Movimento compra a briga dos inscritos em residencial Jurema

“…decidimos abraçar essa causa, começamos a juntar gente e nos mobilizar. Estamos avançando a cada dia”.

Segue nota:

“O povo unido e organizado sempre vence!

Nós que fazemos o MPQ, que é um fórum de debate permanente com a sociedade civil organizada, estamos abraçados com essa gente simples humilde e de bom coração, ano passado, realizamos o primeiro fórum de debate sobre gestão pública na cidade de Bezerros, depois desse grande evento, fomos procurados por pessoas que estão inscritos no projeto das casas do residencial Jurema, que há mais de seis anos, segundo os próprios inscritos, não conseguem seu bem maior, que são suas casas. Dessa forma, decidimos abraçar essa causa, começamos a juntar gente e nos mobilizar. Estamos avançando a cada dia, a responsável pelo projeto, professora Mirna, gente comprometida e guerreira, está se esforçando bastante para resolver junto a caixa econômica os últimos detalhes para o recomeço das obras, o vereador Diogo Lemos do PSB 40, junto a câmara, vem nos ajudando bastante e conseguiu aprovar uma Audiência pública que será realizada nos próximos dias, estamos criando a associação do residencial Jurema e adjacências, o advogado militante e gente do povo, Dr. Edgar, está dando todo apoio na área jurídica, essa semana vamos tentar uma audiência com a deputada, Fabíola Cabral, para tentarmos seu apoio nesta grande luta. Dia 16 vamos participar da festa da Santa Rita de Cássia das causas impossíveis, pedindo a ela sua intercessão, precisamos das orações de todos em prol desse grande projeto, são 248 famílias que estão pagando aluguel e morando na casa de familiares, todos juntos na Reconstrução do residencial Jurema Que nós Queremos”.

Fernando Moreira, direto ao Assunto
coordenador do MPQ e membro da associação Brasil Que Queremos.

Share

Os comentários estão desativados.