Parabólica – Sua Coluna Regional

TCE julga ilegais mais de 700 contratações em Carpina

O TCE, por meio da sua Segunda Câmara, julgou ilegais 707 contratações temporárias realizadas pela Prefeitura de Carpina no exercício financeiro de 2017. Devido a irregularidades encontradas nos atos de admissão de pessoal, o relator do processo, conselheiro substituto Marcos Flávio Tenório, não concedeu os respectivos registros e notificou os responsáveis.

As contratações, sob responsabilidade do prefeito, Manoel Severino da Silva, foram feitas para diversos cargos, como professor, médico, técnico de enfermagem, vigilante, motorista e outros, para diversas pastas da gestão municipal. Os demais responsabilizados são a secretária de Administração e Finanças, Jeieli da Costa; a secretária de Educação, Turismo, Cultura e Esportes, Milca da Silva; o secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Jorge de Albuquerque; a secretária de Obras, Infraestrutura e Urbanismo, Jaidete Oliveira; e a secretária de Saúde, Jacilene da Silva.

De acordo com relatório de auditoria deste Tribunal, a Prefeitura de Carpina violou os prazos para envio da documentação referente aos atos, não demonstrou situação de excepcional interesse público e não comprovou realização de processo seletivo público, o que afronta vários princípios constitucionais. Além disso, a gestão realizou as contratações em período vedado pela Lei de Responsabilidade Fiscal, uma vez que o limite de despesas com pessoal já havia sido extrapolado.

Além de negar os registros, o relator do processo (nº 1751158-6) determinou que a prefeitura envie ao TCE os documentos relativos a todas as contratações temporárias realizadas e, ainda, comprove no prazo de 60 dias as providências necessárias ao afastamento dos servidores em questão cujos contratos ainda estejam vigentes. Os interessados ainda podem recorrer da decisão.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 25/11/2019

Servidores de Pernambuco recebem 13º salário em 20 de Dezembro

Um anúncio realizado ontem (25) pelo governador Paulo Câmara (PSB), dá conta de que um montante de 2,7 bilhões de reais, sejam injetados na economia pernambucana com a liberação dos pagamentos dos salários do funcionalismo público dos meses de Novembro e Dezembro, que serão liberados entre os dias 06 e 07 de Janeiro. Ainda de acordo com o calendário divulgado ontem, o 13ª salário também será pago até o próximo dia 20 do mês de Dezembro.

“Mesmo em um período de crise e de dificuldades financeiras, Pernambuco é um estado que tem mantido suas contas equilibradas e garantido os serviços à população. E esses R$ 2,7 bilhões vão ajudar o comércio, a indústria e toda a economia”, destacou Paulo Câmara.

A medida anunciada pelo governador trará mais robustez para o comércio e as compras do fim de ano. (Fonte: Portal da Prefeitura).

Seis nomes devem disputar eleição em São Bento Una

Do Blog do Roberto Almeida

Em São Bento do Una seis nomes são apresentados como pré-candidatos à prefeitura em 2020: Alexandre Batité, atual vice-prefeito, o vereador e presidente da Câmara, André Valença, o padre Fábio Cavalcante, que trocou a batina pela política, Paulo Afonso (que já foi prefeito mais de uma vez e deputado estadual), o advogado Washington Cadete e José Maria (Mano, ligado à avicultura, do mesmo modo que o pai da prefeita).

Nas outras eleições, houve polarização em São Bento, entre Padre Aldo e Washington e depois entre Débora Almeida e Washington.

Agora, com a prefeita e o vice rompidos, o grupo governista se dividiu.
Uma pessoa que mora no município e acompanha de perto a política local,  informou ao blog que André e Alexandre estão no mesmo grupo e devem se unir. Neste caso só um deles será candidato.

Washington tem dito que não disputará novamente, mas a divisão do grupo de situação pode levá-lo a rever esse ponto de vista, porque na teoria ele é o maior beneficiado pelo racha. Na última pesquisa feita em São Bento do Una, Padre Aldo – que não pretende voltar à política – era disparado o nome favorito do eleitorado. Sem ele, Fábio ficava em primeiro lugar.

