Obras do Parque Janelas para o Rio avançam em Bezerros

Sem um acesso digno, Parque Janelas para o Rio pode se tornar inutilizado. Reportagem foi ver as obras que começaram sem alarde dos poderes públicos.

Parque está sendo construído há cerca de 2km do centro da cidade.

O Parque Janelas para o Rio avança em Bezerros sem qualquer alarde. A reportagem tomou conhecimento do avanço das obras e foi conferir in loco. Da ponte da passagem molhada, bairro de Santo Antônio, até a área escolhida, localizada após a comunidade de Queimadas Dantas, são cerca de 1km. Um trecho sem pavimento com péssimas condições de trafegabilidade e que precisa receber investimento sob pena de não integrar o parque à cidade. “Disseram aqui que eles (Estado) também vão fazer o calçamento, mas não temos a certeza. Cobre meu filho!” diz o Sr. Janilson José ao saber do objetivo da nossa presença no local. O popular, que reside há décadas na área, elogiou os trabalhos da construtora, chegou a nos mostrar orgulhoso o muro de arrimo construído às margens do rio, que, segundo ele, evitará a erosão. O senhor nos confirmou que a área sofre inundações nas grandes cheias do rio, mas fez questão de nos tranquilizar assegurando que a obra é bem feita se manterá de pé.

O PARQUE – O parque Janelas para o Rio está sendo construído às margens direita do rio Ipojuca, com acesso através de estrada de barro pela comunidade Queimada Dantas. A obra, sob a responsabilidade da Flamac Construções, está orçada em 4,6 milhões de reais e, quando finalizada, ofertará vários equipamentos. O prazo de entrega é de sete meses.

Sem o acesso digno, parque corre o risco de ficar inutilizado.

O projeto do parque foi elaborado pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), através do Programa de Saneamento Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Ipojuca (PSA Ipojuca), financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Share

Os comentários estão desativados.