“Nunca vi o que estou vendo agora, estamos vivendo a fase mais crítica da Pandemia”, diz sanitarista bezerrense

Há quase um ano atuo como servidor público da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco na função de Sanitarista, diretamente no monitoramento das unidades estaduais de saúde. Boa parte desse tempo trabalhei também na gestão da Secretaria Municipal de Saúde do Ipojuca. Nunca vi o que estou vendo agora, estamos vivendo a fase mais crítica da Pandemia, o perfil do adoecimento mudou, mais jovens do que idosos, elevação do tempo de permanência em leitos de UTI, unidades com capacidade extendida com ocupação próxima ou igual a 100%, desabastecimento de sedativos para entubação em todo o país, a alta complexidade do nosso sistema de saúde está colapsando. Quase 3 mil mortes em um único dia. Cuidem-se, protejam-se, uma das tecnologias mais importantes no enfrentamento desta Pandemia é o auto-cuidado.

João Carlos Batista Santos

Share

Os comentários estão desativados.