Iluminação da BR: Grupo Neoergia começa a cumprir ação transitada e julgada

Quem chega a Bezerros, sentido capital /interior, já observa que o grupo Neoergia começa a fazer a religação de um pequeno trecho da iluminação da BR-232. O fato parece ter chamado a atenção da prefeita, que logo cuidou de levar a equipe para uma reunião de ‘acompanhamento’ dos serviços com direito até a registro nas suas redes sociais.

É longo o histórico de cobranças do veículo sobre o descaso com a escuridão nos trechos urbanos de Bezerros. O grupo que assumiu a antiga Celpe está apenas cumprindo com sentença judicial de ação transitada e julgada, que foi impetrada ainda no governo do ex-prefeito Marcone (2005/2008); ver aqui!

De lá para cá, o que houve foi a protelação de uma ação já decidida. Foi preciso o ex-prefeito Breno, contrariando inclusive a lógica da ação, formular um acordo, em 2020, onde a companhia recuperaria o parque elétrico e o município passaria a pagar pelo consumo. O acordo, que foi considerado nulo pelo governo Lucielle, continuou válido segundo confirmou vereadores da oposição em visita a sede da Neoergia em março do ano passado. Diante das críticas mais enfusivas, a prefeita Lucielle apareceu, ainda no ano passado, ao lado do aliado político Mendonça Filho em reunião na companhia elétrica. A promessa era que, até o final do ano de 2021, fosse restabelecida a iluminação dos trechos urbanos de Bezerros e Encruzilhada.

O site Bezerros disponibiliza link para um arquivo de reportagens sobre o tema. Clique aqui

Share

Grupo Neoenergia inicia trabalhos para religar iluminação da BR-232

Governo Lucielle não informou se o acordo assinado pelo ex-prefeito Breno continuou válido.

O registro foi publicado no das redes sociais do Procurador Municipal, Paulo Alves.

O grupo Neoenergia iniciou os trabalhos de religamento da iluminação pública da BR-232, pauta antiga do site Bezerros Hoje. O vexame que os munícipes passam diuturnamente deverá ser sanado em breve. A prefeitura de Bezerros, governo Lucielle, não respondeu à redação sobre o acordo assinado ainda no governo Breno Borba, se continua válido ou não. O documento previa o religamento, pela empresa, no mês de setembro, e o município arcaria com o consumo da energia elétrica, no valor de cerca de 30 mil reais/mês. A prefeita esteve acompanhada de Mendonça Filho, seu pré candidato a deputado federal em 2022, em encontro com o grupo Neoenergia para tratar do assunto.

Veja o que já publicamos sobre o assunto.

Share

Iluminação da BR: Governo Lucielle silencia sobre acordo com a Celpe

Enquete pergunta se o governo deve cumprir o acordo com a Celpe ou não. Link aqui.

O governo da prefeita Lucielle (DEM) silenciou sobre a informação de que o acordo com a Celpe, firmado em outubro do ano passado, continua ativo na companhia elétrica. A informação foi repassada por vereadores que cobraram junto a empresa o reativamento da iluminação da BR-232, no perímetro urbano da BR, em Bezerros e Encruzilhada de São João. A redação solicitou da Diretoria de Imprensa do município um novo posicionamento do governo municipal, mas, até agora, não obteve resposta.

Ver o que já publicamos sobre o acordo:

https://bezerroshoje.com.br/?s=Celpe+acordo

Share

Acordo para restaurar iluminação da BR- 232 continua válido, dizem vereadores

Matéria atualizada às 19:54min

Os vereadores Rogério de Natal ( Solidariedade) e Diogo Lemos (PSB) informaram, através de suas redes sociais, que o acordo entre Celpe e Prefeitura objetivando o religamento da iluminação da BR-232, continua válido.