Nessa mesma pesquisa, feita há meses, Washington e Fábio tinham maior rejeição, enquanto Alexandre tinha a menor. Situação pode ter mudado desde então, inclusive porque de lá pra cá o sacerdote trocou a batina pela Secretaria de Finanças do Município.

De todo jeito o candidato de Débora já parte com uma vantagem: tem o apoio da máquina municipal e o poderio econômico da família Almeida.
O grande número de pré-candidatos, porém, demonstra que o governo não está tão forte e a eleição em São Bento, no próximo ano, pode não ser um passeio, como ocorre desde que padre Aldo chegou ao poder com seu discurso de mudança, elegeu Débora e esta depois teve uma reeleição fácil.
Fotos: TVSBUNA.

Prefeito Joaquim Neto acompanha nova pintura no viaduto de acesso à cidade

Nos próximos dias, quem chegar a Gravatá pelo giradouro que dá acesso ao município, na Avenida Cícero Batista, será surpreendido ao ver uma nova obra de arte, bem na entrada da cidade. A pintura será do artista plástico e ceramista, Mário de Santinha, que nesta segunda-feira (25), ao lado do Prefeito Joaquim Neto, iniciou as primeiras pinceladas nos painéis do viaduto que fica no centro do giradouro. A previsão é que, em 15 dias, o trabalho já esteja concluído.

Já tomando cores e formas, a pintura, que será composta por tons vibrantes, como o vermelho, amarelo, marrom e azul, por exemplo, formará um grande floral. A obra também será uma homenagem às mulheres gravataenses, já que rostos femininos farão parte da cena. Ao todo, cerca de 30 latas de tinta estão sendo utilizadas na obra.

Mário de Santinha é recifense e foi registrado como Amaro Alexandre da Silva. Trabalhou 23 anos com Francisco Brennand, que foi seu professor e maior incentivador nas artes plásticas e contabiliza 48 anos de carreira. Atualmente, seu ateliê está instalado em Gravatá.

O artista produz vasos com formatos e pinturas especiais, como tapetes cerâmicos, fruteiras, murais, letreiros, placas de sinalização, quadros e, também, usa como suporte outras superfícies cerâmicas pré-fabricadas, como pias de banheiros e outras, criando peças exclusivas. As obras são pintadas com tinta queimada em alta e baixa temperaturas, o que garante, segundo ele, um diferencial de textura e cor. (Fonte: Clebson Amsterdan)

André Ferreira apoia Dr. Abrantes em São Joaquim do Monte

Faltando menos de um ano para a eleição, o prefeito de São Joaquim do Monte, Joãozinho Tenório (PSDB), aproveitou uma visita do deputado federal e presidente estadual do PSC, André Ferreira (PE), para anunciar que ambos vão apoiar o nome do vice-prefeito, Dr. Abrantes, à disputa municipal do próximo ano.

Em uma visita que contou que com vistoria às obras do Parque Olga Mendonça, que ganhará um pátio de eventos e pista de cooper e encontro com lideranças políticas da cidade, como o ex-prefeito João Tenório, o deputado participou de um café da manhã na casa do vice-prefeito.

Mais tarde, em entrevista à rádio Agreste FM, em Cupira, a pré-candidatura de Dr. Abrantes foi oficializado pelo prefeito Joãozinho Tenório, que fez um relato das negociações que culminaram na escolha e disse confiar que o seu vice, por já ter comandado São Joaquim do Monte e contar com o apoio do deputado André Ferreira em Brasília, vai fazer uma ótima administração. O deputado, em seguida, reafirmou o apoio.

“A gestão de Joãozinho Tenório conta com mais de 80% da aprovação popular. Isso mostra a qualidade da administração e, por consequência, facilitará o trabalho do seu sucessor, que, tenho certeza, será Dr. Abrantes. Além disso, vou trabalhar fortemente em Brasília para ajudar a São Joaquim do Monte a crescer ainda mais”, afirmou André Ferreira ao comunicador Willamar Alves, da Agreste FM. (Fonte: Blog da Folha).


Share

Os comentários estão desativados.