A prefeitura de Bezerros ganhou a causa, mas fez acordo

O site Bezerros Hoje mostra o entendimento jurídico sobre a celeuma da iluminação da BR-232, no tocante aos custos da iluminação das vias urbanas de Bezerros e Encruzilhada de São João. O governo do ex-prefeito Marcone Borba (2008) recorreu à justiça para não pagar pela energia (2001/2008) que estava sendo cobrada pela Celpe. A causa transitada e julgada foi ganha pelo município na Justiça Federal. Após dez anos, o município, já no governo Breno Borba, fez um acordo com a Celpe, que recuperaria o parque elétrico, mas com os custos pelo consumo da energia e manutenção de responsabilidade do município. O governo Lucielle, por sua vez, declarou nulo o acordo, que, segundo vereadores, continua válido na companhia elétrica. Diante da falta de alternativa apontada pela atual gestão, o site, que já criticou o acordo, defende que ele seja válido objetivando a resolução do problema que se arrasta há década. O custo mensal será em torno de 30 mil reais, no entanto, os bezerrenses já pagam cota de iluminação pública e exige a prestação do serviço. Esperar mais uma década é que não dá mais.

Leia todo o entendimento jurídico aqui.

Publicação de 2016
Share

Os comentários estão desativados.