Consumidores sentem a falta do “clima junino”

É sabido que o envolvimento do consumidor no clima festivo ajuda a aquecer às vendas no comércio. O período junino é um dos momentos mais importantes para o setor, mas o espírito da festa parece ainda não contagiar. “É um momento de confraternização, a maior festa do nordeste, o comercio precisa se ‘vestir’, diz Francisco Araújo, natural de Serra Talhada e que reside em São Paulo. Ele veio com a família passar o São João em Bezerros. A falta de adereços que lembram as festas juninas, como bandeirinhas, balões tem deixado o centro da cidade apático. “A ausência de festejos na cidade não justifica que ela não possa se vestir para o período”, lamentou um comerciante. “Até as barracas de fogos estão distante do centro”, reclama outro internauta desconhecendo as razões do fato. A mudança da praça do Rosário para uma terreno na via de acesso a Serra Negra se deu para obedecer as normas técnicas do corpo de bombeiros.

Uma fonte do governo municipal informou que não há no planejamento a decoração das principais ruas da cidade.

Share

Os comentários estão desativados.