve em reunião com o prefeito Severino Otávio (Branquinho), o secretário municipal de Educação, Claudemir Venceslau, e o presidente da CDL Bezerros, Severino Filho (André Eletro), no Gabinete da Prefeitura de Bezerros, para firmar oficialmente a implantação do primeiro polo da rede na cidade. Segundo a gestora da UNOPAR, Rosana Gomes, a expectativa é que a universidade comece a funcionar ainda no primeiro semestre deste ano.

A iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura de Bezerros e a UNOPAR, através de uma solicitação do deputado estadual Waldemar Borges. “O ensino superior e a profissionalização sempre foram preocupações da nossa gestão. Fico muito satisfeito em disponibilizar esta oportunidade aos bezerrenses, que poderão especializar-se para o mercado de trabalho através de uma instituição séria e competente”, lembrou o prefeito Branquinho.

Com 45 anos de tradição, a Unopar é pioneira em educação digital no Brasil e foi a primeira a atender os padrões de qualidade do Ministério da Educação (MEC)  para a Educação à Distância (EAD). O reconhecimento de curso é condição necessária para a validade nacional dos respectivos diplomas. “O governo municipal abraçou a causa e estamos muito felizes por esta parceria. Queremos inclusive que todos os funcionários do Polo Bezerros sejam da cidade, pois é importante ofertar empregos para a população. Para isso, abriremos uma seleção de candidatos com o intuito de preencher as vagas, que será divulgada posteriormente com mais detalhes”, afirmou a gestora Rosana.

Inicialmente, a lista de cursos conta com graduações em licenciatura, como Educação Física e Pedagogia; em bacharelado, como Serviço Social, Ciências Contábeis e Administração; e em tecnologia como Recursos Humanos e Segurança Pública, além de cursos de pós-graduação. A matrícula tem preço fixo de R$ 59,00, e as mensalidades vão a partir de R$ 159,00. Funcionários públicos da rede municipal em geral ainda contarão com um desconto de 20% em cima do valor da mensalidade.

A UNOPAR irá funcionar no prédio do Colégio Municipal Desembargador Felismino Guedes. Os cursos são semipresenciais e online, com aulas apenas uma vez por semana, e duração de 2 a 4 anos. O vestibular acontece no dia 25 de fevereiro, das 9h às 11h, no mesmo local. Para realizar o exame, é necessário levar apenas 1kg de alimento não-perecível. As arrecadações serão doadas ao Abrigo de Idosos de Encruzilhada de São João, distrito de Bezerros. Mais informações, através do telefone (81) 99849-2774.

Share

Ano letivo começa com encontro da educação

A quadra esportiva do CEMAIC, foi o local da abertura oficial do II Encontro Municipal de Educação, que aconteceu nesta quinta-feira, dia 01 e fevereiro, com a presença maciça dos funcionários da Secretaria Municipal de Educação e Esportes, lotando literalmente o espaço do educandário. Ao som do frevo pernambucano o evento teve início às 08.30h com o Grupo de Danças Folclóricas Folc Popular fazendo a acolhida no passo dos papangus de Bezerros e em seguida foi executado o Hino Nacional do Brasil; após isso aconteceu uma apresentação de alunos autistas, da rede pública municipal, homenageando os professores da inclusão. Na sequência alguns componentes da mesa usaram da palavra, e o secretário Claudemir Venceslau, encerrou as falas enaltecendo os índices alcançados pela equipe, as construções e reformas de escolas e creches, o prêmio NATURA, concedido ao Programa Vida Ativa e a confirmação da chegada a Bezerros ainda neste ano, da UNOPAR.

Na segunda parte do encontro, foram realizadas as oficinas, em 18 salas, no auditório e na quadra do educandário, com temas diversos relacionados ao ano letivo de 2018, que deverá ser de muitas outras conquistas na educação bezerrense, como frisou ainda Claudemir Venceslau. As oficinas aconteceram até o meio dia e foram bastante proveitosas, tanto no sentido de assimilação como de aprendizado, com temas sobre educação infantil, educação especial, educação física, esportes, PENAIC, FOCAD, gestores e outros, todos importantíssimos para o sucesso do desenvolvimento pedagógico dos alunos da rede pública municipal de ensino, conforme nos informaram alguns participantes. O tema do encontro foi: Escola, Currículos e Contexto Social: Desafios e Possibilidades, um tema relacionado ao ano letivo que começará oficialmente nesta sexta-feira, dia 02 de fevereiro, em toda a rede pública municipal de ensino, tanto no espaço urbano como rural

Share