“Na manhã de hoje (01/07/21), estivemos junto com o amigo Diogo Lemos, em reunião com a CELPE., na oportunidade, fomos atendidos por Geremias Salvador, Analista de Relacionamento com Clientes do Poder Público e Danielly Barbosa, Analista de Recuperação de Crédito de Grandes Clientes. Na reunião, foram discutidas  questões referentes a iluminação da BR-232 em Bezerros e Encruzilhada e tivemos boas notícias, o acordo realizado ano passado continua ativo e nos próximos 60 dias a CELPE estará finalizando a compra de materiais para dar início as obras”.

Como o governo da prefeita Lucielle Laurentino já havia anunciado (durante a live dos 100 dias) que o acordo foi considerado nulo, encaminhamos a pauta à Diretoria de Imprensa.

DA REDAÇÃO: Embora reconhecendo que o acordo traz desvantagem para o município, o Bezerros Hoje passa a defendê-lo, uma vez que a gestão da prefeita também não apontou qual a solução para resolver o problema. O site entende que o município não pode mais conviver com o descaso, negligenciado pelos últimos prefeitos, por mais doze anos. O município entrou na justiça, no governo Marcone Borba, justamente para não pagar pelo custo da energia.

Abaixo, o que diz o acordo:

Share

SOBRE ILUMINAÇÃO NATALINA

Ouvi críticas questionando a importância disso face à pandemia. Mas, se formos olhar, de fato, nunca foi o mais relevante ornamentar a igreja ou nenhum lugar, independente da religião.

A importância, no meu entendimento, não é a decoração em si, muito menos porque é na igreja. É o quanto estas luzes (físicas) aludem à luz da família, aos sentimentos de partilha, ao senso de cooperação, de reunião… É um símbolo e, como tal, não vejo por que alguém pode se opor a mantê-lo vivo, especialmente num ano que já foi tão desafiador pra nós todos.

Um símbolo de luzes natalinas, no MEU entendimento, conforta um pouco as famílias que estão tão tristes com o contexto difícil que estamos vivendo.

Do ponto de vista político, é mesmo lamentável a quebra da tradição, mas o foco não é político. Se alguém limita uma iniciativa assim à política, é porque, além das luzes externas, está precisando aproveitar e conhecer a igreja é por dentro, frequentá-la e melhorar como ser humano.

É perfeitamente possível conciliar as luzes natalinas com a caridade, a benevolência, a tolerância, o respeito… Certeza que, embora não precise disso, Jesus, o aniversariante, não se opõe a umas luzinhas…

Janaína Pereira

Share

Promessa é religar iluminação da BR em sete meses

Prefeitura assumirá custo e manutenção após a Celpe requalificar o trecho.

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) firmou compromisso com a prefeitura para religar a iluminação da BR-232, no perímetro urbano de Bezerros e em Encruzilhada de São João, no Agreste de Pernambuco. O acordo foi assinado no dia 19 de outubro, por meio de um documento que detalha o serviço, custos e prazos.

A requalificação do parque elétrico será custeada pela Celpe. O serviço corresponde a instalação de transformadores e a colocação de mais de 600 lâmpadas. As obras serão realizadas em seis trechos e estão divididas em três etapas.

Após a conclusão dos serviços, a manutenção e custeio com a iluminação será de responsabilidade do município. O valor total estimado para a manutenção está orçado em R$ 400 mil e o prazo de conclusão é de, em média, sete meses.

Com informações do G1.

Share

Em campanha, prefeito diz que Celpe teria assinado acordo para religar iluminação da BR

Prazos e outras informações não foram informados; Redação requereu documentação, mas também não obteve acesso.

Em sabatina à rádio Cidade FM, de Caruaru, o prefeito Breno Borba, candidato a reeleição pelo PSB, informou que a Celpe assinou acordo para restabelecer a iluminação da BR, tanto no perímetro urbano de Bezerros quanto no bairro da Encruzilhada. O prefeito apresentou um documento que comprovaria o fato e que estaria à disposição para dirimir dúvidas. A redação encaminhou pedido a assessoria de Imprensa, que informou que a campanha política faria vídeo para a internet. O prefeito voltou a falar do arcordo com a Celpe em comício realizado nesta quinta-feira (22) no bairro de Encruzilhada. No documento, narrou Breno, há informações sobre o prazo bem como o custo sobre a energia. O prefeito teria entregue o documento a lideranças da comunidade.

