A CULTURA EM FESTA…


Era década que noventa, um prefeito sonhador e de uma sensibilidade cultural incrível, trazia para Bezerros uma semente rica e com talento admirável chamado Carlos Marques . A propósito, oficinas de danças voltadas a professores… Bem, o saudoso Lucas Cardoso não trazia só um arte-educador ou um bailarino, ele trazia um ARTISTA que mudaria a visão cultural da cidade. Tudo era muito novo, desafiador, duvidoso, mas com a riqueza cultural e artística que chegava em nossa cidade, provavelmente seria um projeto sólido, vindo pra ficar. A culminância era a adesão cada vez mais por uma novidade que veio agregar valor e não uma moda passageira, afinal tratava-se de estudar etimologicamente a cultura de Bezerros e Pernambuco. Com apresentações discretas, pequenas e com figurino simples, os professores começaram o trabalho de disseminar a cultura através da dança pelos eventos da cidade. Plantaram sementes fortes que germinaram e os pequenos tablados e salas pequenas viraram palcos de todo Brasil. Inovaram no figurino numa evolução constante, diferenciaram na aplicação da meia máscara, nasceram grandes pra ficar na história. Quantos obstáculos, quantas lágrimas, bingos e rifas esses bailarinos fizeram, quantas reuniões que não deram resultados, quantos puxões de orelha para buscar a excelência? Se passaram vinte e dois anos de tantas lutas e conquistas, perpassando por altos e baixos mas continuaram firmes porque a proposta sempre foi o ” PRAZER DE DANÇAR A CULTURA PERNAMBUCANA”.
Foi uma escola que ensinou além de Cultura e arte, a ser GENTE, a serem multiplicadores da emblemática cultura pernambucana. Dos palcos saíram Cantores, Professores, Bailarinos, Nutricionistas, Empresários, etc… Também pudera, o incansável, profissional, admirável, o MESTRE que ensinou tudo isso foi nosso amado CARLOS MARQUES!
Parabéns a todos que fizeram e fazem parte deste grupo que leva o nome de Bezerros e Pernambuco aos quatro cantos do Brasil!
Orgulho nosso….
Obrigado Carlos, você não tem noção da sua importância entre nós como pessoa e propulsor de toda história Cultural de nossa cidade.
Já está na hora de Bezerros ter um centro cultural, um espaço para que seus talentos possam ensaiar, montar espetáculos com dignidade. Afinal, os grupos viajam o Brasil inteiro levando nossa cultura, porém, em sua própria cidade, não tem uma estrutura para sua manutenção, continuação e apresentação.
👺🤡👹PATRIMÔNIO DA CULTURA PERNAMBUCANA👺🤡👹
São 22 anos sempre com o PRAZER DE DANÇA A CULTURA PERNAMBUCANA!

Sérgio Brayner

Share

Os comentários estão desativados.