Conselheiros Tutelares lutam por nova sede e reajuste salarial em Bezerros

Em matéria publicada em site de Jaboatão, pedidos da classe foram evidenciados. Segue o texto:

Foto: Divulgação

Reforma da sede ou aluguel de uma nova casa, novos fardamentos e reajuste salarial estão entre as solicitações dos conselheiros tutelares de Bezerros ao Governo Municipal. Essas foram algumas das reivindicações levantadas pelos profissionais durante reunião que ocorreu nos dias 7 e 8 de abril e contou com a participação de representantes de diversos municípios pernambucanos, a exemplo de Cabrobó, Tacaratu, Correntes, Garanhuns, Panelas, Camocim de São Feliz, Cupira e Passira.

Outros pedidos pelos conselheiros são: carro exclusivo (conserto definitivo, substituição por outro já disponível no município ou aquisição de um novo), inclusão de diárias (a gestão entendeu que Conselheiro Tutelar não é funcionário público, quando Tribunais Superiores já reconhece) e capacitação/treinamento (SIPIA). O Sistema de Informações para Infância e Adolescência é fundamental para o município ganhar o Selo do UNICEF. A ferramenta já está instalada, porém, o município ainda não contratou a empresa que vai promover a capacitação.

LANÇAMENTO – Nos segundo dia do encontro, o Delegado Lessa apresentou o seu livro ” O Massacre do Sítio Cafundó”, que fala da chacina de Poção que vitimou três conselheiros tutelares e a avó da criança. Na oportunidade, também foi reforçado a falta de retorno da Prefeitura às reivindicações da categoria.

REAJUSTE – A Câmara Municipal aprovou por unanimidade na legislatura passada. Nesta legislatura, em dezembro de 2022, foi feita uma proposta de sugestão ao Executivo de reajuste salarial dos atuais R$ 2 mil para R$ 3 mil.

Mais Jaboatão

Share

Os comentários estão desativados.