Parabólica- A sua Coluna Regional

Por sugestões de internautas, o Bezerros Hoje volta com a sua coluna regional, a qual será publicada nas quartas e sábados aqui no site. A coluna Parabólica era editada nos primeiros anos do jornal impresso, lançado em 2003. O jornal circulava nos municípios vizinhos de Gravatá, Sairé e Camocim de São Félix.

A GESTORA

A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), anda bem com as redes sociais, um sinal de que o seu governo se reencontrou com a opinião pública depois dos complicados primeiros dois anos do mandato. A gestora conseguiu imprimir uma gestão popular e tem delegado medidas enérgicas diante de crises inesperadas, como o recente episódio do incêndio em bancos da feira da sulanca. O executivo enviou projeto aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores, que cria um crédito especial de R$ 250 mil no orçamento do município para doar aos sulanqueiros atingidos pelo incêndio na Feira da Sulanca. Raquel, além de cuidar do social e de ter um olhar diferenciado à zona rural, também não se descuida do embelezamento da capital do agreste. Já há quem aposte na sua reeleição.

CONCURSO

Há uma polêmica em Gravatá por conta da não aprovação pela Câmara de Vereadores de um projeto de lei que institui concurso público no município. Segundo as informações, o projeto do executivo municipal prevê mil vagas e atenderia recomendações do Ministério Público e do TCE. Tudo indica que o projeto poderá ser reapresentado na próxima semana, mas o clima é de que seja novamente negado pelo legislativo gravataense. O motivo dá não aprovação estaria ligado ao fato de que o executivo municipal teria aproveitado a lei do concurso para criar outros cargos de caráter comissionado. O curioso é que os próprios vereadores da base não votaram com o projeto.

GIORGE BOMBANDO

O prefeito de Camocim de São Félix, Giorge Bezerra (PSB), tem transformado o seu município em um verdadeiro canteiro de obras. Impressiona trafegar por muitas vias da periferia que receberam pavimentação asfáltica. Em tempos de crise, o prefeito soube ousar e transformar a realidade da cidade, que já conta com uma moderna iluminação pública na principal avenida. É outro gestor que está pavimemtando bem o caminho da sua reeleição.

COMPETÊNCIA DE QUEM

A Câmara de Sairé derrubou veto do prefeito Fernando Pergentino ao Projeto de Lei n. 002/19, que dispõe sobre a criação do fundo municipal de proteção e bem estar animal no município. O poder executivo alegou que matérias que criam despesas não é de competência do legislativo e fere a lei orgânica. O autor do projeto, vereador Oséias, explicou que a lei não cria nenhuma estrutura administrativa, apenas a criação de um fundo para proteção e bem estar animal”.

BOA SACADA

O prefeito de Gravatá Joaquim Neto comemora o novo formato do Arena Carvalheira na Fogueira, que será montada com uma superestrutura, em um espaço de 20 mil m², na BR-232, km 87 (local do antigo Villa da Serra). “Sempre foi o foco trazer a iniciativa privada para junto da gestão. Porque agrega valor, significa mais imposto, receita, mídia, festas e geração de empregos”, disse. O evento junino já aconteceu nas Terras de Santa Fé, entre Bezerros e Sairé. Animam o Carvalheira 2019: XAND AVIÃO, GUSTTAVO LIMA, RAFA MESQUITA e KOROSSY.

GIRO NACIONAL

》》》A 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça aceitou, ontem, o habeas corpus do ex-presidente Michel Temer. Fez bem ( e isso não muda o sentimento de culpabilidade do ex-presidente), pois as prisões preventivas andam destoando do que rege a legislação.

》》》“Se o governo não sustenta o que foi falado pelo presidente na frente de 12 parlamentares, não sou eu que vou sair como mentiroso”, disse o deputado Capitão Wagner (Pros-CE), após o governo de Jair Bolsonaro “recuar do recuo” sobre o contingenciamento nas universidades federais.

》》》 Não ecoou positivamente no meio jurídico a revelação do presidente Bolsonaro de ter negociado a próxima vaga do STF ao juiz Sérgio Moro, que deixou 22 anos de magistratura para ser ministro do seu governo. O ministrou negou o que tenha colocado a condição ao presidente.

》》》A reforma da previdência é necessária, mas é altamente injusta para os pobres. Que se corte privilégios do grandes e que se promova uma melhor gestão dos recursos públicos.

A coluna estará de volta no sábado.

Whatsapp (81) 9-9613 6528

Share

Os comentários estão desativados.