Ativista da causa animal ameaça parar atividades se Câmara e prefeitura não agir sobre escritura de terreno

Antônio Amorim, um dos ativistas da causa animal no município, foi às redes sociais desabafar sobre a inércia dos poderes públicos quanto a escritura de um terreno doado para ONG Amigo de um Amigonde.”Desde 2014 que espero ajuda do poder público, desde 2016 espero a escritura do nosso terreno”. Amorim ameaçou fechas as atividades se a Câmara de Vereadores, a prefeitura ou o Prefeito não o procurar em até 30 dias. Na postagem, o presidente da Câmara de Vereadores, Gabeira, respondeu que a prefeitura ainda não enviou à casa legislativa o projeto de doação do terreno e que tão logo chegue à casa será aprovado. A assessoria de imprensa da prefeitura afirmou que o prefeito Breno Borba vai tratar o caso com presidente da ONG nesta sexta-feira (8).

Share

Os comentários estão desativados.