NÃO SE EXAUSTE CARREGANDO O FARDO DOS OUTROS

Tantas vezes você sente-se cansado, sem ânimo, por todos os pesos que leva consigo, que além de carregar os seus próprios fardos ainda se sobrecarrega levando os fardos de tantas outras pessoas com você. Sabemos que muitas vezes não é você que procura acrescentar mais peso ao seu fardo buscando segurar também o de outras pessoas, mas são as pessoas, entre amigos, colegas, conhecidos e familiares que de um jeito ou de outro procura a sua ajuda diante dos problemas delas. Certamente que devemos nos doar aos outros, ajudar, estender a mão, todavia esse exercício de benevolência não pode sacrificar a nós mesmos, nos deixando exaustos, esgotando nossas próprias forças, enquanto os outros se aliviam deixando suas cargas sob nossa responsabilidade. Ajudar ao outro não é tomar para si o que é responsabilidade dele carregar. Ajudar ao outro e tentar fazê-lo ganhar mais força e motivação enxergando novas possibilidades e oportunidades para carregar seus próprios fardos com mais ânimo e determinação. Portanto, não sinta-se mal ou constrangido por ter que dar alguns “nãos” ou ter que limitar a extensão de seus atos em prol dos outros. Atenção em suas atitudes, porque ajudar é necessário, mas essa ajuda não pode se tornar um problema a mais na sua vida para você administrar, pois tem pessoas que podem querer se aproveitar da sua disponibilidade e generosidade.
A palavra para hoje é CUIDADO

Share

Os comentários estão desativados.