DISPUTA- O tema do apagão na iluminação da BR 232 em Bezerros virou mote na campanha de mídia dos adversários. O descaso com a iluminação já completa dez anos.

Share

O impasse para restabelecer a iluminação da BR-232

O registro do internauta sugere que falta manutenção para reestabelecer a iluminação da BR-232. Nem toda a rede está comprometida, como mostra algumas lâmpadas acesas em alguns postes. O município briga há uma década com a Celpe para decidir sobre que é responsável pela iluminação. Uma ação transitada e julgada na justiça dá ganho de causa à prefeitura, mesmo assim o impasse continua. Dos municípios cortados pela duplicação da BR-232, o impasse com a Celpe só se deu com o município de Bezerros. O registro foi feito na noite do sabado (27).

Share

VEREADOR ELIEL VIEIRA SOLICITA QUE A CELPE CUMPRA DECISÃO JUDICIAL DEVOLVENDO ILUMINAÇÃO DA BR-232 EM BEZERROS

O Vereador Eliel Vieira apresentou a INDICAÇÃO Nº 195/2017 onde direciona à Companhia Energética de Pernambuco – CELPE, para que cumpra o AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL 312.611-PE de 15/08/2017, decisão judicial do STJ – Superior Tribunal de Justiça que determina o restabelecimento da iluminação na extensão da BR-232 em todo o perímetro urbano de Bezerros, levando-se em consideração o Bairro de Encruzilhada de São João. Conversando com o prefeito, ele se propõe assumir as custas da iluminação, desde que a CELPE restabeleça esse serviço que é de sua competência e obrigação. O vereador acrescentou ser de vital importância a normalização do serviço para atrair potenciais empreendedores, turistas e consumidores que terão segurança e completa visão dos serviços disponíveis as margens da BR; além da melhoria para o tráfego de veículos e pedestres, proporcionará um aumento considerável em nível de segurança pública. Destacou ainda encaminhamentos para o Bairro Nossa Senhora Aparecida, na área conhecida como São Rafael que demandam urgentes necessidades e requer avanços em conversações entre poder público, imobiliária e a concessionária de energia.

Da Assessoria do Vereador

Share

VIAS LATERAIS DA BR TERÃO ILUMINAÇÃO RESTABELECIDA

O departamento de iluminação pública do município começou a restabelecer a iluminação da Avenida Major Aprígio da Fonseca, via local da BR-232, que recebera lâmpadas de vapor metálico em 90 postes dos dois lados da via. A medida irá proporcionar mais luminosidade a toda a extensão da via urbana da BR-232, já que a iluminação da rodovia federal continua comprometida e sem prazo para ser restabelecida.

Share

NOTA SOBRE ILUMINAÇÃO PÚBLICA EM ENCRUZILHADA

José Carlos, o popular Bicinha, responsável pela reposição de luminárias no município, através da Sec. de Infraestrutura de Bezerros, entrou em contato com a redação para responder a uma queixa de um internauta sobre a iluminação pública de Encruzilhada. O mesmo informou que uma equipe está na localidade fazendo a reposição de lâmpadas, mas alega que há um problema onde várias chaves elétricas  estão queimadas, o que, segundo ele, é de responsabilidade da Celpe. Bicinha ainda lembrou que o município está a tento a situação, destacando a iluminação da BR-232 reativada pelo município naquela localidade.

