AJUDE A COMBATER A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA AS MULHERES, COM APENAS UM CLICK


Uma em cada quatro mulheres acima de 16 anos afirma ter sofrido algum tipo de violência, no último ano no Brasil, durante a pandemia da Covid-19 (2020), segundo n pesquisa do Instituto Datafolha encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).
Casos recentes como o sofrido pela ex-mulher do DJ Ivis mostram que é preciso combater com mais rigor a violência doméstica contra as mulheres!
Em relato Pamella Hollanda diz: “Eu me calei por muito tempo! Eu sofria com minha filha, sem apoio até dos que diziam estar ali pra ajudar, que eram coniventes e presenciavam tudo calados sem interferir com a desculpa que eu tinha que aguentar calada porque era o ‘jeito dele’, era esse o ‘temperamento dele’ e que se eu quisesse viver com ele, teria que me sujeitar e ser submissa. Não se calem!!! Não se calem jamais!!! Eu não vou me calar!”, contou no Instagram.
O PL 485/21 busca atingir esse objetivo, aumentando o rigor da pena do crime de lesão corporal.
Com o objetivo de proporcionar uma pena mais rígida e adequada a esses atos de violência doméstica, tramita no Senado Federal o Projeto e Lei 485/2021, que visa aumentar as penas previstas para os crimes de lesão corporal e de ameaça, quando praticados no contexto de violência doméstica e familiar. Esse PL busca, assim, ampliar as hipóteses de prisão preventiva, dando maior garantia de segurança e proteção à vítima.
ASSINE A PETIÇÃO e nos ajude para que crimes como esse não fiquem impunes. O SEU ENGAJAMENTO é imprescindível para a aprovação da PL 485/2021, e irá proporcionar maior segurança e justiça às mulheres vítimas de violência doméstica no Brasil!
Ajude esse PL a ser discutido e votado no Senado Federal!
Assine a petição e compartilhe em suas redes sociais!
http://chng.it/7cP6JcVy

Share

Os comentários estão desativados.