Dos Bastidores da Política de Bezerros

Estávamos devendo a coluna política da semana

O RISCO

Grande cheia de 2010 teve reflexo direto com o transbordamento da barragem

A barragem Pedro Moura, localizada no Rio Ipojuca, em Belo Jardim, está com 98% de sua capacidade. O manancial está prestes a verter e passa a representar risco de inundações porque já não pode mais conter as cheias do “alto Ipojuca”. A depender da enxurrada, o nível do rio se elevará abaixo da represa provocando estragos nas cidades ribeirinhas. A população já sentiu na pele a experiência com o grande transbordamento da barragem.

A SOLUÇÃO

Os prefeitos de Gravatá, Bezerros, Caruaru e São Caetano poderiam fazer um apelo ao governo do Estado para que abrissem as comportas ou válvulas da barragem permitindo, de forma controlada, que o manancial preservasse uma margem de segurança. A barragem Pedro Moura poderia ter a função de contenção de cheias, além do abastecimento humano, a exemplo da barragem de Serro Azul, que protege cidades como Palmares e Barreiros. O que estão esperando?

AINDA NÃO CHEGOU !!!

O município de Bezerros ainda não anunciou se chegou ao hospital de Campanha os equipamentos de ventilação mecânica e de monitores para reforçar a Sala Vermelha. A Unidade de Saúde é voltada para o combate a Covid-19 no município. O prefeito informou ter investido no hospital de Campanha ‘quase’ um milhão de reais’.

NOVO SERVIÇO ?

Estranho que só agora, depois de três meses, o prefeito Breno Borba fale em estabelecer uma parceria com o hospital Jesus Pequenino, que passaria a disponibilizar leitos (inclusive de UTI) para pacientes do município acometidos pela Covid-19. Se os referidos leitos do Jesus Pequenino são regulados pelo Estado, como explica isso?

TV ADP

Partiu do popular André do Povo, com a sua TV ADP, o exemplo de como se comportar numa live ao receber o pré candidato a prefeito Gabeira (MDB) para uma entrevista. O apresentador fez representar a curiosidade do seu público com perguntas diretas. Restou ao entrevistado aproveitar a ocasião para falar da sua história de superação de vida e dos planos políticos para o município. No final coube ao público julgar o conteúdo apresentado.

A coluna criticou as lives, que ‘explodiram’ no município durante a quarentena, por permitir que os convidados conduzissem a pauta. Para assistir clique na imagem.

MONUMENTO?

Seria mesmo necessário retirar o letreiro de indicação do municipio para reparos há poucos meses de inaugurado. Se, sim, não podemos chamá-lo de monumento, mas de um adereço. O público estranhou a retirada, porque esse tipo de obra precisa ser feito para permanecer no local por longo período. A justificativa de que os reparos não representam custo, já que estaria dentro da previsibilidade da empresa, não anula a crítica anterior. Aliás, quanto o governo municipal desembolsou pelo projeto? Essa indagação continua no ar.

CURTINHAS

Renato Luiz ( Bez. 24h) foi promovido pelo prefeito Breno Borba para Secretário Adjunto de Turismo de Bezerros. Renato era voluntário no departamento de eventos da pasta.

Os aparelhos de ventilação mecânica e monitores eram aguardados para chegar no hospital de Campanha do município no final do mês de maio. Já entramos na segundo quinzena do mês de junho e nada.

20% de desconto é o percentual que duas escolas de Bezerros vão ter que adotar por conta da quarentena, graças a uma Ação Civil Pública impetrada na Justiça pelo Ministério Público. O desconto será retroativo ao mês de maio…

…na internet a pergunta que não quer calar diz respeito às outras escolas do município. A decisão da justiça bem que poderia ser extensiva as demais. Faz sentido!

Qual o esforço que o município de Bezerros fará para poder acompanhar o estado na reabertura do comércio? Um gráfico que aponta a procura por leitos de UTI foi decisivo para que várias cidades do Agreste permanecessem com as medidas mais restritivas.

Share

Os comentários estão desativados.