Acompanhe as chuvas pelo Estado; Bezerros registrou 1,78mm nas últimas 24h

A Apac informou que pancadas de chuva são comuns na região durante este período, conhecido como pré-estação chuvosa no sertão . A previsão é que, nos próximos dias, mais chuvas sejam registradas tanto no Sertão como no Agreste. Acompanhe a evolução das chuvas pelo Estado. Em Bezerros choveu quase 1,78mm nas últimas 24h. A temperatura caiu cobsideralmente na região da Serra Negra, onde as chuvas são mais intensas. 

Share

Geou na Serra Serra Negra nesta madrugada

Imagem registrada em condomínio próximo ao Polo Cultural -Imagem: Neuza Melo.

Geou na Serra Negra nesta madrugada. O registro mostra orvalho congelado, sob a forma de fina camada branca na vegetação. Não se tem registro de temperaturas amenas na região, mas os termômetros devem ter registrado fortes quedas. Uma chuva de granizo já foi registrada por moradores da Serra Negra. Este inverno promete ser um dos mais rigoros no país.

Share

22MM de chuvas em Bezerros nesta manhã de quarta-feira

A Agência Pernambucana de Águas e Climas (APAC) registrou 22mm de chuvas em Bezerros nas últimas 12h. Os dados são informados a partir de estação localizada no centro da cidade. A Rua Frei Caneca registrou novamente alagamento, como registra a imagem abaixo.  A previsão do tempo no agreste é nublado a parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada.

Share

Não houve transbordamento do Rio Ipojuca, como diz a imprensa estadual

Riacho do Salgado que provocou os transtornos em Bezerros; Rio Ipojuca se manteve correndo tranquilamente em seu leito.

A imprensa de Pernambuco, que também repercute a enxurrada que caiu sobre a cidade na última terça-feira (20), tem repassado equivocadamente  a informação que os alagamentos nos bairros da Irmã Júlia e BR-232 aconteceram devido ao transbordamento do Rio Ipojuca. Na verdade, os transtornos, tanto no bairro mencionado quanto na BR, se deram devido ao aumento abrupto da vazão do riacho Salgado, que absorve toda a água pluvial e de esgoto da região do bairro Retiro. O Rio Ipojuca se manteve correndo normalmente em seu leito, registrando apenas uma pequena elevação por conta forte precipitação na cidade que, segundo a APAC chegou a 76mm em menos de duas horas.

Share