Share

VEREADOR EUGÊNIO COBRA ILUMINAÇÃO E SEGURANÇA PARA COMUNIDADES RURAIS

eugenioO vereador Eugênio (PT) utilizou à tribuna da Câmara para destacar que a comunidade de Encruzilhada de São João está sem iluminação pública adequada. Também citou que existe um grande déficit de segurança pública naquela comunidade. Eugênio lembrou que com a chegada do inverno as estradas vicinais do distrito de Sapucarana merecem mais atenção por parte do poder público e para encerrar informou que apatrulha realizada por  policiais militares deixou de acontecer nas comunidades.

Share

Branquinho: ” A Celpe não tá nem aí para a rede de iluminação pública”

Não é de hoje que os prefeitos pernambucanos, especialmente os de municípios que sobrevivem apenas do FPM, reclamam da queda de receita. Além de o país estar passando por uma fase de crescimento baixo, o que tem implicações na receita do Fundo, o governo federal deu isenção de impostos com o chapéu alheio. A redução do IPI dos automóveis e dos produtos da “linha branca” (geladeiras, fogões, etc), por exemplo, afetou fortemente a arrecadação municipal.

Além de a receita estar diminuindo, os prefeitos também se queixam do aumento dos encargos: reajuste do salário mínimo e do piso salarial dos professores bem acima dos índice inflacionário. Afora isso, garantem, ainda terão que cumprir a Resolução 410/2010 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que transfere para as prefeituras a partir de 2014 a responsabilidade pela manutenção da rede de iluminação pública (postes, lâmpadas, fios, reatores, etc).

O prazo para o cumprimento da Resolução terminaria em setembro de 2012. Mas diante do protesto da Confederação Nacional dos Municípios (PMN) foi prorrogado até janeiro de 2014. Para a maioria dos municípios pernambucanos, garante o prefeito de Bezerros, Severino Otávio, esse prazo já está valendo porque a Celpe não tá nem aí para a rede de iluminação pública.

Por Inaldo Sampaio

Share

Iluminação pública de Bezerros e mais 13 cidades serão através de LED

A Neoenergia promoverá, a partir de abril, a eficientização de mais de 7.500 lâmpadas de Iluminação Pública (IP), de 14 municípios pernambucanos.

Algumas cidades terão 100% do parque de IP substituído. Além de contribuir para a economia na fatura das prefeituras com o uso racional da energia, o projeto também influencia diretamente na segurança dos moradores. Existem pesquisas que comprovam a relação entre a iluminação pública e a segurança, indicando que quanto mais iluminado, mais seguro o local fica. A ação faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Neoenergia Pernambuco, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os municípios beneficiados pela iniciativa estão distribuídos por todas as regiões do Estado. No Sertão, as cidades contempladas serão Serra Talhada, Parnamirim e Afogados da Ingazeira. No Agreste, serão beneficiados Barra de Guabiraba, Bezerros, Ibirajuba, Lagoa do Ouro, Angelim, Jucati, Capoeiras e Paranatama. Na Zona da Mata, Jaqueira, São Benedito do Sul e Tracunhaém.
As lâmpadas com tecnologia LED têm vantagens como ganho energético, redução com custos de manutenção, maior conforto visual e melhor visibilidade em relação às convencionais, feitas de vapor de sódio ou metálico. O modelo de LED é também mais sustentável, por não conter produtos químicos que, descartados de forma incorreta, podem prejudicar o meio ambiente.“Com as medidas de eficiência energética na iluminação pública, espera-se uma economia de energia que pode chegar até 50% em algumas cidades. O benefício não é apenas na redução da conta de energia, os custos com manutenção também são reduzidos, já que a vida útil das lâmpadas de LED é superior aos sistemas convencionais”, afirma a gerente de Eficiência Energética da Neoenergia, Ana Christina Mascarenhas.


