AS ESTAÇÕES DO CAMINHO

Um percurso é sempre um trecho do nosso caminho dividido em ciclos, em fases e estações. E diante de nossas “necessidades” de evolução e de maturidade, a vida usa diferentes ciclos para nos ensinar, em meio as dificuldades, quedas, obstáculos, superações, e conquistas. A metodologia do caminho é simples como as “estações do ano,” possibilitando ensinar a nos adaptarmos, e a superarmos todos os desafios do trajeto. Todas as fases passam, sejam elas boas ou ruins. E ainda assim, se forem intensas ou fracas, desafiadoras ou incontroláveis, há um momento em que elas sempre se despedem para dar início a um novo período. E mesmo que essas variações de “ciclos” levem algumas de nossas folhas, inundem nosso coração, embelezem ou nublem nossos dias, ou aqueçam nossas friezas, eles naturalmente mudam, provocam transformações, mas dão adeus e vão embora. Perante nossas rotas, não há inverno tão tenebroso com fortes tempestades que não cessem, e mesmo com o encantamento da primavera, as flores não deixam de murchar, e nem a chegada dos ventos contrários do outono conseguem impedir a elevação da temperatura no verão. Infindavelmente tudo termina e recomeça, e a vida segue exatamente assim: com seus temporais, mudanças de clima, de temperatura, alterações dos ventos, e o desabrochar e murchar das flores. Por isso, devemos nos manter sempre com serenidade diante de nossos percursos, e qualquer que seja a estação do nosso caminho agora, favorável ou negativa, aproveitemos para nos fortalecermos e aprendermos cada lição com sabedoria, pois em breve esse ciclo também vai passar.

A palavra para hoje é TEMPO.

(Mariana Helena de Jesus)

www.marianahelenadejesus.blogspot.com.br

Share

Os comentários estão desativados.