“FOI UM ERRO NÃO TER TRANSFERIDO A PARTE CULTURAL”, DIZ O PREFEITO EM RELAÇÃO AS FESTIVIDADES DE FIM DE ANO

BranquinhoEm entrevista a Bezerros FM, o prefeito Branquinho (PSB) foi indagado sobre a falta de programação na Rua da Matriz no período de festas de final de ano. O ouvinte observou a ausência de público durante a véspera de natal e observou que algo simples poderia ter acontecido, objetivando manter um público na região durante o réveillon. O prefeito Branquinho disse que poderia ter mudado o local onde aconteceu a programação cultural ( Praça da Bandeira) para a Rua da Matriz.  Segundo ele, o evento cultural atraiu um público interessante. “Era possível se  nós tivéssemos transferido a parte cultural lá pra cima. Foi um erro, que eu reconheço, agora fazer com coisas simples… nós fizemos no ano passado e recebemos muitas críticas pela qualidade. Infelizmente, todo mundo numa hora dessas fala isso… Então, ou a gente fazia algo razoável ou não fazia e optei por não fazer”. O prefeito informou  que festas não serão prioridades em sua gestão, embora já tenha sido jovem. “Com todo respeito que tenho a juventude que quer, eu também já fui jovem e quis, mas hoje eu sou gestor”, esclareceu. “É melhor não gastar dinheiro com bons artistas do que fechar a unidade Mista, faltar remédios, não ter o transporte para levar o dente a Recife”.   Ele informou ainda sobre o custo da montagem do palco no período, que ficaria em 25 mil reais. O prefeito explicou o evento do dia 1º, que contará com Trio Asas da América, Super Oara e Marcão Noventa, foi através de patrocínios. “Minha  gestão pode até não ser uma boa gestão, mas é uma gestão responsável”. O prefeito garantiu a  tradicional queima de fogos durante o réveillon.

Share

Deixe uma resposta