Motoristas efetivos foram substituídos por contratados na UPA; Eles alegam retaliação

A redação do site Bezerros Hoje foi procurada por um grupo de profissionais da Saúde de Bezerros que denunciam perseguição na gestão da UPA24h. Motoristas efetivos alegam que foram devolvidos à Secretaria de Saúde por não aceitar tranferir pacientes em ambulância com estado de conservação precária. Segue o texto:

Quem será o próximo?

Essa pergunta está sendo feita pelos motoristas efetivos da UPA, o motivo é que Sandriely Rozilane, diretora administrativa da UPA, resolveu mudar o posto de trabalho dos efetivos por funcionários contratados.

Questionada a motivação pelos motoristas efetivos, do que teria levado Rozilane a tomar essa decisão arbitrária, a mesma alega que: “os motoristas não foram prejudicados, pois não mudou a carga horária nem o salário.” Estranhamente esse fato se iniciou após os motoristas efetivos se recusarem a conduzir uma ambulância que estava com as portas traseiras amarradas de faixa, com o pneu “careca” e com bolha.

Os servidores públicos que procuraram esse veículo de imprensa para relatar a perseguição e conflito gerado pela diretora da UPA, disseram que o assédio moral que eles têm sofrido está registrado no grupo de trabalho do whatsapp onde a mesma escreveu: “Qual motorista rodou nesse carro? E fez transferência? Pq se um foi, os demais vão né? ” Em seguida a mesma deixa evidente que: “qualquer coisa troco o motorista desce um pra secretaria e sobe um contratado”. Referindo-se ao veículo que estava sem condições de trafegar.

Atrelado a tudo isso veio o fato dos motoristas terem solicitado ao legislativo a transformação do cargo, que alguns ocupam há mais de 15 anos, de motorista, para condutor de veículo de emergência. Segundo eles, há jurisprudência, onde outros municípios já adequaram tais profissionais à função. “Diferente do que foi prometido na campanha da prefeita Lucielle, onde a mesma prometia que não haveria retaliação, tampouco perseguição em seu governo, os profissionais estão sentindo na pele o contraditório”. Falou um dos motoristas ao Bezerros Hoje. De acordo com os condutores, a decisão tomada vai em desacordo com o regimento do Estatuto do Servidor Público do estado de Pernambuco, na seção VI .ART 40 , 41 ao qual estão vinculados. Segundo os profissionais, medidas cabíveis estão sendo tomadas junto ao seu sindicato.

Após as queixas dos motoristas, esse veículo procurou o popular Pierre Pessoa, que também é concursado e exerce suas funções como motorista da UPA, para comentar as queixas dos colegas de profissão, ao passo que ele respondeu: “vejo com tamanha tristeza a forma que esse governo que ajudei a eleger vem atuando na nossa cidade, principalmente com os funcionários efetivos. Se por um lado o governo Lucille, juntamente com a direção da UPA, decidiram manter motoristas contratados que vieram do governo anterior, do outro, atuam dessa maneira com os efetivos, que liderados abertamente por mim, foram a “revolução silenciosa” da prefeita durante a campanha eleitoral. Dos 14 efetivos que estavam lotados na UPA, apenas 5, incluindo a minha pessoa, não foram retirados dessa unidade de saúde. Contudo, diante do que vem acontecendo, o que mais se pode esperar? Vi que Lucielle prometeu aumento de salário para um grupo restrito de servidores, contudo, nossa classe não será contemplada, pelo contrário, nossas diárias que eram de 60 reais, foram diminuídas para R$ 30.” Pontuou Pierre.

Certamente, novos capítulos serão acrescentados nessa história, com o retorno dos recessos dos poderes “LEGISLATIVO & JUDICIÁRIO” vamos aguardar!

Essa matéria e conteúdo informado foi assinado por uma comissão dos motoristas, além do servidor citado na matéria, também assinaram:
José Wendel da Silva;
José Lindael de Vasconcelos Silva;
Rodrigo Brito dos Santos;
Israel Batista da Silva;
Gabriel Xavier de Lima ;
Eduardo Bezerra da Silva;
Gleidson Monteiro de Lucena.

A redação do site deixa o espaço livre para direito de resposta da direção da Unidade de Saúde ou da própria municipalidade.

Share

Os comentários estão desativados.