NÃO ESPERAR DOS OUTROS O QUE NÓS MESMOS PODEMOS FAZER

Muitas vezes a gente sofre antecipadamente porque fica na expectativa ansiosa por alguns resultados, por algumas mudanças, ou por algumas respostas, que possam vir nos beneficiar diante de uma determinada questão, ou diante de um determinado contexto. E desnecessariamente sofremos também porque muitas dessas esperas colocamos sob a responsabilidade da ação de alguém, e ficamos na expectativa de que determinadas pessoas tenham o mesmo compromisso e a mesma urgência que teríamos para resolver questões que são particularmente nossas. No entanto, muitas vezes nos subestimamos, quando achamos não sermos capazes de conseguirmos realizar determinados propósitos através de nossos próprios esforços. Pois embora de fato não tenhamos a solução para algumas situações, mediante outras podemos buscar reavaliar as possibilidades de outras alternativas e respostas, por outros meios, por outros caminhos, com outras estratégias, para não ficarmos sempre a mercê da ação dos outros. Até porque algumas pessoas são prestativas e tem a boa vontade de se estenderem para nos ajudar, enquanto outras se mostram insensíveis às necessidades de nossas urgências. Portanto, por mais limitante e difícil que seja para alcançarmos certos resultados e respostas, coloquemos primeiramente a responsabilidade das nossas concretizações sobre nós mesmos, e se ainda parecer impossível de realização, tenhamos a atitude determinada de irmos atrás das soluções por outras direções, custe o que custar.
A palavra para hoje é INICIATIVA.

Share

Os comentários estão desativados.