O ESTADO TEM RAZÃO, MAS JÁ TIVEMOS MOMENTO MAIS DIFÍCIL

O site já defendeu um lokdown quando pacientes começaram a morrer no município a espera de leitos de UTI.

Infelizmente, o município voltou a figurar na imprensa nacional como foco disseminador do novo coronavírus. E não é pelos números apresentados pela prefeitura, que estão muito abaixo da realidade, mas pela procura na rede estadual de saúde que acendeu o alerta. Desde o início da quarentena que as falhas foram mostradas e atitudes cobradas. O site já chegou a defender um lokdown e alertou o município a adquirir ventiladores mecânicos quando pacientes começaram a morrer no hospital de Campanha de Bezerros a espera de leitos de UTI. Hoje, por incrível que pareça, o cenário é mais favorável, justamente porque o sistema de saúde estadual não está estrangulado e os pacientes mais graves estão sendo transferidos. No hospital de Campanha, embora o governo municipal não apresente diariamente o número de internados, a informação é que mais de 80% das vagas estão desocupadas. O hospital, vale lembrar, atende apenas a casos menos graves da Covid-19 e o estado acaba recebendo toda a demanda. Por isso a correta decisão da “intervenção” para frear a curva de contaminados no município.

O PAPEL DO ESTADO

O governo estadual e os municípios de Pernambuco vem fazendo o seu dever de casa e freando a curva de contaminados, mas a demanda crescente de pacientes de Bezerros e Caruaru para os leitos da rede de saúde acendeu o alerta. É preciso ver aonde os municípios estão errando. Vale salientar que Pernambuco vem trabalhando os números da Covid-19 com muita transparência. Em Bezerros, há várias lacunas nos dados divulgados. Não se sabe, por exemplo, o bairro ou distrito onde há uma incidência maior dos casos.

Abaixo destaque das medidas mais restritivas por renomados portais de notícias do país.

Share

Os comentários estão desativados.