Caso suspeito de coronavírus é investigado em Pernambuco

Um caso suspeito de coronavírus está sendo investigado em Pernamuco. Uma paciente de aproximadamente 50 anos deu entrada no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), localizado no bairro de Santo Amaro. A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) e a equipe médica do hospital concederam entrevista coletiva sobre o possível caso suspeito no estado para o novo coronavírus na noite desta terça-feira (25).
A mulher chegou ao Recife vindo de São Paulo em um voo da companhia aérea Azul, que partiu do Aeroporto Internacional de Guarulhos. Ela foi encaminhada ao Huoc com sintomas similares aos da doença provocada pelo coronavírus. 

O desembarque da passageira no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes-Gilberto Freyre aconteceu sem intercorrências. Os demais passageiros e tripulantes do voo 6954 foram avaliados e liberados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

A aeronave foi submetida a um procedimento de limpeza com agentes bactericidas e liberada para outras programações. “A Azul está colaborando com as organizações de saúde do Brasil na investigação do caso, e a cliente será acompanhada pela Anvisa e pela unidade de saúde onde está sendo atendida”, informou a companhia aérea em nota.

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco comunicou que foi notificada na tarde desta terça-feira, através do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância à Saúde (Cievs), de um possível caso suspeito no estado para o novo coronavírus.

“Trata-se de uma mulher pernambucana, com idade aproximada de 50 anos, que desembarcou no Recife na tarde de hoje em voo doméstico proveniente da Itália (país europeu com casos confirmados do vírus) com conexão em São Paulo. A paciente foi atendida, ainda no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes, por equipes da Anvisa”, informou a SES.

Ainda de acordo com o órgão, “seguindo o protocolo previamente estabelecido pela SES-PE, a mulher foi levada em ambulância do Samu Recife para o Hospital Universitário Oswaldo Cruz, uma das referências estaduais para atendimento de casos suspeitos do coronavírus”. A paciente, que já está internada no isolamento da unidade com sintomas leves, está sendo avaliada pela equipe médica do hospital para confirmação ou descarte do caso. Outras informações sobre o estado de saúde da paciente devem ser divulgadas em breve.

“É importante salientar que, em paralelo ao rápido acolhimento da paciente na Huoc, a SES-PE já deflagrou as primeiras medidas de vigilância contra a doença. A SES-PE já recebeu a lista de passageiros e tripulantes que estavam no mesmo voo  e iniciará, em parceria com os municípios, a contactá-los para recomendações sobre o caso. É recomendado, neste primeiro momento, que esses passageiros optem pelo isolamento voluntário em casa. Assim que a anamnese do quadro da paciente for concluída pela equipe do Huoc, novas medidas devem ser iniciadas”, destacou a secretaria.

A SES-PE enfatizou ainda que montou, desde o início do mês, esquema para preparar a rede pública de saúde para possíveis casos suspeitos do novo coronavírus. “Além de enviar diversas notas técnicas sobre o assunto e repassar os boletins do Ministério da Saúde para os serviços da rede, capacitou os profissionais de saúde para que seja realizado o manejo clínico correto do paciente. Além do Huoc, o Hospital Correia Picanço (HCP) e o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) são as referências estaduais paras possíveis casos suspeitos do novo coronavírus”, pontuou. (Fonte: Diario de Pernambuco)

Share

Os comentários estão desativados.