Dos Bastidores da Política de Bezerros

SOL DE PRIMAVERA

Romãzeira florida – imagem internet postada em alusão à Terra da Romã, Bezerros.

Quando entrar setembro e a boa nova andar nos campos”. Começamos a coluna com esse lindo trecho da composição de Beto Guedes, Sol de primavera, numa alusão a estação que se avizinha para que ela sirva de inspiração na construção de novos sonhos e esperanças para o município. Os bezerrenses, em sua esmagadora maioria, não sabem que o seu destino já está sendo traçado nos bastidores. Muitas vezes vão às urnas apenas referendar o resultado programado pelos grupos políticos. É nesse contexto que envocamos a inspiração da natureza para que as lideranças políticas de Bezerros possam, nesse momento de discussão, oferecer de fato o sentimento de esperança cada vez mais ausente no processo eleitoral. Os bezerrenses, desprendidos de qualquer vantagem pessoal, merecem depositar o voto como um ato verdadeiramente transformador. O arranjo que se faz hoje precisa antes de tudo do desprendimento, porque simplesmente a busca do “poder pelo poder” é o que menos interessa a coletividade nessa ocasião.

Que a primavera, portanto, inspire os homens de boa vontade!

“...Muitos se perderam no caminho
Mesmo assim não custa inventar
Uma nova canção
Que venha nos trazer
Sol de primavera…”

UMA NOVA ELEIÇÃO

Se a o TRE fizer valer as normas sobre as eleições municipais, os eleitores terão mais oportunidade para decidir o seu voto com mais tranquilidade. Limitando o número de atos com até dez pessoas, as campanhas de rua praticamente será inexistente. Ruim para quem detém poder financeiro, que consegue arregimentar muitos cabos eleitorais e impressionar com grandes passeatas e comícios. Por conta da pandemia os candidatos precisam se reinventar para impressionar o eleitorado. Será a hora para o verdadeiro debate.

FAKE

Veio de Bonito o exemplo correto de combate a fakenews. Um grupo político da cidade acionou na justiça um “sujeito” que foi obrigado, de público, desmentir o que propagou, além do pedido de desculpas. Em Bezerros, o grupo do prefeito Breno Borba já acusou notícias como fake, mas até agora não conseguiu provar o contrário. Também não se tem informações de que a justiça de fato tenha sido acionada.

FORA DO SISTEMA?

Pode-se dizer que as pré candidaturas de prefeito de Luciele (DEM) e Gabeira (MDB) confrontam o sistema político local? Em parte, sim! Luciele e Gabeira se fizeram opções políticas sem ser cria de lideranças. Luciele, através da educação, sai da Serra Negra para vencer na vida. A menina que se impõe’ no processo das discussões políticas e que viajou o mundo, quebrou o tradicional Fla x Flu da sucessão municipal. O Gabeira Carvalho, atual presidente da Câmara, se mantém no processo político mostrando a sua história de superação de vida. História que boa parte da classe política vira a cara, mas que não o impediu de galgar importantes posições na política de Bezerros. Do outro lado, a reeleição do prefeito Breno, filho do ex- prefeito Marcone, que vem somando apoios dos “caciques” eleitorais do município, exs ferrenhos adversários. A leitura sobre a construção da liderança Breno Borba já foi devidamente relatada pela coluna. Dentre as postulacões de prefeito é a que tem a “obrigação” de sair vitoriosa. Novidade mesmo seria um dos seus concorrentes superá-lo, algo não impossível e que já conta com exemplos espalhados pelo país à fora.

CURTAS

Bezerros perde mais uma importante figura das suas históricas eleições. O popular Pedro do carro de som. Pessoa de espírito leve e que levava alegria nas boas conversas sobre política.

Se Bezerros for esperar pela boa vontade da Celpe, nunca terá o sistema de iluminação da BR 232 restabelecido. O município precisa ir para o enfrentamento.

O Ministério Público vai ser vigilante quanto as candidaturas femininas que foram registradas apenas para maquiar o cumprimento da legislação.

É triste que as mulheres, que são maioria da população, ainda passem por esse tipo de constragimento. Quando deveriam era dominar o processo eleitoral.

Daqui a 16 dias Bezerros conhecerá de fato quem deverá está nas urnas em novembro. É o prazo final para as convenções partidárias.

As notícias da falta d’ água nos bairros estão cada vez mais presentes nas redes sociais. O problema deve ser operacional, porque água tem nos mananciais.

O GEPMA preparatório Militar Águia da cidade de bezerros/PE passa a ser de utilidade pública do município sobre a lei municipal N°1.377 de 16 de dezembro de 2019.

Share

Os comentários estão desativados.