PERANTE QUALQUER SITUAÇÃO CONFLITUOSA NÃO ALIMENTE MÁGOAS

Algumas vezes você pode ser surpreendido por um contexto conturbado que gera um desconforto envolvendo uma ou mais pessoas. Algumas vezes também você pode sofrer injustamente os ataques mediante um conflito do qual você não provocou. E noutras vezes você poderá ser magoado, atingindo, ferido, como também pode ser o causador de um sofrimento alheio. Diante de tudo isso, a verdade é que ninguém está imune de cometer erros, de magoar alguém ou de ser julgado injustamente, tampouco está protegido contra injúrias, conflitos, sofrimentos ou contra atos impensados no furor das emoções alteradas. Mas, é perante essa condição instável de nossas emoções, que precisamos nos policiar, que precisamos ter o extremo cuidado com os nossos atos, com os nossos posicionamentos, com as nossas palavras ditas impulsivamente e,  sobretudo, é imprescindível que tenhamos serenidade para não nos deixarmos sucumbir diante dos sofrimentos que algumas pessoas possam nos causar. E o mais importante diante dessas circunstâncias é não alimentarmos nosso coração e nossos pensamentos com sentimentos rancorosos, de vingança, de raiva e nem com desejo de dar o troco, retribuindo maldade com maldade. Os pensamentos e atos negativos não eleva ninguém, não realiza a justiça necessária, e só dói e amargura ainda mais o coração daquele que não se curva mediante um olhar de compreensão, de tolerância, de paciência, e de humildade para reconhecer seus próprios erros. A vingança, a mágoa, a maldade, não são sinônimos de justiça e nem apaziguam conflitos. Sentimentos rancorosos só inflamam ainda mais o coração, criando impedimentos para o ato de desculpar aqueles que de alguma forma foram causadores de algum tipo de sofrimento, de decepção ou de injustiça.


A palavra para hoje é PERDOE.

(Mariana Helena de Jesus)

www.marianahelenadejesus.blogspot.com.br

Share

Os comentários estão desativados.