PRÉDIOS PÚBLICOS
A Neoenergia substituiu mais de 108 mil lâmpadas ineficientes por LED, em 403 prédios públicos e Organizações Não-Governamentais, em 2021. O trabalho foi realizado em escolas, unidades de saúde, unidades militares, sedes administrativas e vários outros espalhados por 16 municípios. A iniciativa, que faz parte do Programa de Eficiência Energética da Neoenergia Pernambuco, regulado pela Aneel, teve investimento de R$ 3,7 milhões e representou uma economia de 3,23 GWh/ano no consumo desses prédios, o suficiente para abastecer mais de 85 mil consumidores por 30 dias. Isso porque a tecnologia LED consome até 40% menos do que as tradicionais.


SOBRE A NEOENERGIA PERNAMBUCO – A Neoenergia Pernambuco distribui energia elétrica para os 184 municípios de Pernambuco e para a cidade de Pedras de Fogo, na Paraíba. Também é responsável pela geração e distribuição de energia elétrica no Arquipélago de Fernando de Noronha. Sua área de concessão é de 98,5 mil quilômetros quadrados. A empresa tem 3,8 milhões de clientes (9,4 milhões de habitantes). 

Fonte: Neoenergia PE

Share

Matriz de São José recebe iluminação para o Natal

A igreja Matriz de São José recebe a tradicional iluminação de final de ano. Há sempre uma expectativa sobre a ornamentação da igreja, localizada no marco zero do município. No ano passado, para evitar a descontinuidade da tradição, o site Bezerros Hoje provocou campanha junto a igreja para a sua iluminação. Este ano, a prefeitura licitou os trabalhos de decoração natalina, orçado em 106 mil reais. Só para iluminar a igreja, o município vai desenbolsar mais de 40 mil reais.

Share

Veja como será a iluminação do Natal em Bezerros

Praças Duque de Caxias, Centenária e São Sebastião receberão decoração natalina.

A licitação para contratar empresa para a ornamentação de Natal se deu hoje em Bezerros. Não há informações sobre a vencedora da concorrência ou se o certame ocorreu dentro do previsto. O site Bezerros Hoje apresenta, em primeira mão, o projeto de ornamentação assinado pelo artista plástico Robeval Lima. Para mais detalhes sobre o projeto, orçado em R$ 115.645,0, clique aqui.

Share

Após considerar nulo, governo Lucielle fala em acordo com a antiga Celpe para resolver iluminação da 232

Companhia Elétrica sempre manteve válido acordo considerado nulo pela gestão da prefeita.

Segundo o perfil Bezerros 24h, o grupo Neoenergia estabeleceu acordo com a prefeitura de Bezerros sobre a iluminação da BR-232. A antiga Celpe havia firmado acordo ainda na gestão Breno, mas o governo Lucielle, através do procurador Paulo Alves, o declarou nulo. A empresa lançou nota informando que o acordo estava válido e que os serviços aconteceria ainda em setembro. Segundo o grupo Neoenergia, o não cumprimento se deu por conta de falta temporária de equipamentos no mercado. Agora, segundo o perfil Bez. 24h, ‘outro’ acordo teria sido estabelecido com o grupo energético, tendo Mendonça Filho e a prefeita Lucielle como protagonistas. O site Bezerros Hoje vêm cobrando da prefeita e do grupo político ações mais enérgicas para resolver a situação. O perfil Bezerros 24h não informou detalhes sobre o “novo” acordo.

Leia o que já publicamos sobre aqui.

Share

Moradores reclamam de possível obra irregular que encurta rua sem saída no Retiro

Moradores da Rua Martins de Souza Abade, que fica no Retiro, estão contrariados com possível construção irregular. Segundo a denúncia, a rua, que é sem saída, foi encurtada para a construção de um galpão. “Existia um poste de iluminação pública, que foi retirado. O pessoal da prefeitura veio aqui e já se posicionou quanto a necessidade do embargo, mas as obras continuaram”, desabafa. Os moradores se sentem prejudicados porque o local está às escuras e também não há mais espaço para estacionar veículos. A redação encaminhou pedido de esclarecimento à prefeitura e aguarda resposta, que será publicada nesse mesmo espaço assim que nos for enviada.

Share