NOTA DE PROTESTO E INDIGNAÇÃO

                              ASSOCIAÇÃO DE IMPRENSA DE BEZERROS  PE.

A presidência desta entidade  na pessoa de seu titular por motivos e fatos ocorridos nas ultimas horas deste final de semana, vem a público para registrar seu mais profundo protesto, considerando que a população desta município foi duramente agredida em seus direitos  a segurança e tranquilidade, quesitos  que são deveres do Estado.

       Nesta mesma semana vimos tombar em local público, policial fardado à disposição da municipalidade da mesma forma dando prova de que sequer aquele chefe de família teve direito a dignidade e  a possibilidade  de se defender, mesmo estando a serviço do poder público local, por não ter treinamento e arma, alertada a municipalidade.

       Recentemente houve assalto a banco no horário comercial, cinematograficamente, para espanto e choque a população.

         Não podemos, julgamos nós, aceitar este estado de situação em cidade rica e altaneira, que contabiliza inúmeros homicídios, como se fossem rotina de nossas ruas e no convívio de nossa gente. Por mais humilde que seja o cidadão em sua localização familiar, em seu bairro sem distinção,  tem direito de contar com total segurança.

        É oportuno comentar que sendo nosso município partícipe dos maiores existente no agreste, não conte com número de  policiais necessários a  guarnição proporcional as nossas necessidades, principalmente nos finais de semana, mesmo sendo polo comercial regional, com população flutuante expressiva nos dias dos meses e com constância nos  que se sucedem.

         A menos de dois anos, tivemos reuniões seguidas, e,  ainda se divulgava de forma alvissareira na mídia o projeto “Pacto pela Vida”, onde as autoridades de todos os níveis  se comprometiam a tomar decisão cabal contra o crime e a segurança de nossa gente.

       Os nossos políticos estiveram silentes e ausentes neste assunto,  nesses meses que antecederam e já começam agora a aparecer, nos grandes letreiros postados a beira das pistas de maior movimento, face as eleições plenárias que se aproximam, gastando polpudas verbas pessoais pagas pelo erário. Aparecem maquiados como velhas raposas.       A maioria com promessas vazias e retardadas que já deveriam ter sido implantadas  antes de  fatos que estão sendo rotina nesta terra de povo amigo, trabalhador, religioso e com grande esperança em ver sua cidade voltar a ter tranquilidade e aparecer no cenário de grandes realizações como “Capital do Bolo e do Doce”. No entanto, cabe ainda incluir neste rol de grandezas: “ – O maior produtor de horti-fruti; e produtos de artesanato de projeção internacional.

       Até quando viveremos  o quadro horrível que assistimos nestes últimos dias, que serão relatados aos comentários dos botequins, esquinas e recantos regionais, relegados lamentavelmente a  história?

         O nosso gestor declarou a tempo recente que havia pactuado com as altas autoridades  da alta cúpula estadual, pessoas de seu convívio na capital, incluindo o Governador,  que: – A cada policial civil municipal contratado pela prefeitura, o Estado poria dois militares correspondentes em nossas ruas! Porém, os nossos servis policiais se assemelham com os músicos da Banda do Gilmar -:  São somente figurantes. Não  tem preparo, não possuem armas, e ganham mal sem uma política de carreira, por via concurso público.

          Preliminarmente, registramos o nosso repúdio a atual situação social de segurança pública de nossa cidade, Bezerros nunca foi cidade violenta, o  nosso Carnaval sempre registrou  índices zero em homicídios.

                Estaremos atentos a todo os momentos, não para publicar matérias  requentadas, mornas e jamais as frias.

 Doa a quem doer.

REGISTRAMOS COM INDIGNAÇAO  O NOSSO PROTESTO !!!   

                                                                                                                     Dr. Edgar Lino Ferreira   –  Presidente 

Share

Os comentários estão desativados.