Não acredito nos cristãos

Vejo Jesus como o ser mais iluminado que já existiu e existirá no nosso planeta. Suas palavras, e principalmente, suas ações, ecoam até os dias de hoje, e ecoarão eternamente. Contudo, e infelizmente, não acredito na maioria dos Cristãos.

Temos o costume de não aceitar, ou até desprezar o que não faz parte da nossa cultura/ história. Muitas “verdades” e tradições são colocadas nas nossas cabeças desde nosso nascimento. Acreditamos que o correto é o que foi posto, e ponto final. Esse tipo de educação pode alienar, nos afastando do que realmente somos, e principalmente nos impedindo de viver aquilo que Jesus nos ensinou.

Até entendo quando alguns irmãozinhos dizem que tudo o que precisam fazer é ler a bíblia e nada mais. Pior é saber que muitos não leem, e muito menos, não põem em prática os ensinamentos do Cristo. Entendendo isso, não podemos nos fechar ao ponto de resumir todo amor de Deus, sua criação e sabedoria num único livro, ou melhor falando, numa única religião ou prática.

O pouco que estudei sobre as religiões foi o bastante para perceber que todas religiões sérias apontam para o mesmo lugar. Até os ateus, que tentam viver uma vida pautada na moral da ética, do respeito e da justiça, caminham para o mesmo lugar. Então, por que brigamos para provar que o “caminho” que sigo é o melhor, ou mais correto que o do outro, se a chegada será a mesma para todos?

O Budismo é datado de 2.600 anos, ou seja, 600 anos antes do nascimento do Mestre Jesus; contudo, muito daquilo que Jesus ensinou já era ensinado e praticado por Sidarta Gautama, mais conhecido por Buda. Isso não é de se admirar, pois as religiões e pessoas sérias podem encontrar esses ensinamentos mesmo que não sigam ou não conheçam nenhum dos grandes mestres espirituais da história da humanidade. É possível absorver esses ensinamentos diretamente da Fonte Suprema, também conhecida por Deus, e isso já está disponível dentro de você. Só basta parar e procurar lá dentro. Como foi dito: somos a imagem e semelhança do Criador. Esse caminho já foi impresso dentro de cada um de nós.

De nada vai adiantar seguir uma igreja cristã, ler os ensinamentos de Jesus e não colocar como prática de vida esses ensinamentos. Até porque se não é colocado em prática, certamente Seus ensinamentos não foram entendidos e não acreditamos neles. Assim, conheço budistas que são verdadeiramente cristãos e cristãos que são verdadeiramente budistas.

A fonte d’água não vai matar nossa sede se a gente não beber de sua água. Podemos conhecer essa fonte, saber sua história e toda sua estrutura, mas se essa fonte não fizer parte da gente, nada mudará. Noutras palavras: o cristão só viverá a essência dos ensinamentos do Cristo quando verdadeiramente beberem e tornarem-se parte dessa fonte, que é o próprio Jesus. O Cristo disse: “Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai.” O cristão não julga, não mata, não agride ao próximo e nem a tudo que compõem o universo, de maneira simplificada respeita terra, água, ar, fogo, espírito e tudo que compõem o cosmo. Pois somos parte do todo e o todo é parte da gente.

Na minha pequenez percebo que a religião de nada importa. Acho até importante a existência de várias religiões. Para mim cada religião é uma flor diferente que faz parte de um grande jardim. Já imaginou como seria um jardim feito apenas de uma única flor? Não é muito mais interessante termos um jardim cheio de flores diferentes, com cores e tamanhos diferentes embelezando o jardim celestial?

Podemos estar caminhando por vias diferentes, mas se entendemos os ensinamentos de Jesus e do Buda: Amarás teu Deus acima de tudo e ao próximo como a si mesmo, respeitando toda forma de vida que é e está interligada com o tudo e com todos. No final, todos nos encontraremos na fonte de vida e de verdade.

“Evangelizar sempre com a própria vida, e se possível, algumas vezes, com palavras.” Pois os ensinamentos de Jesus são: o caminho, a verdade e a vida!

Amém. Que assim seja. Shalom. Namastê.

Pierre Pessôa. ( Grupo Smart Companny)

Tentando aprender a viver esse caminho, essa verdade e essa vida…

Share

Os comentários estão desativados.