Um papo com Severino Pedro sobre o livro “Flor e Fome”

Severino Pedro foi entrevistado por Pierre Pessôa numa parceria da Mandacarú Live/ Bezerros Hoje.

O ativista das causas socioambientais, Pierre Pessôa, promoveu nos estúdios da Mandacarú Live, através do Facebook, uma entrevista com o poeta e escritor Severino Pedro, que lança seu primeiro livro “Flor e Fome”. Com perguntas bastante pertinentes, os mesmos abordaram não só como foi a produção do livro, mas principalmente percorreram por temas que voltaram a estampar as principais notícias do Brasil, evidentemente tendo por destaque a FOME.
Severino falou da influência de grandes poetas e escritores na sua arte de produzir, como por exemplo o saudoso Patativa do Assaré. No decorrer da entrevista, o autor falou que os versos escritos têm verdadeira ligação com sua história, diante das dificuldades que o mesmo passou quando criança e adolescente, ficando assim mais fácil e autêntica as denúncias e os protestos feitos no seu livro contra a fome que voltou a maltratar os brasileiros, entretanto, o escritor o faz com inegável boniteza estética e literária. Isso reafirmado durante a entrevista pelo comentário de Lunas Costa: “Severino além do dom que faz com que tudo que escreva soa de forma encantadora, ele também domina as normas técnicas que regem os mais diversos formatos de poemas. Além de uma memória incrível, que o coloca em condição de ser considerado uma enciclopédia musical e poética. Severino Pedro é um dos meus mestres.”
A meritocracia também foi um ponto importante a ser discutido e desmentida. Por fim, a “Flor do pão, flor da esperança e da flor da harmonia” foram apresentadas e caminhos foram sugeridos por Severino para que as autoridades do Brasil, Pernambuco e Bezerros pudessem rumar para o fim da pobreza e miséria. Pierre agradeceu pela homenagem que recebeu no poema intitulado “Fome, não” na página 77, aludido ao projeto social que ele desenvolve desde 2020. Flor e Fome será lançado nessa quinta-feira, às 19 horas na Câmara de Vereadores de Bezerros.

Share

Os comentários estão desativados.